segunda-feira, fevereiro 29, 2016

Crise Econômica: COLÉGIOS PARTICULARES PERDEM 1 MILHÃO DE ALUNOS

O reflexo da crise que atinge a indústria e o comércio também é percebido na educação. As escolas particulares do País calculam ter perdido um milhão de alunos, desde o ano passado, por conta da retração econômica. De acordo com a Confederação Nacional dos Estabelecimentos de Ensino (Confenen), a rede privada perdeu 12% dos mais de 9 milhões de alunos que tinha em 2014, segundo o censo escolar.
Já um levantamento da Secretaria Estadual da Educação de São Paulo apontou que, apenas no ano passado, as redes estadual e municipais receberam 200 mil alunos que migraram das escolas particulares.

Para Roberto Geraldo Dornas, presidente da Confenen, apesar de já terem sentido os efeitos da crise no ano passado, as famílias teriam feito outros cortes no orçamento doméstico antes de decidirem pela troca de escola. "Quem coloca o filho na particular vê esse gasto como prioridade, um investimento. Por isso, tirar o filho da escola é a última alternativa".
Foi o que aconteceu com a professora Pérola do Amaral, de 41 anos, que estava com dificuldade para pagar a mensalidade das duas filhas, de 7 e 11 anos de idade, desde o segundo semestre do ano passado. Em janeiro, o marido perdeu o emprego e a família soube de imediato o que era preciso fazer: transferir as meninas para a rede pública de ensino.

"A gente gastava mais de R$ 1 mil por mês de mensalidade e ainda tinha despesa com material, uniforme, transporte e alimentação. No ano passado fizemos de tudo para mantê-las na escola, mas não deu para segurar", disse a mãe. O marido conseguiu um novo emprego, mas com salário menor, por isso, voltar as meninas para rede privada ainda não é uma opção.

De acordo com Dornas, no ano passado, a Confenen chegou a estimar que a rede privada poderia perder até 20% dos alunos, mas, segundo ele, as empresas fizeram um esforço adicional para negociar alternativas com as famílias. "As escolas sabiam que seria um ano difícil. A inflação está muito alta, houve aumento de luz, água, internet e seria impossível não repassar para as mensalidades."
Mas nem sempre é assim. Desempregado desde agosto, o metalúrgico Sidnei Aparecido da Silva, de 36 anos, tentou negociar um desconto com a escola em que a filha de 8 anos estudava. "Já não tinha mais onde cortar no orçamento de casa. Troquei o carro por um mais barato, cortei passeios, não temos luxo. Sempre paguei a mensalidade em dia, mas a escola não quis nem negociar e não tivemos mais condições de pagar."

A decoradora Ana Paula Barone, de 35 anos, também tentou desconto na mensalidade antes de recorrer à escola pública para os filhos mais novos, de 7 e 8 anos. Sem sucesso, eles foram estudar na escola estadual Blanca Zwicker Simões, na zona leste. "É uma escola modelo, mas, como só vai até o 5º ano, matriculamos apenas os menores. O mais velho continua na particular". 
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

domingo, fevereiro 28, 2016

LULA ATACA MEMBROS DA JUSTIÇA E A IMPRENSA EM FESTA DE ANIVERSÁRIO DO PT

O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva utilizou a festa de aniversário do PT, neste sábado (27), para se defender e disse que a chácara de Atibaia foi 'uma surpresa' oferecida por Jacó Bittar, ex-prefeito de Campinas e de quem é 'amigo há 40 anos', para que pudesse utilizar quando deixasse a Presidência da República.

O imóvel, segundo ele, foi comprado com um cheque administrativo repassado por Bittar ao filho, Fernando. Lula, que insistiu em dizer que a surpresa sobre a existência do sítio foi revelada a ele apenas na segunda semana de janeiro de 2011, quando Dilma Rousseff já havia assumido, atacou a imprensa pela cobertura da investigação:

"Ando de saco cheio com comportamento dos nossos inimigos e da imprensa. Brigamos para ter Ministério Público forte. Não imaginava ter uma parte do Ministério Público subordinada à imprensa brasileira, fazendo o jogo da “Veja”, do GLOBO. As pessoas que se subordinam desta forma não merecem o cargo", ressaltou.
"Digo que não tenho apartamento. Um cidadão, obedecendo ao GLOBO e a TV Globo, diz que o tríplex é meu. É uma situação sui generis. Quando terminar o processo, podem me dar o apartamento e a chácara".

O ex-presidente também criticou o Judiciário por agir, segundo pensa, pressionado pela mídia:
"Não se pode criminalizar qualquer pessoa pelas manchetes da imprensa. Os juízes tem medo de votar temendo as manchetes dos jornais. Nenhum pais será serio se um ministro da Suprema Corte, do TCU ou funcionário público tiverem de agir por conta de pressão da opinião pública".
Lula admitiu disputar a sucessão de Dilma:
"Se for necessário, se vocês entenderem que a manutenção do projeto corre risco, estarei com 72 anos e tesão de 30 para ser presidente da República".
Com O Globo.

PT x GOVERNO - DILMA BUSCA SE DISTANCIAR DO SEU PARTIDO

A presidente Dilma Rousseff iniciou um processo de afastamento do PT em busca de conter as investidas da oposição e de parte do PMDB pela retirada dela do Palácio do Planalto. Como já era esperado, a presidente não compareceu nesse sábado, 27, à festa de 36 anos de seu partido, no Rio de Janeiro. De acordo com um integrante do governo, Dilma está convencida de que é impossível preservar o mandato sem se descolar da legenda, alvejada pela Lava Jato e contrária à reforma da Previdência, considerada prioritária pela presidente para atrair o apoio do empresariado e recuperar credibilidade no mercado.

Os últimos dias expuseram os caminhos distintos que Dilma e seu partido defendem para a superação das crises política e econômica.

A ala majoritária do PT já está decidida a manter uma distância regulamentar da presidente e de suas diretrizes para a economia. Petistas históricos abrigados na Esplanada dos Ministérios se articulam com movimentos sociais para pressionar Dilma, inclusive com manifestações nas ruas, a esquecer a reforma da Previdência e a rever sua nova estratégia política, que prevê também uma aproximação com a oposição, especialmente a tucana.

