segunda-feira, abril 12, 2021

DEMORA NA DIVULGAÇÃO DO NOVO DECRETO MUNICIPAL DE ISOLAMENTO SOCIAL DEIXAM DÚVIDAS NOS IPUENSES

Desde a tarde do último sábado, 10, quando o governador Camilo Santana anunciou a retomada gradativa das atividades comerciais no Ceará, que comerciantes, logistas, prestadores de serviços e instituições de ensino da cidade, aguardavam um pronunciamento do Prefeito Robério Rufino sobre uma possível adequação as novas determinações. 

Apesar de ser praxe do município de Ipu seguir na integra os decretos do governador, a comunidade ipuense aguardou por todo dia de ontem uma posição da prefeitura, haja vista que o decreto municipal se encerrou ontem (11/04). As prefeituras, observando o cenário de pandemia no município, tem a prerrogativa legal de adotarem medidas mais restritivas que a do Governador. Como no Ipu existe um cenário preocupante de ocupação de leitos no hospital municipal, ficou entre comerciantes e até nas redes sociais essa dúvida. 

Em meio aos prejuízos que a pandemia tem causado a economia, um decisão antecipada e planejada do poder municipal seria bem vinda para que os setores do comércio se organizassem para retomarem suas atividades. Em várias cidades cearenses, muitos gestores ainda ontem após reuniões já emitiram notas de como iriam proceder a partir de hoje (12/04) No Ipu, o Prefeito estava em OFF.

A CDL de Ipu, extraoficialmente em relação a prefeitura, lançou nota ontem já se antecipando e convocando os comerciantes para abrirem.

TÚNEL DO TEMPO - O IPU DE 1991 EM UM JORNAL LOCAL

Em uma época em que notícia local ou era radiofônica ou escrita, a Terra de Iracema tinha circulando o histórico Ipu em Jornal. O noticioso era mensal e tinha a frente o Professor Francisco Mello, já notadamente aquela época um forte ativista cultural e então diretor do Colégio Ipuense. Professor Mello contava com cast de colaboradores, mas era uma espécie de faz-tudo no jornal. 

Viaje no tempo e veja os anseios da comunidade ipuense naquele início da última década do século XX. Na política já desenhava um embate de Zezé Carlos contra o grupo liderado pelo prefeito Milton Pereira. Cid Gomes era trazido para o Ipu pelo seu também colega Deputado Estadual, Marcelo Carlos. (Clique aqui e leia matéria sobre a eleição municipal de 1992)

Noticias do empolgante e cultural Carnaval de Ipu com os seus blocos, do Futsal local e registros de ações de ilustres ipuenses como o do médico cardiologista João Martins de Sousa Torres, marcaram essa edição. 

PS - O precioso registo histórico é originalmente de propriedade da professora Odília Martins Costa, esposa do saudoso bancário e radialista ipuense David Pontes.

EDITORIAL - UMA SEMANA DE TENSÕES EM BRASÍLIA E A TURBULÊNCIA DO TERCEIRO ANO DE MANDATO

A popularidade caindo, a ameaçadora inflação, a estagnação econômica, a vacinação tardia e a indiferença em relação as milhares de mortes por covid-19, já são suficientes para comprometer uma possível estabilidade no último terço de mandato de Jair Bolsonaro. Mas a questão não é só essa travessia tortuosa que se apresenta mais intensa nesse mês de abril ao presidente. As variáveis políticas que podem levar um presidente a um final melancólico de mandato, sobretudo com essa cultura de impeachment que se sedimentou na cultura política do brasileiro, estão convergindo contra Bolsonaro. 

O Ministro Roberto Barroso do STF acatou na semana passada o pedido do Senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), e determinou monocraticamente que o Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM), "destravasse" a abertura da "C.P.I do Covid" sobre as responsabilidades do governo federal com as ações de combate a pandemia. Mas nessa quarta, 14, o Presidente do STF, Luiz Fux, por sua vez, irá submeter aos seus pares a decisão do seu colega de magistratura. 

O presidente da república se mostrou nos últimos dias acuado e partiu para o ataque principalmente ao STF. Desconfia de tudo e de todos. Os deputado do "centrão", os quais o presidente fez uma cooptação ao estilo da velha política, podem pular do barco ao mínimo sinal de um naufrágio bolsonarista. Os apoiadores mais próximos do presidente tentam intimidar os oposicionistas querendo que a C.P.I, uma vez de fato aberta, também apure as possíveis falcatruas e responsabilidades de vários prefeitos e governadores. 

