sexta-feira, julho 21, 2017

DENÚNCIA DO MINISTÉRIO PÚBLICO E AFASTAMENTO DE SECRETÁRIOS AGITAM POLÍTICA DE RERIUTABA

O prefeito de Reriutaba, Osvaldo Neto (PDT, não foi afastado do cargo, como noticiou setores da imprensa cearense nos dois últimos dias. Ele segue no cargo, mas sendo alvo de uma ação por parte do Ministério Público.
Foram afastados a primeira-dama e secretárias de Assistência social, Gizelli Lopes, os secretários Antônia Célia Lemos Alves, Francisco Wellington Pinto, Daniel Memória, Glaydson Gomes e os servidores José Vilemar e Jardel Soares.

Nas ações, o MPCE sustenta que a gestão do prefeito Osvaldo Honório Lemos Neto, desde a fase de transição de governo, deixou de adotar medidas essenciais, dando causa a uma situação emergencial e calamitosa nos serviços de coleta de lixo e no fornecimento de medicamentos em Reriutaba. Com a edição do decreto emergencial, o prefeito realizou processos de dispensa de licitação, segundo o MP, com irregularidades. 
Também apurou-se que, em relação a contratos de assessoria de contabilidade, não havia a emergência declarada pelo prefeito, pois o município já contava com servidores para a execução contábil.

O blog do KT entrou em contato com lideranças políticas ligadas ao Prefeito e se colocou a dispor para os seus esclarecimentos quanto a essa situação.

ELEIÇÃO FÁCIL
Filho do ex-prefeito Osvaldo Lemos, o atual gestor de Reriutaba foi eleito com 75,92% dos votos válidos na última eleição municipal. A desistência do então Prefeito Dr. Galeno Taumaturgo e a aliança feita com a Família Aguiar, antes opositora política à Família de Osvaldo, em muito facilitou a vitória do atual gestor que agora sofre investigação. (saiba mais aqui)

segunda-feira, julho 10, 2017

MAIA X TEMER - QUEM FICA NA PRESIDÊNCIA?

O presidente Michel Temer (PMDB) não governa mais, apenas usa o poder para defender-se das acusações que vem em forma de avalanche via Procuradoria da República (PGRe no ritmo das próximas delações premiadas (Lúcio Funaro e Eduardo Cunha). Nos últimos dias um quadro favorável para uma mudança de poder se desenhou, colocando Rodrigo Maia, presidente da Câmara e primeiro na linha sucessória da presidência, no epicentro do futuro político da nação. 

O carioca Rodrigo Maia (DEM) tem recebido apoios silenciosos de bastidores para que, uma vez Temer afastado pela Câmara nos próximos dias, assuma a presidência e faça uma "transição" mais estável, destravando as reformas e pavimentando o lento processo de recuperação econômica que agora se encontra comprometido pela crise política, agravada após a polêmica delação de Joesley Batista da JBS tornada pública no final de maio. 
O filho de César Maia tem sido pressionado pelo Palácio do Planalto que lhe cobra fidelidade, mas tem dado sinais que irá agir institucionalmente nos tramites para o afastamento ou não do gestor nacional.  Essa postura de Rodrigo deixa claro que ele já não é mais confiável e que já foi seduzido pela oportunidade impar de assumir o maior cargo da nação.  

O PSDB, termômetro de apoio do governo no Congresso, sinaliza de maneira mais intensa que não dá para segurar o ônus de apoiar um presidente acuado por denúncias de corrupção e de ações não republicanas no exercício do cargo.

Acuado, Temer segue fazendo chantagens do tipo: "Enquanto eu estiver no poder, serei o para-choque de vocês. Se eu cair, daí os holofotes da lava-jato e da Procuradoria da República se voltam para vocês". O "vocês" aqui são os ministros e deputados governistas enrolados na maior crise moral da política brasileira. O próprio Maia é um dos que tem uma grave denúncia na PRG pronta para ser executada pelo procurador Rodrigo Janot. 

O presidente para barrar a denúncia na Câmara (independente da decisão ser ou não acatada na CCJ - pois terá que ser votada pelos congressistas), precisa de míseros 172 votos dos 513 deputados federais. Parece fácil? Por um lado não, pois a votação será aberta e os Deputados - até membros do PMDB - preocupados com a repercussão eleitoral negativa de um voto em apoio à Temer, podem abandonar o governo.