Alguns conselheiros da presidente avaliam não ser interesse de todos os setores do PSDB retirá-la do cargo antes do término do mandato, em 2018. Para eles, os grupos do governador Geraldo Alckmin e do senador José Serra não endossam para valer a tese de cassação do mandato da petista pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que poderia resultar na convocação de novas eleições, caminho defendido por Aécio Neves.

No entanto, em conversas reservadas na semana passada, aliados de Serra e de Alckmin avaliaram que o maior problema de Dilma não é o PSDB e a ação no TSE, mas a ala do PMDB contrária ao governo, que nos últimos dias, após a prisão do ex-marqueteiro da presidente João Santana, voltou se articular em torno do impeachment e passará a buscar apoios no setor empresarial.

Ontem, em Santiago, Dilma justificou a ausência no aniversário do PT com a alegação de que não chegaria a tempo de participar do evento. Questionada sobre as críticas do partido ao ajuste fiscal conduzido por sua administração, ela disse que não governa só para o partido, mas para toda a população. “Eu não governo só para o PT. Eu governo para os 204 milhões de brasileiros”, afirmou.

A presidente procurou reduzir a tensão, um dia após o PT divulgar um documento no qual sugere novos impostos e o uso de reservas para que o País saia da crise. Dilma, porém, voltou a mencionar uma reforma previdenciária como essencial para o equilíbrio fiscal. Segundo ela, a mudança na aposentadoria poderá ser feita progressivamente. “É fundamental que trabalhemos um pouco mais. Mas não agora, não amanhã, não depois de amanhã. Eu acho que é o que pessoas temem”, disse.

Ao falar sobre o distanciamento com o partido pelo qual foi eleita, Dilma disse não acreditar que as relações entre o governo e o PT devam se caracterizar pela adesão sem avaliação crítica. “Um partido é um partido, um governo é um governo”, afirmou a presidente. “É preciso ajuda de todos os partidos da minha base e do PT, sobretudo, porque é o partido ao qual eu pertenço e pelo qual eu fui eleita.”

Dilma chegou na manhã de sexta-feira a Santiago em uma visita oficial organizada às pressas pelo governo chileno à pedido do Brasil, com uma duração e uma agenda mais ampla que a usual. Ontem ela voltou a almoçar com a presidente chilena Michelle Bachelet, como no dia anterior, desta vez na sede da Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal) e palestrou para economistas. Embora tenha lembrado o “problema de distância” e a falta de tempo para chegar à festa petista, Dilma não demonstrou pressa de deixar o Chile. Seu voo, que deveria decolar às 17 horas, atrasou.

A festa para comemorar os 36 anos do PT, na noite de ontem, foi marcada por um desagravo ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva até mesmo nas paredes de tijolo aparente do Armazém da Utopia, forradas de homenagens a ele. Mas a presidente não foi poupada. “Dilma, chega de ajuste fiscal e superávit!”, dizia uma das faixas seguradas por militantes na plateia. A presidente enviou uma carta à direção do partido que foi lida durante o ato pelo presidente nacional da legenda, Rui Falcão. Ela apontou a legenda, o governo e Lula como alvos de “ataques sistemáticos” e ressaltou a importância da relação com movimentos sociais, insatisfeitos com a política econômica do segundo mandato. Apesar das divergências com o partido na área econômica, ela reafirma na carta o compromisso com a “estratégia de desenvolvimento” adotada desde o governo Lula.

Apelo
Em seu discurso, o ex-presidente fez um apelo aos presentes: “A companheira Dilma sozinha não terá forças para resolver este problema e nós, por mais que tenhamos divergência com qualquer pessoa do governo, este governo é nosso e temos responsabilidade de fazer dar certo”.

Para ele, um militante petista “não pode num momento de crise virar as costas e dizer que ‘o problema não é meu'”. “O problema é nosso, é meu, é seu e da Dilma.” Lula, contudo, destacou que antes de atender aos anseios do mercado, Dilma precisa governar para “o povo”. “A Dilma tem que ter certeza que, por mais que tenha divergência, o lado dela é este.” 
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

sábado, fevereiro 27, 2016

UVA e UFC - IPUENSES CONQUISTAM APROVAÇÃO EM ODONTOLOGIA E ENGENHARIA CIVIL

Carlos, Professor Ronyere Gomes e Pedro Vitor
A Equipe do Cursinho Bizurando parabeniza os seus talentosos alunos Carlos Aragão, aprovado em Odontologia na UFC e Pedro Vitor, aprovado em Engenharia Civil na UVA!
Devidamente já matriculados em seus respectivos cursos, Carlos e Pedro são exemplos de dedicação e apego aos estudos. 
Nos Vestibulares mais concorridos da nossa região, os alunos do Bizurando colocam a educação Ipuense em primeiro Lugar!!!!

quinta-feira, fevereiro 25, 2016

Áudio- OUÇA A EDIÇÃO DE HOJE, QUINTA (25), DO QUADRO NOS BASTIDORES DA POLÍTICA

DEPUTADO MOSES RODRIGUES CONSEGUE APROVAÇÃO DE RECURSOS PARA A SAÚDE DO CEARÁ

O deputado federal Moses Rodrigues (PPS/CE), após empreender esforços conseguiu aprovar na Comissão Mista de Orçamento (CMO), a emenda de bancada apresentada por ele e outros parlamentares no valor de R$ 24,9 milhões, no Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA/2016), com objetivo de atender demandas de custeio da saúde do Ceará.
“O nosso esforço em aprovar esta emenda valeu muito a pena, pois sabemos que um dos clamores do povo Cearense é ter um atendimento digno na saúde pública, que se encontra precária. Por isso, defendemos esta emenda com tanto afinco. Esses recursos poderão oxigenar a saúde”, enfatizou Moses Rodrigues. 

De acordo com o parlamentar, o próximo passo para que os recursos sejam garantidos é o empenho pelo Governo Federal.