Bolsonaro foi um Deputado experimentado dentro do Congresso. Sabe ele que C.P.Is podem levar à nada ou a um sangramento fatal de um parlamentar investigado ou até de um presidente como foi o caso de Fernando Collor em 1992. A volúpia dos parlamentares que investigam na comissão é em muito condicionada a impopularidade dos investigados e as pressões partidárias em meio a proximidade de eleições.

Segue a novela de tensões. 

domingo, abril 11, 2021

COMÉRCIO FECHADO: SOBRAL NÃO SEGUIRÁ DECRETO DE ABERTURA DO GOVERNADOR

Apesar do governador Camilo Santana ter flexibilizado as medidas de isolamento rígido ontem, 10 (sábado), o Prefeito de Sobral, Ivo Gomes, resolveu não seguir, em sua maior parte, as deliberações do governo do estado que permite a reabertura gradual do comércio cearense em horários alternativos.

São poucas alterações que Ivo irá introduzir. As clínicas de psicologia e de tratamento de dependência química podem agora funcionar. As escolas privadas estão com o ensino infantil (0 a 5 anos) liberadas para reiniciarem na próxima quarta-feira (14/04), enquanto as públicas receberão as crianças a partir do dia 21 deste mês. 

Os serviços essenciais (mercantis, bancos, farmácias, postos de gasolina...) continuam funcionando em Sobral, incluindo a cadeia da construção civil. No mais, universidades, repartições públicas, feiras livres, rodoviária e o comércio logista seguem fechados, incluindo os restaurantes. Segue também valendo a proibição da venda de bebidas alcoólicas. 

NÚMEROS DA PANDEMIA 

Do dia 1º desse mês até ontem, sábado (10), o município acumula um total de 43 óbitos e de 792 casos de novas infecções por Covid-19. 

ESCOLAS PODEM RETORNAR COM AULAS DO ENSINO INFANTIL e 1° e 2º ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

De acordo com o decreto publicado ontem,10/04, no Diário Oficial pelo Governador Camilo Santana, as Escolas públicas e privadas estão autorizadas a retomar e ampliar o atendimento presencial para segmentos da educação básica. Em decreto anterior já era permitido que crianças de 0 a 3 anos tivessem acesso as creches escolares. Desta feita, todo o Ensino Infantil (0 a 5 anos) está permitido e também as duas séries inicias (1º e 2º anos) do Ensino Fundamental.

Além das exigências dos protocolos de segurança, o Decreto Governamental garante o ensino remoto para os que por ele optarem. É também observada a limitação de 35% (trinta e cinco por cento) de alunos por capacidade de sala de aula. 

REDE PÚBLICA

Enquanto a rede privada, em sua grande maioria, se encontra apta ao retorno das aulas, as redes municipais, por sua vez, em muitas cidades da região, continuam a negligenciar essa retomada e não montam estratégias para que as aulas presenciais e/ou hibridas aconteçam o mais breve possível. 

Sobre essa urgente responsabilidade dos prefeitos em priorizarem a retomada das suas redes de ensino, leia a matéria abaixo. 

sábado, abril 10, 2021

ÁUDIO - CONFIRA A EDIÇÃO DO NOTICIOSO POLÍTICO DESTE SÁBADO (10/04)

 
Edição de de 10 de Abril de 2021

UPAC DE IPU - O QUE HÁ POR TRÁS DA OCUPAÇÃO DE 100% DOS LEITOS PARA COVID?

Inaugurada em julho de 2020 e contando oficialmente apenas com dez leitos para internação exclusiva para acometidos de Covid-19, a UPAC atingiu ontem, 09 (sexta-feira), 100% de lotação. A unidade de atendimento específico aos contaminados sintomáticos, ao qual foi erroneamente chamada inicialmente de "Hospital de Campanha", faz parte dos mais de 7,4 milhões reais de despesas pagas pela prefeitura desde quando a Pandemia se estabeleceu. Uma vez continuada essa tendência de alta, o "Regional" terá que disponibilizar uma parte dos seus 65 leitos para os doentes de Covid-19.

É válido salientar que uma boa parcela desses enfermos não são de Ipu e sim de cidades vizinhas que guardam convênios com o Hospital Municipal Dr. José Evangelista. 

CONTAMINAÇÕES EM ALTA
Se fizermos uma média dos últimos 15 dias (26/03 a 09/04), os dados oficiais apontam que foram contaminadas 144 pessoas, dando uma média de 9,6 contaminações por dia. Se olharmos os 15 dias anteriores ao 26/03, temos uma média de 8,0 em meio a um total de 120 registros de contaminação entre 25/03 a 11/04. No mês de março a média geral foi de 7,3 caos por dia.