Experimentado, Temer joga com todas as armas possíveis. Tem usado o talão de cheques do Governo Federal para cooptar apoios. Mas numa guerra nem sempre nossas armas são suficientes para vencer as forças inimigas. 
Maia não tem outra saída a não ser o "Temer" de Temer, como assim tivemos na última conspiração palaciana em que o Vice (nesse caso, o sucessor imediato é o presidente da Câmara) derruba o titular para assumir o cargo. 

Em breve teremos a turma do PT, que mesmo também com suas estrelas na berlinda, assiste a tudo de camarote de olho em 2018, dizendo que houve "Um Golpe dentro do Golpe".
- KLEBER TEIXEIRA SANTOS - Blog do KT

sexta-feira, julho 07, 2017

APÓS 11 ANOS, BRASIL TEM DEFLAÇÃO

A inflação no Brasil, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), foi de -0,23% em junho, informou hoje o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Foi a primeira deflação mensal registrada no país desde junho de 2006, quando ficou em -0,21%, além de ser a taxa mais baixa para o mês desde o início do Plano Real.
Também representa uma queda forte em relação a maio, quando ficou em 0,31%, e em relação ao mesmo mês do ano passado, quando ficou em 0,35%.
Com isso, o acumulado em 12 meses está em 3%, abaixo da meta do governo, que é de 4,5% com dois pontos porcentuais de tolerância para cima ou para baixo.

NINGUÉM ESTÁ COMPRANDO 
Uma deflação em junho já estava sendo apontada por dados preliminares e por estimativas do mercado. Em entrevista na noite de ontem (06), o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, reconheceu a possibilidade, mas pontou que este movimento “provavelmente vai ficar só no mês passado”.
A queda do consumo, da renda e do emprego também estão entre os fatores que contribuem para queda dos preços.

CRITÉRIOS
4 dos 9 grupos pesquisados pelo IBGE tiveram queda de preços no mês. Artigos de Residência foram de -0,23% em maio para -0,07% em junho.
Alimentação e Bebidas, que tem peso acima de um quarto no total da cesta que compõe o índice, aprofundou a queda de -0,35% em maio para -0,50% em junho.
O mesmo aconteceu em Transportes, que foi de -0,42 em maio para -0,52% em junho puxado pelos combustíveis, que caíram 2,84% e tiveram impacto negativo de -0,14 ponto percentual na taxa mensal.
Duas reduções de preços autorizadas pela Petrobras deixaram o litro de gasolina 2,65% mais barato, influenciado também por uma queda de 4,66% no etanol, que faz parte da sua composição.

HABITAÇÃO
Habitação teve a maior virada: de 2,14% em maio para -0,77% em junho, resultado do impacto negativo das contas de energia elétrica.
Esse item ficou mais barato em 5,52% e foi responsável, sozinho, por um impacto negativo de 0,20 ponto percentual no IPCA do mês.
Isso foi resultado da substituição, em primeiro de junho, da bandeira vermelha pela verde, levando a uma redução de R$ 3,00 a cada 100 kwh consumidos. Além disso, houve queda de 6,03% nas tarifas de Belo Horizonte.
Tudo isso pesou mais do que fatores de alta como o aumento do PIS/COFINS na maioria das regiões pesquisadas.
O preço dos aluguéis e dos imóveis a venda também seguem em queda. 
Fonte: Exame

COLDPLAY ANUNCIA SHOWS NO BRASIL EM NOVEMBRO

O Coldplay anunciou nesta sexta-feira que virá ao Brasil para dois shows. A banda se apresenta no dia 7 de novembro em São Paulo, no Allianz Parque, e 11, em Porto Alegre, na Arena do Grêmio. As apresentações, seguidas por uma na Argentina, encerrarão a turnê A Head Full Of Dreams.

Os ingressos começam a ser vendidos no site Eventim a partir da meia-noite do dia 17 de julho. No dia 14, clientes do Banco do Brasil terão acesso à pré-venda. Em São Paulo, os valores ficam entre 750 reais (pista premium) e 240 reais (cadeira superior). Em Porto Alegre, as entradas saem por 800 reais (premium) e 320 (cadeira superior).