Lei Orçamentária Anual 
A Lei Orçamentária Anual  (LOA) disciplina todas as ações do Governo Federal. Nenhuma despesa pública pode ser executada fora do Orçamento. No Congresso, deputados e senadores discutem, na Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO), a proposta enviada pelo Executivo, fazem as modificações que julgam necessárias por meio das emendas e votam o projeto. Depois de aprovado, o projeto é sancionado pelo Presidente da República e se transforma em Lei.

MAIS UM SECRETÁRIO DEIXA O GOVERNO CAMILO SANTANA

Após 13 meses à frente da Secretaria da Cultura do Estado (Secult), Guilherme Sampaio pediu exoneração do cargo. Ele deixa a pasta com críticas à administração, mas promete continuar a apoiá-la. De volta à Câmara Municipal, reforçará o coro contra a gestão Roberto Cláudio (PDT). Ainda que não volte à liderança da oposição, como era antes de ir para o Governo, deve ser protagonista nas discussões deste último semestre de mandato do prefeito.
Ida de Guilherme Sampaio para o secretariado estadual, inclusive, foi interpretada como uma estratégia do governador Camilo Santana, aliado de RC, para enfraquecer o movimento de candidatura própria do PT em Fortaleza.
“Esta decisão é motivada por minha convicção pessoal, consolidada ao longo dos últimos meses, de que o ousado programa apresentado pelo governador exige uma Secretaria forte, autônoma e com autoridade necessária para a execução desta tarefa, o que não vejo em perspectiva”, diz, em nota.
ntre as motivações, o parlamentar destaca as “iminência do calendário eleitoral” e “responsabilidade partidária”. Guilherme integra o grupo que defende a candidatura própria do PT em Fortaleza. Ele é um dos nomes cotados como pré-candidato do partido. Ainda que não dispute o Executivo, o vereador deve buscar reeleição para o parlamento municipal. Pela legislação eleitoral, ele poderia continuar no Executivo até abril.
A decisão chegou a ser celebrada por colegas, como o vereador Ronivaldo Maia. “Ainda não falei com Guilherme, mas creio que o fato de o governador ter sinalizado que o PT deveria apoiar Roberto Cláudio deve ter pesado para ele. Somado, claro a outras queixas como falta de autonomia”, avalia.
O presidente estadual do PT, De Assis Diniz, conta que Guilherme já vinha mostrando, há algum tempo, insatisfação com as dificuldades de agir dentro da pasta. A reclamação de falta de autonomia é recorrente em secretários do governo Camilo Santana, como ocorreu com o ex-titular da Saúde, Carlile Lavor, e o ex-secretário de Esporte, David Durand.
“Na visão dele tem que ter celeridade e, na gestão pública, nem sempre pode ser feito no tempo que se quer”, afirma Diniz. Ele destaca ainda que, neste ano, o período pré-eleitoral será ainda mais importante e exige bastante dos candidatos. “Com a reforma, a pré-campanha será decisiva, já que só teremos 45 dias de campanha (em vez de 90 dias)”, conclui.
Fonte: O Povo

PT SOFRE DERROTA NA CÂMARA - PETROBRÁS PERDE MONOPÓLIO NA EXTRAÇÃO DO PRÉ-SAL

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira a alteração da regra de participação mínima da Petrobras na exploração do pré-sal, como operadora única. Os senadores aprovaram um substitutivo do relator Romero Jucá (PMDB-RR) ao texto original de autoria do senador José Serra (PSDB-SP), que tramitava em regime de urgência. O texto seguirá para a Câmara dos Deputados.

O projeto foi aprovado com 40 votos favoráveis, 26 contrários e duas abstenções. A medida acaba com a participação mínima de 30% da Petrobras no consórcio de exploração do pré-sal e com a obrigatoriedade de a estatal ser a única responsável pela "condução e execução, direta ou indireta, de todas as atividades de exploração, avaliação, desenvolvimento, produção e desativação das instalações de exploração e produção".

Negociação - O texto substitutivo de plenário foi costurado pelo governo Dilma Rousseff com Jucá, mas mesmo assim sofreu resistência do PT e de parte da base aliada. Partidos como a Rede, o PDT, o PTB, PRB, PSB e PCdoB encaminharam voto contra o projeto. Estudantes da UNE vestidos com jaleco laranja da Petrobras fizeram protesto no Senado contra a proposta. PSDB, PMDB, DEM, PP, PSD e PR defenderam a mudança na legislação.
"Estamos meio perplexos porque formos derrotados por uma aliança do governo com o PSDB", disse o senador Lindbergh Farias (PT-RJ). "Vamos continuar nossa luta para que a presidente Dilma vete esse projeto se chegar ao Palácio do Planalto."

Os defensores da proposta disseram que a Petrobras, endividada e desgastada pelo escândalo do petrolão, não tem condições financeiras atualmente de participar de todos os campos em águas profundas. Os contrários afirmaram que o projeto favorece multinacionais e entrega riquezas da camada do pré-sal a empresas privadas, no momento em que o barril de petróleo é negociado por preço abaixo de 30 dólares.
Fonte: Veja.com

quarta-feira, fevereiro 24, 2016

IFCE de Ipu - SÁVIO PONTES TEM AUDIÊNCIA NO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E FAZ DOAÇÃO DE TERRENO

Ministro Mercadante e Sávio Pontes
Mesmo sem mandato, mas demonstrando engajamento na defesa dos interesses de sua terra natal, o ex-prefeito Sávio Pontes (PSD) esteve hoje, quarta (24) em Brasília em audiência no Ministério da Educação acompanhado da Vereadora Efigênia Mororó e ciceroneado pelo Deputado Federal Domingos Neto - o mais bem votado em Ipu nas últimas eleições para a Câmara Federal. 

O objetivo maior da Audiência com o Ministro Aloísio Mercadante (PT), técnicos da pasta federal  e o secretário de ensino profissional Marcelo Félix, era para agilizar a vinda do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFCEpara a cidade de Ipu. 
Sávio Pontes oficializou junto ao Ministério que está doando um terreno no Bairro da Mina para que o órgão se instale. 