Sobre o cenário desse mês de abril, é necessário observarmos a evolução das contaminações e óbitos até que se complete a primeira quinzena na próxima quinta (15). Há que se observar se a curva de infecções e óbitos e, em seguida, comparar com outros intervalos. Espera-se também um cenário melhor em que a vacinação de idosos venha ainda a surtir efeito positivo. 

CONTRASTES   
Por fim, o Lockdow "meia porta" não consegue diminuir as contaminações e podemos até colocar na conta a aglomerada vacinação de idosos no último dia 25 no CVT, bem como o "feriado" da semana santa onde o poder de fiscalização da vigilância sanitária é limitado por falta de material humano.

É importante termos "Deus na causa", mas a sociedade, conduzida pelo poder público, precisa colaborar e ter a consciência de fazer a sua parte. 

sexta-feira, abril 09, 2021

NOTAS DO ENEM POR ALUNO - OS "MONSTROS " DA MATEMÁTICA ESTÃO NO COLÉGIO IPUENSE

As notas individuais do ENEM foram divulgadas no último dia 23 de março. De lá para cá, observando as divulgações nas redes sociais das instituições de ensino privada e pública de Ipu e até das cidades circunvizinhas, percebemos que o Colégio Ipuense é destaque também na Matemática.  

O aluno Renan Martins Lopes, o qual cursou todo o seu ensino médio na tradicional instituição educacional da cidade, obteve a histórica marca de 928 pontos em um total de 1.000 na prova de Matemática e suas Tecnologias na última edição do ENEM. Das 45 questões do certame, Renan acertou 42 e se tornou o aluno concludente de 3º ano com a maior pontuação em Ipu.

Nos últimos anos, o Colégio Ipuense vem se destacando com as melhores medias de Matemática por Escola no ENEM entre as instituições de ensino de Ipu e região. Além do grande trabalho realizado pelos professores do Ensino Fundamental, no Ensino Médio a lapidação final fica a cargo dos “monstros” Paulo Giovanni Aragão e o experiente Erivelto Sousa.

    
Obs - O aluno Renan foi aprovado no curso de Medicina no último vestibular da UECE, um dos mais concorridos do país. Feito este nunca atingido por um aluno concludente de Ensino Médio na Terra de Iracema

SOBRAL 2022 - MOSES REBATE IVO SOBRE O PROJETO QUE AUTORIZA COMPRA DE VACINAS POR EMPRESAS

 
A semana na política sobralense foi marcada por uma embate entre o Deputado Moses Rodrigues (MDB) e o Prefeito Ivo Gomes (PDT), em meio a aprovação pela Câmara dos Deputados Federais do projeto que permite que empresas privadas  comprem vacinas de combate ao Covid-19. A proposta que será enviada ao Senado, tem como ressalva que seja doada a mesma quantidade comprada ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Na tarde de ontem, 08, o prefeito Ivo Gomes registrou em em suas redes socais uma crítica ao Deputado que, ao lado do seu pai o empresário Oscar Rodrigues, são as maiores lideranças contra o clã dos Ferreira Gomes em Sobral. 

Horas depois o Deputado da "Canoa do Inta" rebateu o ataque do prefeito sobralense.

2022
O entreveiro é um dos sinais que se desenha mais uma eleição disputada para Deputado Federal em Sobral. Os Irmãos Fgs devem, mais uma vez, apoiar o seu fiel escudeiro Leônidas Cristino (PDT). Confira a votação dos dois edis no pleito passado: 
 

PREFEITO AVACALHA CÂMARA MUNICIPAL AO ALTERAR PROJETO DAS HORAS PEDAGÓGICAS DOS READAPTADOS

Que a Câmara Municipal de Ipu - considerando a maioria dos vereadores que apoiam o clã dos Rufinos, é uma instituição submissa, apática, sem poder de fiscalização e de não imposição dos interesses da população junto aos caprichos do Prefeito, isso os cidadãos ipuenses sabem. A dependência dos cargos e indicações sobre a Prefeitura, os colocam numa situação de meros chanceladores dos embrulhos enviados pelo chefete político Sérgio Rufino (PCdoB).
Mas a subserviência dos edis situacionistas liderada pela Mesa Diretora, está ultrapassando o limite da sensatez e até da lucidez política. Nesse jogo de subserviência dos poderes constituídos, há uma clara demonstração do quanto os profissionais de educação não são levados a sério. 