Formada em 1998, na capital inglesa, Londres, a banda Coldplay é hoje um dos maiores nomes do rock no planeta. Sucesso de público e crítica, o conjunto é liderado pelo vocalista Chris Martin e ainda conta com o guitarrista Jon Buckland, o baixista Guy Berryman e o baterista Will Champion. Os integrantes da banda se conheceram durante no período universitário. 

quarta-feira, julho 05, 2017

O BLOG DO KT ESTÁ EM NOVO ENDEREÇO -

Bom Dia Amigos!!!
Estamos reformulando o nosso Blog. Estamos agora nesse novo endereço.
WWW.BLOGDOKLEBERTEIXEIRA.COM.BR

segunda-feira, julho 03, 2017

SERGIO RUFINO (PCdoB) AUTORIZA VEREADORES ALIADOS PARA VOTAREM EM DEPUTADOS QUE APOIAM A REFORMA TRABALHISTA


Os choques ideológicos nacionais entre o PCdoB, fiel aliado do PT na oposição ao Presidente Michel Temer (PMDB) e com fortes ligações com a causa trabalhista e sindical e que luta com todas as suas forças contra a Reforma Trabalhista, não passam pelo acordos da política ipuense. Sergio Rufino não está nem um pouco incomodado com essa contradição, ou seja, se seus vereadores e aliados trabalharão para Deputados que estão na linha de frente para aprovar a Reforma Trabalhista, a qual, ao nosso entendimento, é imprescindível para destravar a economia do país. 

Em recente reunião com seus edis, Sergio Rufino reiterou para sua bancada que quer a coesão de todos em nome do seu candidato a Deputado Estadual, mas que estes estavam liberados para trabalharem para os Deputados Federais que tenham compromisso.

DEPUTADOS FEDERAIS QUE APOIAM A REFORMA TRABALHISTA
O acordo feito para que o Vereador Adriano Melo aderisse ao Grupo Liberdade, teve como um dos avalistas o Deputado Federal Moses Rodrigues (PMDB). O edil do PV além de garantir para um indicado a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, fechou com o Prefeito que continuaria dando apoio a  reeleição de Moses em 2018.

Outro Vereador que deverá votar em um parlamentar "inimigo" do PCdoB de Sergio Rufino, será Eduardo Ximenes que deverá apoiar um candidato a Deputado Federal do seu PSD, o qual poderá ser Domingos Neto ou até mesmo Sávio Pontes que também trabalha para ser candidato. 

CID DIZ QUE VAI TRABALHAR PARA A REELEIÇÃO DE CAMILO SANTANA E SE DEFENDE DE ACUSAÇÕES

O ex-governador Cid Gomes esteve hoje, segunda (03), concedendo entrevista na Rádio Tupinambá de Sobral ao radialista Fernando Solon. Além de abordar as acusações e ações judiciais que tem sofrido nos últimos meses, Cid falou de perseguição e fez novamente duras críticas ao PMDB atacando duramente aos caciques da sigla insinuando, mais uma vez, que se tratam de uma "quadrilha" com tentáculos por todo país.

Sobre as denuncias dos donos da JBS que afirmam que o então Governador pedira doações em caixa 2 para o candidato Camilo Santana em 2014, o ex-prefeito de Sobral disse que não existem provas, lamentando os critérios das delações premiadas adotadas pelo Ministério Público. Em relação a um empreendimento seu na Serra da Meruoca, o qual está sendo alvo de multas e embargo das obras pelo Ibama, Gomes insinuou que Hebert Lobo, atual Superintendente do órgão de fiscalização, é do PMDB e age com critérios políticos.  

Em relação a uma possível candidatura ao Senado, Cid disse que se for necessário que seu nome seja colocado para fortalecer as alianças partidárias, ele não irá se omitir. Finalizando, o líder do PDT cearense disse que tem como principais objetivos trabalhar para uma expressiva votação ao seu irmão Ciro Gomes (candidato a Presidente) e para a reeleição de Camilo Santana (PT).

Essa é uma das poucas vezes que Camilo Santana é confirmado como o candidato apoiado pelos Irmãos Fgs. Nos bastidores da política sabe-se que existem dois agravantes para que isso seja oficializado: a permanência de Camilo no PT e a preferência interna do PDT pela candidatura de Roberto Cláudio - Prefeito de Fortaleza - como candidato ao Governo. Nada de estranho se o Governador "não segurar a palavra" assim como fez em 2014 quando despistou a todos dizendo que o candidato sairia do Pros, sigla esta em que ele e seus mais próximos aliados estavam na época filiados. 