A vinda de tão importante obra tem sido defendida por Pontes desde quando o mesmo ainda era gestor de Ipu. O deputado Domingos Neto é o autor do projeto que contempla a educação ipuense e que tem como relator o Deputado Federal Cabo Sabino. 

Encontro com Cid
O ex-Deputado Estadual aproveitou sua estadia na capital Federal para prestigiar a solenidade de afixação da foto do ex-governador Cid Gomes(PDT) na galeria dos ex-Ministros da Educação. 
Cid, o qual recentemente prestigiou Sávio Pontes dando-lhe o comando do PDT de Ipu, foi bastante afável com o político de Ipu o qual reconhecidamente foi um dos articuladores da sua chegada ao governo do Estado em 2006.

Conquistas Educacionais para o Ipu
Sávio Pontes, quando Prefeito, conseguiu dois grandes equipamentos para a cidade: a Escola Profissionalizante Tarcísio Aragão e Escola de Ensino Médio Antonio Pereira de Fárias no Distrito de Várzea do Jiló. 

terça-feira, fevereiro 23, 2016

"Erramos, mas acertamos muito mais', DIZ LULA EM PROGRAMA DO PT

Em propaganda partidária do PT que irá ao ar nesta terça-feira (23), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva admite que o partido cometeu erros no governo, mas declara que os acertos foram maiores. O vídeo foi apresentado à imprensa pelo presidente do PT, Rui Falcão.
“Somos o país que mais resolveu as desigualdades. Quem diz isso é a ONU. É isso no fundo que incomoda essa gente [...]. É verdade que erramos, mas acertamos muito mais. E podemos acertar muito mais ainda”, afirma Lula, na propaganda partidária, sem entrar em detalhes sobre os “erros” cometidos.
O ex-presidente não comenta sobre as investigações da Operação Lava Jato, nem sobre as suspeitas levantadas pelo Ministério Público Federal de que seria dono de um sítio e de um apartamento reformados pela construtora OAS, investigada por suspeita de envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras.
No vídeo do PT, que tem 10 minutos de duração, locutores e apresentadores fazem uma defesa de Lula. Eles dizem que o ex-presidente é alvo de “ataques”, mas que continua sendo “a voz de um país mais forte”.
“Agora atacam e caluniam o presidente Lula. Desrespeitam todas as regras. Tentam manchar sua história. Preconceituosos que não querem aceitar suas ideias e suas origens. As privações, a privacidade invadida. Tudo isso passa. Lula, você permanece sendo a voz de um país forte [...] Você tem respeito, amor e morada definitiva”, diz a propaganda partidária.
A presidente Dilma Rousseff não aparece nas imagens. Segundo Rui Falcão, ela não quis participar da propaganda partidária. “Acho que ela preferiu não [participar]. Ela foi convidada”, disse o presidente do PT.

'União'
A propaganda do PT pede, ainda, “união” para enfrentar a crise econômica e busca reforçar que as dificuldades são passageiras. “Não é hora de defender bandeiras que nos separam. Hora é de reunir forças para fortalecer o Brasil. Por que tanto ódio e intolerância contra um partido nesse momento, em que se precisa de união?”, diz o locutor.

Em seguida, populares aparecem dizendo que a crise é uma “fase” e que essa não é a primeira vez que o Brasil enfrenta problemas econômicos. “Ninguém pode correr da fumaça, tem que arranjar um jeito de apagar o fogo”, diz um homem. “É trabalhar. Vamos trabalhar”, dizem outros populares.

Em seguida, Rui Falcão aparece no vídeo para dizer que não serão “permitidas” medidas econômicas que prejudiquem a população. “No passado, ao sinal de qualquer problema na economia, quem pagava a conta era o povo. Nós que fizemos juntos tantas mudanças não vamos permitir que dificuldades passageiras tragam insegurança para as famílias. Nenhuma medida econômica pode ser boa se deixar para trás as pessoas”, afirma.

Lula também menciona a crise econômica, no vídeo, e diz que " parece que virou moda falar mal do Brasil". "Hoje tenho muito mais confiança no Brasil do que eu tinha quando tomei posse, em 2003. Nenhum outro país saiu da pobreza em tão pouco tempo. As pessoas que falam em crise, crise, crise ficam minando a confiança do Brasil. Mas continuamos sendo o gigante do agronegócio. Somos o terceiro maior exportador de aviões", afirmou.
Fonte G1

INVESTIGAÇÃO APONTA QUE INSTITUTO LULA PODE TER RECEBIDO DINHEIRO IRREGULAR DE CONSTRUTORA

A Polícia Federal aponta para “possível envolvimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em práticas criminosas”. Em relatório de 44 páginas anexado ao inquérito da Operação Acarajé – 23.ª etapa da Lava Jato -, em que complementa pedido de buscas o delegado Filipe Hille Pace analisa a anotação “Prédio (IL)” encontrada em celular do empresário Marcelo Odebrecht ao lado de valor superior a R$ 12 milhões.
“Em relação à anotação ‘Prédio (IL)’ a Equipe de Análise consignou ser possível que tal rubrica faça referência ao Instituto Lula. Caso a rubrica ‘Prédio (IL)’ refira-se ao Instituto Lula, a conclusão de maior plausibilidade seria a de que o Grupo Odebrecht arcou com os custos de construção da sede da referida entidade e/ou de outras propriedades pertencentes a Luiz Inácio Lula da Silva.”