No início de fevereiro desse ano, os vereadores situacionistas dos partidos PCdoB e PSB, em meio a inúmeros protestos de educadores, aprovaram um projeto que retirava as horas pedagógicas dos professores que estavam por questões médicas readaptados de suas funções. 

Veja o projeto que tramitou e foi aprovado na íntegra:


Porém, o projeto sancionado pelo Prefeito Robério Rufino (PCdoB) em 11 de fevereiro (na semana seguinte após aprovação por maioria dos Vereadores), foi obscuramente modificado praticamente na íntegra.  

Quais os objetivos se tirar o termo "fora de sala de aula"? Estaria a gestão querendo a quem proteger? Por que o projeto retrocedeu em relação ao original? Era uma forma de coibir os possíveis apadrinhamentos políticos?

Veja o projeto que foi sancionado pelo prefeito:

ANALOGIA
Pode o Congresso Nacional aprovar uma Lei e o Presidente da República na maior cara de pau alterar o teor do mesmo sem a anuência-tramite-votação dos Deputados? Se isso pode, então existe uma ditadura! 

No Ipu, já somos um feudo de uma família com a anuência de quase 60% dos eleitores. Há muito vivemos em um sistema político municipal de submissão e sem transparência dos atos da gestão municipal. 

quinta-feira, abril 08, 2021

PREFEITO DE UBAJARA CRIA AUXÍLIO DE 200 REAIS PARA PEQUENOS COMERCIANTES E FAMÍLIAS CARENTES

O Prefeito de Ubajara, Renê Vasconcelos (PDT), ontem, 07, anunciou em uma Live transmitida via Facebook a criação de um Auxilio Emergencial Municipal que deve ser mantido por até 03 meses, iniciando os pagamentos já neste mês de abril no valor de R$200 por família. O Projeto de Lei, segundo Renê, estará sendo enviado para votação na Câmara Municipal em regime de urgência nesta sexta (09). 

O objetivo do beneficio é auxiliar as famílias mais carentes do município e também para pequenos comerciantes que tiveram suas atividades compulsoriamente proibidas pelos decretos do governo do estado. 

Localizada na serra da Ibiapaba, a turística Ubajara possui aproximados 35.054 habitantes (IBGE/2020) e se torna a única cidade da região, até a data de hoje, a buscar amparar seus munícipes e ao mesmo tempo movimentar o comércio local com recursos próprios. 

SENHORES GESTORES, DEIXEMOS DE FAZER POLÍTICA COM A VACINAÇÃO!

O nosso país já vive um momento muito difícil de politização da Pandemia com um presidente despreparado e também com muitos governadores e prefeitos desmedidos em sua ações. É momento de discrição, resiliência e empatia dos gestores públicos com as ações de medidas restritivas e, mais ainda agora, com a vacinação dos grupos mais expostos e vulneráveis. Pecar pelo excesso das exposições se torna inaceitável aos olhos da boa política pública. 
Tomando por exemplo inicial Sobral, vejo com bons olhos a postura do gestor Ivo Gomes (PDT), personagem político ao qual sempre confesso que tenho muitas ressalvas. Ivo tem se mostrado, sobretudo nessa segunda onda pandêmica, mais sensível em medidas de amparo ao trabalhador e tem nitidamente buscado não misturar política e vacinação. Nas ações de imunização promovidas pela Prefeitura de Sobral o protagonismo não é dele, e sim dos vacinados e dos protocolos de segurança que são proporcionados. 
Pires Ferreira, outra cidade a qual o Blog acompanha de perto as movimentações político-partidárias e da gestão, é motivo de registro de razoabilidade. A prefeita e médica Lívia Muniz (PDT) tem também se comportado com muita discrição nas ações municipais de enfrentamento a pandemia. 

IPU
Desde quando o primeiro lote da vacina CoronaVac chegou ao Ipu ainda no mês de janeiro, que o imunizante tem sido alvo de uma autopromoção por parte do Secretário de Saúde Sebastião Rufino e, em menor grau, do seu sobrinho, Robério Rufino (PCdoB), Prefeito de Ipu.  

Uma vez iniciada a vacinação, embora o primeiro Lote de aplicações tivesse como prioridade os profissionais de saúde na linha de frente de combate aos vírus, os Rufinos “simbolicamente” vacinaram a matriarca da família. Houve até uma enfermeira fazendo um “L” (símbolo de campanha dos apoiadores dos gestores de Ipu) pretensiosamente jocoso. Houve até um pedido do Promotor de Justiça local que fossem listadas os nomes dos vacinados: algo que se foi, não foi dada a devida publicidade. 