O programa Fernando Solon vai ao ar de segunda a sexta das 9h às 10h na Rádio Tupinambá AM de Sobral.

domingo, junho 25, 2017

NOTAS BREVES DA POLÍTICA NACIONAL, ESTADUAL E IPUENSE - FINALIZANDO O SEMESTRE

* Governo Michel Temer termina o mês de junho mais enfraquecido que nunca. O STF já sinalizou que as delações da JBS seguem sem retrocessos. Fachin e Janot terminam a semana em alta. Revista Época detalha os bastidores das tentativas para enfraquecer a Lava-Jato no STF (Leia Aqui)

* O Procurador Rodrigo Janot deverá fazer até terça o pedido no STF para o afastamento de Temer por corrupção passiva. Sendo acatada pela Justiça, solicita-se constitucionalmente que 2/3 do Congresso aprove o afastamento. O governo já trabalha para ter a margem de segurança de 50% de apoio parlamentar.

* Temer deve sofrer grandes dificuldades nas próximas votações do Congresso. Com a popularidade de 7% - só perde para os 5% do Presidente Sarney no final do seu governo - e o "Senhor Mercado" já desistindo da sua continuidade, o gestor nacional não terá outra alternativa para se manter no poder se não a de aprofundar a mercantilização na relação com o Congresso Nacional. 

* Sem um Impeachment pautado, sem o povo (desesperançoso em trocar seis por meia dúzia) e com uma oposição desarticulada, Temer vai sobrevivendo...... 

* O maquiavélico PT está na seguinte situação: deixa a coisa ficar como estar, ou seja, torcendo para que um descalabro econômico se estabeleça com o virtual enfraquecimento do governo. Daí a estrela vermelha surgiria nas eleições de 2018 como os salvadores da pátria. 

*  Reportagem de Capa da Revista Isto É aponta que Lula deve ser condenado por Moro nos próximos dias. (Leia Aqui).  Esse blogueiro aqui acredita que Moro ainda está esperando ou um "fato novo" ou um ambiente político mais favorável para sentencia-lo. 

* O escorregadio Aécio Neves consegue sobreviver, até quando? Fez parte da chantagem do PMDB para segurar o apoio do PSDB ao governo, defendendo a tese que os tucanos precisam dos comandados de Michel Temer para chegarem ao poder em 2018. Esse blindagem já deu sinais semana passada quando PMDB-PSDB barraram a denúncia contra Aécio no Conselho de Ética. 

* Rodrigo Maia e Eunício Oliveira, chefes do Congresso Nacional, articulam em ritmo mais acelerado a reforma eleitoral para facilitar a reeleição dos parlamentares em meio aos estragos da Lava-Jato. Cientes que o "Centrão", ou seja, o baixo clero dos deputados federais não aceitam a Lista Fechada nas próximas eleições, a saída será o "Distritão". 

* Camilo Santana esteve nesse final de semana com Lula em São Paulo. O governador negocia uma saída pacífica da sigla explicando ao ex-presidente da sua relação de gratidão com os irmãos FGs. Cid só irá anunciar incisivamente apoio a reeleição de Camilo quanto este oficializar sua filiação ao PDT.  O governador que teme ser preterido por Roberto Cláudio, tem até abril de 2018 para fechar questão.

* O voto para Deputado por Distritão - caso seja aprovado no Congresso e dependendo da criação de uma região para o Distrito Noroeste/Ibiapaba - pode fazer o PCdoB lançar Augusta Brito para Deputada Federal e Sergio Rufino para Deputado Estadual. 

* Virou moda na Câmara Municipal de Ipu atacar os membros da imprensa que criticam a atuação dos edis naquela casa. A ordem é sair pela tangente dizendo toscamente que radialista e blogueiro que fazem matérias é por que são frustrados por não ocuparem uma cadeira no legislativo.

* Afrânio Soares deu vasão as críticas que fiz a um Vereador na última edição do radiofônico Política em Debate. Mas se o edil fosse patrocinador do seu blog, teria ele postado a matéria?

* O empresário Narciso Marinho pode não renovar seu comando sobre o Restaurante do Parque da Bica do Ipu. Tião Rufino já articula colocar um parente em uma nova administração daquele comércio. Diferentemente da eleição da presidência do Grêmio, Tião espera não aparecer vereador para lhe atrapalhar.