O delegado assinala que “é importante que seja mencionado que a investigação policial não se presta a buscar a condenação e a prisão de ‘A’ ou ‘B’. O ponto inicial do trabalho investigativo é o de buscar a reprodução dos fatos. A partir disto, se tais fatos apontarem para o cometimento de crimes, é natural que a persecução penal siga seu curso, com o indiciamento pelo delegado de Polícia, o oferecimento de denúncia pelo Ministério Público.”
“O possível envolvimento do ex-presidente da República em práticas criminosas deve ser tratado com parcimônia, o que não significa que as autoridades policiais devam deixar de exercer seu mister constitucional”, ressalta o relatório.
O delegado aponta para uma planilha com anotações “possivelmente idealizada por Marcelo Bahia Odebrecht”. Os dados, segundo ele, “revelam, a partir do que foi possível apurar em esfera policial o controle que o dirigente máximo do Grupo Odebrecht tinha sobre a destinação de recursos, à margem da lei, ao Partido dos Trabalhadores.”
O relatório faz menção, ainda, ao ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, preso desde abril de 2015 na Lava Jato. “Há, em anotação do celular de Marcelo Bahia Odebrecht menção a palavra ‘Prédio’. Na nota, a palavra está acompanhada de ‘Vaca’, sendo que a conclusão alcançada foi a de que seriam disponibilizados recursos a João Vaccari Neto.”
O documento pontua a composição do montante de R$ 12,42 milhões supostamente destinado à construção do Instituto Lula – três vezes o valor de R$ 1.057.000,00 (R$ 3.171.000,00), acrescidos dos valores de R$ 8.217.000,00 e 1.034.000,00.
“A composição do valor de R$ 12.422.000 faz referência a valores específicos, possivelmente devidos em razão de serviços prestados, por exemplo, cujo valor é calculado com base no preço de produtos e mão de obras. As investigações policiais conduzidas na Operação Lava Jato demonstraram que a negociação de vantagens indevidas, quando se referiam a transferências bancárias no exterior ou disponibilização do recurso em espécie, permaneciam, geralmente, em números inteiros – tal como R$ 500.000,00, R$ 1.000.000,00, R$ 1.500.000,00. Não é crível que o agente corrompido solicitasse a disponibilização, em espécie, de valores quebrados, tal como R$ 1.057.000,00”, aponta o texto.

“Valores ‘quebrados’ foram identificados em duas situações: quando a vantagem indevida era calculada a partir de porcentuais – no caso dos contratos da Petrobras – e quando a vantagem se travestia na disponibilização de serviços, bens e outras benesses passíveis de serem valoradas precisamente. Assim, caso a rubrica ‘Prédio (IL)’ refira-se ao Instituto Lula, a conclusão de maior plausibilidade seria a de que o Grupo Odebrecht arcou com os custos de construção da sede da referida entidade e/ou de outras propriedades pertencentes a Luiz Inácio Lula da Silva.”
Fonte: Estadão Conteúdo

Prisão: DEPOIS DOS TESOUREIROS AGORA É O MARQUETEIRO DO PT

A nova etapa da Operação Lava Jato, deflagrada ontem e intitulada “Acarajé”, teve oito mandados de prisão decretados, entre eles estão o do publicitário João Santana e de sua mulher, Mônica Moura. O casal está fora do País, em viagem à República Dominicana, mas já embarcou rumo ao Brasil. Os mandados deles são de prisão temporária. 
A polícia apreendeu na casa do engenheiro Zwi Skornicki, representante oficial no Brasil do Estaleiro Keppel Fels, documentos em que a esposa dá orientações de como enviar dinheiro para contas no Exterior. Um dos documentos é assinado por Mônica - com o sobrenome Santana. Zwi Skornicki foi preso preventivamente na operação de ontem. Ele é suspeito de fazer pagamento de propinas em negócios com a Petrobras.
A polícia também identificou um email de Mônica para um grupo de funcionários da construtora Odebrecht, que era responsável pelos pagamentos da empresa no Exterior. O destino final dos repasses seriam contas na Suíça, a partir de financeiras localizadas nos Estados Unidos.
Fonte: O Povo

"Educação de Ipu está arrasada, no esporte não tem nada e assim são todos os seguimentos" - DETONA NONATO MARTINS

Ex-vereador Nonato Martins, pai do vice-prefeito de Ipu e do vereador Nonato Filho, contemporâneo do também ex-vereador Chagas Peres, ligou para a Rádio Regional de Ipu AM 1520, nesta sexta-feira (19/02) e participou do programa Fatos em Debate, apresentado pelo renomado radialista Hélio Lopes, e hipotecou a sua solidariedade ao engenheiro agrônomo Dr. Chagas Peres, no episódio da Ematerce, agência de Ipu-CE.

Nonato afirmou que há muito tempo essa perseguição vem acontecendo ao Chagas Peres, e que o prefeito deveria era ocupar o seu tempo trabalhando pelo povo, ao invés de se preocupar em perseguir. " A educação está arrasada, no esporte não tem nada, e assim são todos os segmentos"! Detona Nonato Martins.

Perguntado pelo apresentador do vespertino de maior audiência do rádio ipuense, porque ele e seus filhos saíram do lado do poder, onde se tem toda uma acomodação, uma zona de conforto, Nonato foi enfático: " O nosso projeto político é de trabalhar pelo povo, não é um projeto político de trabalhar só para uma família. Diferente do projeto político desse prefeito que está aí"!
Fonte: Repórter Francisco José

Apa da Bica do Ipu: ONG, ESCOTEIROS E VEREADOR ADRIANO MELO LIDERAM REFLORESTAMENTO

Neste sábado (20/02), aconteceu a terceira etapa do projeto de Reflorestamento da APA da Bica de Ipu. Projeto idealizado pelo ambientalista e vereador Adriano Melo (PV) está sendo executado em parcerias com a ONG Biodiversidade, Grupo de Escoteiros Águias do Ipuçaba e membros da sociedade civil.

Durante o período da manhã foram plantadas mais de 500 mudas de plantas nativas culminando  com uma chuva que caia lentamente irrigando as plantas que acabaram de ser plantadas. Na execução das três etapas já foram plantadas mais de 2 mil mudas que foram doadas pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Croatá, AGROIPU e a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará - SEMA.
Fonte: Ipunoticias.com

Pires Ferreira: PREFEITA MARFISA AGUIAR ENTREGA A UNIVERSITÁRIOS NOVO TRANSPORTE ESCOLAR

"Há alguns anos atrás Pires Ferreira não tinha ônibus universitários, foram nós que implantamos no município" disse Marfisa Aguiar no ato de entrega do novo Ônibus Universitário entregue por ela ao estudantes do município.

Os estudantes de Pires Ferreira a partir de agora terão mais conforto e segurança na árdua missão de estudar na cidade de Sobral. A Prefeitura Municipal de Pires Ferreira entregou ao povo do município um novo ônibus que servirá exclusivamente para o transporte universitário, para os estudantes do município que cursam universidades na cidade de Sobral, distante 90km do município.