E nas últimas edições da vacinação ipuense lá estava o Secretário Tião Rufino fazendo dezenas de registros fotográficos para as redes sociais, buscando virtualmente e desnecessariamente tirar algum proveito político em um momento que toda e qualquer mínima aglomeração deve ser evitada. Ao observarmos a última edição da vacinação e após as críticas do "Aglomera, Vacina e Fotografa"  ocorrido no último dia 25/03, houve uma significativa melhora na logística para a plicação, mesmo assim, ainda houveram contratempos (aglomerações, filas, horário reduzido de aplicações....) em que o Secretário de Saúde precisa buscar em muito melhorar. 

OS IPUENSES DE JIJOCA SE RETRATAM 

O prefeito de Jijoca, Lindbergh Martins (PSD) e a sua Secretária de Saúde, a também ipuense Joila Mororó, foram alvo de exposição nos últimos dias até chegando à mídia nacional sobre o fato de terem, após apontados pelo Ministério Público (MP), “furado a fila” na vacinação contra a Covid-19. 

Em nota, a defesa de ambos informou que os próprios gestores do município procuraram o MP e propuseram um acordo para o pagamento da multa. Prefeito e secretária reforçam que reconhecem o erro e já pediram desculpas à população, buscando assim serem transparentes em relação à situação.

Sejamos coerentes aqui: o reconhecimento de um erro por parte de um gestor municipal é, inegavelmente, um gesto de grandeza e serve de exemplo para que se tenha a consciência que os excessos de autopromoção - embora Lindbergh afirme que pretendia apenas dar um bom exemplo, sejam evitáveis nesses tempos sombrios de pandemia. 

quarta-feira, abril 07, 2021

ESTUDO APONTA QUE CORONAVAC É EFETIVA CONTRA VARIANTE DE MANAUS (P1)

Segundo matéria desta quarta (07) na Folha de São Paulo, a vacina CoronaVac se mostrou 50% efetiva em prevenir adoecimento por Covid-19 após 14 dias da primeira dose, na análise interina de efetividade em trabalhadores de saúde em Manaus. O estudo, do grupo Vebra Covid-19, é o primeiro que avalia o impacto do imunizante em locais onde a variante P1, conhecida como variante brasileira ou de Manaus, é predominante.

Os dados relativos à efetividade depois de 14 dias da segunda dose ainda estão sendo testados.

O estudo envolveu 67.718 trabalhadores da saúde que moram e trabalham em Manaus. "Os resultados são encorajadores", diz o cientista Julio Croda que coordenou o Estudo. 

O vebra Covid-19 é integrado por pesquisadores de instituições nacionais e internacionais e por servidores das secretarias estaduais e municipais do Amazonas e de São Paulo. Ele tem o apoio financeiro da Opas (Organização Panamericana de Saúde). 

Blog do KT Comenta: O estudo é uma boa notícia pois a variante P1 vinda de Manaus está fazendo estragos em quase todo o Brasil, inclusive no Ceará. Por dedução, após a conclusão dos estudos sobre a segunda dose, esse índice de proteção contra casos graves subirá para mais de 50%. 

Mas fica o alerta: precisamos vacinar mais pessoas para impedir que novas variantes surjam. Cobremos então dos nossos governantes. 

Mais de 90% das vacinas aplicadas no país são da chinesa CoronaVac via Butantan. 

terça-feira, abril 06, 2021

PREFEITA E VICE DE MADALENA (CE) TEM DIPLOMAS CASSADOS PELA JUSTIÇA ELEITORAL

A Justiça Eleitoral cassou os diplomas da prefeita de Madalena, Sônia Costa (MDB), e do vice, Gilvan Sales (PL), por abuso de poder. A ação aponta que nas eleições a chapa teria usado estrutura da Prefeitura para realizar atos de campanha. A decisão também torna a prefeita inelegível por 8 anos. “Cabe recurso da decisão, estou tranquila”, disse Sônia.

O Ministério Público Eleitoral sustenta que os investigados teriam, no dia 20 de outubro de 2020, em pleno período de campanha eleitoral, realizado comício dentro da fábrica da empresa Sigma Costura Ltda., sendo certo que esta empresa recebe subsídios fiscais e financeiros do município, tendo inclusive a sua sede subvencionada por recursos públicos municipais(conduta vedada pelo art. 73, I, da Lei 9.504), além de descumprir as normas de arrecadação e gastos de campanha (doação ficta de pessoa jurídica – Empresa Sigma Costura Ltda.), com o propósito de lhes proporcionarem vantagem nas eleições municipais de 2020, o que configuraria abuso de poder econômico e político.