* A educação do Ipu, depois de três anos apagada, conseguiu premiação nas Escolas Nota Dez. Não deu para superar Pires Ferreira, mas saímos da ostracismo regional. Agora é esperar se o "milagre dos números", como assim foi visto ano passado, se repita também esse ano nos números do Spaece. 

*Vereadora Arlete elogiou as premiações da Escola Nota Dez. Parabenizou os técnicos da educação municipal, mas estranhamente esqueceu de citar a Secretária de Educação Terezinha Rufino. Lapiso ou proposital?

* Sergio Rufino e irmãos trabalham com afinco na aproximação com os empresários da Família Carlos. Acredita-se que o caminho já está bem trilhado para que estejam juntos em 2018 na eleição para Governador. A ideia é trazer várias lideranças e até vereadores que foram oposição em 2016, nessa possível aliança.

* Empresário carioca e prefeitos de outras cidades (Jijoca e Pires Ferreira) estão de olho na política ipuense. Percebem que a oposição tem um poderoso exército, mas que os caciques sumiram e existe um espaço em aberto pronto para ser preenchido. 

* A falta de habilidade, traquejo com a imprensa e sem liderança com os funcionários do SAAE, fazem Raimundo Amaro correr o risco de ser removido do comando da autarquia. Em meio a uma grave crise de abastecimento a vista, são grandes os apelos da sociedade para que o Vereador Elisafran Carneiro volte ao comando do SAAE. 

* O caso dos concursados exonerados, segundo o advogado dos mesmos, deve ter um veredicto nesse mês de julho. 

* A onda de violência em Ipu deu uma trégua. Para isso, prisões e as ações do Major Eucir com a guarda municipal foram importantes. Mas continuamos sem contingente militar e com uma delegacia civil deficitária. Camilo Santana, de fato, não tá nem aí para a nossa cidade. 

* Vereador Adriano depois que virou Liberdade e abiscoitou uma Secretaria, sumiu da mídia e da militância política. Tá apagadinho. 

* Vereador Asarias Araújo ofuscou os edis do Grupo Liberdade e cumpriu bem o seu papel de líder da bancada. Tira-lo agora da Câmara para dar vaga ao suplente Moreira, vai ser bem mais engenhoso para o prefeito.

* Vereador Genecio Mororó esta aos poucos assumindo o protagonismo da oposição ipuense. Jovem e bastante solícito, o edil está sendo encorajado por muitos dos 46% dos ipuenses que não votaram na continuidade do grupo Liberdade no poder. Tem até blogueiro rufinista fazendo "jogo duplo" elogiando o edil da oposição. 

terça-feira, junho 20, 2017

JOVENS DE RERIUTABA ESTÃO SELECIONADOS PARA A FASE FINAL DE OLIMPÍADA NA UNICAMP-SP

Foto:Madyson, Larissa, Prof. Kléber e Victória
A parceria do Colégio Farias Brito (Sede Sobral) com a comunidade estudantil da cidade de Reriutaba continua dando frutos extraordinários. Na 9ª Edição da Olimpíada Nacional em História do Brasil - ONHB, a qual envolveu mais de 35.000 estudantes de todo o país distribuídos em equipes formadas por três alunos e um professor monitor, o FB Sobralense está entre os colégios que participarão da finalíssima em Campinas marcada para 19 e 20 de agosto.

Entre as 300 Equipes selecionadas estarão os "Historiadores da Taba", formada pelos reriutabenses Madyson Matheus Sousa Mororó, Larissa Maria da Costa Mourão e Maria Victória de Sousa Oliveira - todos alunos cursando o 2º ano do Ensino Médio. Além da monitoria do Professor Kléber Teixeira, a Equipe contou com a brilhante e imprescindível colaboração dos Professores do FB Geraldo Filho (História e Filosofia) e Hermeson Veras (Interpretação Textual), na orientação das tarefas e debates sobre os diversos documentos históricos abordados nas atividades. 

O colégio estará disponibilizando um calendário com uma nova etapa de aulas preparatórias, com foco especial em questões discursivas no formato aproximado da prova que será aplicada na Unicamp. 

Agora é torcer para que os jovens prodígios da história tragam medalhas de São Paulo!