O novo equipamento além de segurança, por se tratar de um veículo novo, oferecerá aos usuários: poltronas confortáveis e reclináveis, cortinas, banheiro e porta bagagens interna. Marfisa no ato de entrega disse que esse poderá ser o primeiro de outros que o município poderá adquirir. "Esperamos que mais jovens possam conseguir o tão sonhado ingresso a Universidade e que possamos estar aqui novamente adquirindo mais um ônibus para vocês" disse a prefeita na saída da primeira viagem do novo veículo. 

Marfisa agradeceu o apoio e firmou o compromisso com os jovens piresferreirense na busca de sucesso profissional e pessoal na vida. "Gostaria de agradecer o apoio que vocês estão dando a gestão. Eu sou muita grata por ter universitários em Pires Ferreira, são pessoas que eu sei que estão estudando para fazer o futuro da nossa cidade e o nosso futuro são vocês" enfatiza.
Fonte: Ipunotícias.com

segunda-feira, fevereiro 22, 2016

Ouça a Edição de hoje, Segunda (22), do Quadro nos Bastidores da Política

REVISTA ÉPOCA DIZ QUE CAMILO AMEAÇA DEIXAR O PT

O governador Camilo Santana (PT) deu o ultimato ao PT: caso o partido decida lançar candidatura própria à prefeitura de Fortaleza, Camilo deixa a sigla. A informação foi divulgada no site da Época na sexta-feira (19).
Apadrinhado pelos irmãos Cid (PDT) e Ciro Gomes (PDT), o governador deve apoiar o prefeito Roberto Cláudio (PDT) à reeleição, indo de encontro aos interesses petistas, que querem articulam a candidatura da deputada federal Luizianne Lins (PT).
Entre os interesses do ex-governador Cid Gomes e os do PT, Camilo deve seguir o padrinho político. O governado já vinha faltando aos debates petistas sobre as Eleições 2016 e comparecendo a eventos públicos com Roberto Cláudio.
Fonte:Cearanews7.com

domingo, fevereiro 21, 2016

Tianguá - NATÁLIA FELIX TERÁ TERCEIRA DISPUTA ELEITORAL CONSECUTIVA CONTRA JEAN AZEVEDO

Em Tianguá na Serra da Ibiapaba, o Prefeito Jean Azevedo (Pros) terá um terceiro embate eleitoral consecutivo contra a ex-prefeita Natália Felix. Jean que foi derrotado pela esposa do ex-prefeito em 2008, mas que saiu vitorioso sobre a mesma em 2012, tentará a reeleição com o apoio do Governador Camilo Santana e do presidente da Assembléia Zezinho Albuquerque. 
Natália que trocou o PMDB pelo PSD, promoveu no último sábado na quadra da Escola Monsenhor Aguiar de Tianguá um movimentado encontro político que contou com a presença dos Deputados Domingos Neto e Odilon Aguiar. A presidente Estadual do PSD, Patrícia Aguiar, se fez presente e referendou Natália como candidata pelas oposições.
Com 68.000 habitantes, Tianguá é a maior cidade da Ibiapaba. Em média, 40.000 eleitores tem comparecido as urnas nas últimas eleições.

GUARACIBA INAUGURA NOVO MERCADO PÚBLICO. E O DO IPU QUE O PREFEITO PROMETEU?

Com recursos próprios, a Prefeitura de Guaraciaba do Norte entregou no último sábado (20), contando com a presença do Governador Camilo Santana o novo Mercado Público Municipal. O chefe do executivo cearense foi a cidade serrana assinar a ordem de serviço para a construção de Centro de Educação Infantil (CEI) no valor de R$ 1,1 milhão, oriundos do Governo do Estado, por meio de empréstimo com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e contrapartida do município.
Estiveram presentes na solenidade o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque; o secretário adjunto da Educação, Armando Simões; o deputado federal Odorico Monteiro;
 os deputados estaduais Bruno Pedrosa, Augusta Brito e Tin Gomes; entre outros.


PREFEITO SERGIO RUFINO
Quem foi até Guaraciba para prestigiar o evento da cidade foi o Prefeito de Ipu Sergio Rufino. Muito criticado por ter várias obras anunciadas com muita pompa e paralisadas, o gestor de Ipu, segundo o site Netcina "aproveitou a oportunidade para uma boa conversa com o Governador sobre as diversas ações que estão sendo desenvolvidas no município de Ipu, em parceria com o Governo do Estado."
Sergio Rufino que conseguiu recentemente tirar um desafeto seu do comando da Ematerce, não tem conseguido força junto ao governador para que o mesmo destina verbas para a conclusão de obras na cidade como é o caso da Praça Nilson Rufino/CVT.

MERCADO PÚBLICO DE IPU
Sergio Rufino deveria seguir os passos do gestor de Guraciaba que conseguiu com recursos próprios reformar e entregar para os seus munícipes um novo Mercado Público. O gestor de Ipu, depois de uma viagem à Brasília chegou até a alardear o Mercado de Ipu que hoje se encontra numa situação deplorável.

CLIQUE AQUI E VEJA MATÉRIA SOBRE O ANÚNCIO DA REFORMA DO MERCADO FEITA PELO PREFEITO

GRUPO DA "TERCEIRA VIA" ESTREIA NO RÁDIO COM DURAS CRÍTICAS A GESTÃO SERGIO RUFINO

A Fm Cidade de Ipu (106,3) mais uma vez volta ao centro das atenções ao ter inserido em sua grade de programação um programa político que oferece sustentação política ao Grupo de Terceira Via de Ipu. No sábado (20) das estreias na emissora, teve a primeira edição do Programa Política em Debate que tem como componentes: Rárisson Ramon (apresentador), Nonato Martins (analista político), Dr. Carlos Eduardo (comentarista), Adriano Melo (comentarista) e Nonato Filho (comentarista).

O programa é veiculado aos sábados, das 12 às 14 horas, e objetiva-se a informar aos ouvintes o que se passa na política nacional, estadual e municipal, sendo esta última o foco central de atuação dos componentes. No formato do Programa há o quadro Legislativo em Destaque que propõem-se a analisar o que se passa no legislativo local.

As polêmicas ocorreram a partir dos comentários de Nonato Martins e Dr. Carlos Eduardo que não pouparam críticas a forma de governo do atual prefeito de Ipu senhor Sérgio Rufino. Adriano Melo também criticou profundamente a situação do transporte escolar fornecido pela Prefeitura aos alunos da rede municipal e aos universitários.

As tendências é que a linha de opinião do Política em Debate sirva de voz aos clamores de uma população ipuense tão carente serviços públicos eficientes e céleres.
Fonte Expressoipu.blogspot.com

Comando da Ematerce de Ipu - VITÓRIA TARDIA OU FRAQUEZA DO PREFEITO DE IPU?

Desde de janeiro de 2013, o Prefeito Sergio Rufino (PCdoB) tinha como um de seus desejos políticos o comando da Ematerce de Ipu. A vontade do líder da Família Rufino era maior pelo fato da empresa está sobre o comando do ex-vereador Chagas Peres, o qual é forte militante político do grupo de oposição e comentarista político nas edições de sexta do jornalístico Fatos em Debate da Rádio Regional, emissora com forte editorial de críticas e denúncias contra a gestão municipal atual.

Rufino, também pressionado por correligionários, afirmava que somente depois das eleições para Deputado Estadual de 2014 é que poderia pleitear o cargo, pois a indicação de Chagas obedecia o critério de cota do Deputados Estadual mais votado por cidade. Peres pertencia a cota do Deputado Estadual Sergio Aguiar, mais votado em 2010 em Ipu e líder político da oposição junto ao Governo do Estado. 
Nas eleições de 2014, Augusta Brito (PCdoB), apoiado por Sergio Rufino, passou a ser a mais votada pelos ipuenses e, portanto, passou teoricamente a comandar os cargos de indicação estadual.

O ano de 2015 mal começara e a "cabeça" de Chagas Peres já era dada como certa pela imprensa do Prefeito de Ipu. Mas o Prefeito e sua Deputada somente agora, em meados fevereiro de 2016, conseguiram derrubar o funcionário de carreira do Estado e que também é comandante do PTD de Ipu.

Comemoração
Correligionários do Prefeito soltaram fogos e festejaram em um bar próximo a Ematerce na última quinta, 18. Em um programa de rádio da Prefeitura, o o ex-presidente do Poder Legislativo de Ipu foi alvo de chacota pelos apresentadores Joaci Melo e Ademir Gregório. Na sexta,19, Sergio Rufino empossou o seu aliado no comando da empresa agrícola em uma cerimônia de cunho político. 

Solidariedade
Também na última sexta, Chagas Peres foi alvo de uma expressiva homenagem de amigos, lideranças políticas e ouvintes na edição do Fatos em Debate da AM Regional de Ipu. O funcionário público e engenheiro agrônomo fez questão de enfatizar as realizações da sua gestão à frente daquele órgão.

Bastidores
Gravações radiofônicas com declarações políticas muito fortes de Chagas Peres na Rádio Regional, chegaram ao gabinete do Governador e da Secretaria de Agricultura do Estado. As declarações do agora ex-gerente, que nunca negava que no cargo fazia ações politicas, foram decisivas para sua não mais permanência.
Sergio Rufino estava também decidido a colocar um aparentado no cargo, mas foi a conselhado por membros do governo para colocar um técnico da área que não tivesse laços familiares com o mesmo. 

Camilo Santana e Sergio Aguiar
Não vejo a saída de Chagas como uma fraqueza do Deputado Sergio Aguiar, pois o critério do Governo do Estado teve que ser mantido, assim como tem sido nas demais cidades. Por outro lado, é equivocado pensar que o Governador Camilo Santana já decidiu de que lado vai ficar nas eleições de Ipu em 2016. O mesmo, assim como Cid fazia, vai esperar o carro andar e as pesquisas falarem como deve agir.

Faca de Dois Gumes
Sergio Rufino saiu fortalecido? Nem tanto, pois as mesmas "forças ocultas" que seguraram Chagas até agora, são as mesmas que não lhe deixaram ficar com o cobiçado PDT dos Ferreira Gomes.
Embora ele não seja o primeiro e nem vai ser o último a fazer atos deste tipo que soam como "perseguição", o Prefeito de Ipu acabou por dar munição para que sua força política junta ao Governador seja questionada. O gestor de Ipu que não tem força em prol do município, em meio a obras alardeadas e paralisadas onde uma simples praça de caminhada não é concluída, usa sua influência só para perseguir seus desafetos? 

Veja: O TRIPLEX DO CASAL LULA É ALVO DE NOVAS EVIDÊNCIAS

Em fevereiro de 2014, as obras do Edifício Solaris, no Guarujá, tinham acabado de ser concluídas. A OAS era a empreiteira responsável. O apartamento 164-A, embora novo em folha, já passava por uma reforma. Ganharia acabamento requintado, equipamentos de lazer, mobília especialmente sob encomenda e um elevador privativo. Pouca gente sabia que o futuro ocupante da cobertura tríplex de frente para o mar seria o ex-presidente Lula. Era tudo feito com absoluta discrição. Lula, a esposa, Marisa Letícia, e os filhos visitavam as obras, sugeriam modificações e faziam planos de passar o réveillon contemplando uma das vistas mais belas do litoral paulista. A OAS cuidava do resto. Em fevereiro de 2014, a reforma do sítio em Atibaia onde Lula e Marisa descansavam nos fins de semana já estava concluída. O lugar ganhou lago, campo de futebol, tanque de pesca, pedalinhos, mobília nova. Como no tríplex, faltavam apenas os armários da cozinha.
Os planos da família, porém, sofreram uma mudança radical a partir de março daquele ano, quando a Operação Lava-Jato revelou que um grupo de empreiteiras, entre elas a OAS, se juntou a um grupo de políticos do governo, entre eles Lula, para patrocinar o maior escândalo de corrupção da história do país. As ligações e as relações financeiras entre Lula e a OAS precisavam ser apagadas. Como explicar que, de uma hora para outra, o tríplex visitado pela família e decorado pela família não pertencia mais à família? Teria havido apenas uma opção de compra. O mesmo valia para o sítio de Atibaia - reformado ao gosto de Lula, decorado seguindo orientações da ex-primeira-dama e frequentado pela família desde que deixou o Planalto. Em 2014, os Lula da Silva passaram metade de todos os fins de semana do ano no sítio de Atibaia.
Por que Lula e Marisa deram as diretrizes para as reformas no tríplex do Guarujá e no sítio de Atibaia se não são seus donos? Por que a OAS, que tem seu presidente e outros executivos condenados por crimes na Operação Lava-Jato, gastou milhões com Lula? O Ministério Público acredita que está chegando perto das respostas a essas perguntas - a que o próprio Lula se recusou a responder, evadindo-se do depoimento que deveria prestar sobre o assunto na semana passada. Para o MP, Lula se valeu da construtora e de amigos para ocultar patrimônio. Os investigadores da Lava-Jato encontraram evidências concretas disso. Mensagens descobertas no aparelho celular do empreiteiro da OAS Léo Pinheiro, um dos condenados no escândalo de corrupção da Petrobras, detalham como a empresa fez as reformas e mobiliou os imóveis do Guarujá e de Atibaia, seguindo as diretrizes do "chefe" e da "madame" - Lula e Marisa Letícia, segundo os policiais.
Em fevereiro de 2014, Léo Pinheiro era presidente da OAS, responsável pela condução de um império que já teve quase 70 000 trabalhadores, em 21 países, construindo plataformas de petróleo, hidrelétricas, estradas e grandes usinas. Àquela altura, porém, ele estava preocupado com uma empreitada bem mais modesta. A instalação de armários de cozinha em dois locais distintos: Guarujá e Atibaia - a "cozinha do chefe". O assunto, de tão delicado, estava sendo discutido com Paulo Gordilho, outro diretor da empreiteira, que avisa: "O projeto da cozinha do chefe está pronto". E pergunta se pode marcar uma reunião com a "madame". Pinheiro sugere que a reunião aconteça um dia depois e pede ao subordinado que cheque "se o do Guarujá está pronto". Seria bom se estivesse. Gordilho responde que sim. No dia seguinte, o diretor pergunta a Léo Pinheiro se a reunião estava confirmada. "Vamos sair a que horas?", quer saber. "O Fábio ligou desmarcando. Em princípio será às 14 hs na segunda. Estou vendo, pois vou para Uruguai", responde o presidente da empreiteira.
Para a polícia, os diálogos são autoexplicativos. No início de 2014, a OAS concluiu a construção do edifício Solaris, onde fica o tríplex de Lula, o "chefe". A partir daí, por orientação da "Madame", a ex-primeira-dama Marisa Letícia, a empreiteira iniciou a reforma e a colocação de mobília no apartamento, a exemplo do que já vinha fazendo no sítio de Atibaia. "Fábio", segundo os investigadores, é Fábio Luís, o Lulinha, filho mais velho do casal. Em companhia dos pais, ele visitou as obras, participou da discussão dos projetos e, sabe-se agora, era a ponte com a família sempre que Léo Pinheiro e a OAS precisavam resolver detalhes dos serviços. Para não incomodar o "chefe" com assuntos comezinhos, a OAS tratava das minúcias diretamente com Marisa e Lulinha. Léo Pinheiro, o poderoso empreiteiro, fazia questão de ter controle sobre cada etapa da reforma. Quando havia uma mudança no projeto, ele era informado. "A modificação da cozinha que te mandei é optativa. Puxando e ampliando para lateral. Com isto (sic) fica tudo com forro de gesso e não esconde a estrutura do telhado na zona da sala", informa Gordilho. Pela data da mensagem, ele se referia ao projeto do sítio de Atibaia.
Fonte Veja

DEPUTADO MOSES RODRIGUES PRESTIGIA ENCONTRO DO PRB EM SOBRAL

A Câmara Municipal esteve lotada de correligionários e pré-candidatos a Vereador pelo partido que tem como estrelas Cabo Sabino e Capitão Wagner, além do presidente de honra, o ex-prefeito de Maracanaú Roberto Pessoa.Para o Cabo Sabino, Sobral está tendo uma grande oportunidade de colocar a frente da Prefeitura o verdadeiro candidato de oposição, disse à imprensa local fazendo referência ao Deputado e ao seu pai.
A Câmara Municipal esteve lotada de correligionários, e pré-candidatos a Vereador pelo partido que tem como presidente de honra, o ex-prefeito de Maracanaú Roberto Pessoa. No encontro que objetivou dar posse e apresentar a nova direção municipal do partido, o clima era de fortalecimento e união entre as lideranças políticas locais do bloco de oposição, capitaneado pelo Deputado Federal Moses Rodrigues. Capitão Wagner foi recebido e saudado pelo povão presente, como pré-candidato a Prefeito de Fortaleza.
Os discursos proferidos deixaram bem claro o desejo de uma dobradinha no sentido de garantir uma chapa forte na disputa pela prefeitura de Sobral. O governador Camilo Santana foi criticado por Capitão Wagner, pela questão da falta de segurança no Estado do Ceará, que na manhã da sexta feira(19) vitimou mais um policial, morto com vários tiros por dois homens, quando saia de casa para fazer caminhada, o fato aconteceu na cidade de Jaguaretama. Subtenente Herbênio era colega de profissão do Capitão Wagner e já trabalhado juntos.
Vários vereadores pertencentes a outros partidos estiveram presentes ao evento, que também contou com a presença do empresário Oscar Rodrigues dirigente do PMDB e de Daniel Rodrigues do PRB e de representantes de outros municípios da região norte.
Com informações de Wilson Gomes e Bené Fernandes

quinta-feira, fevereiro 18, 2016



STF ADMITE PRISÃO LOGO APÓS CONDENAÇÃO EM SEGUNDA INSTÂNCIA

Por 7 votos a 4, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, em julgamento nesta quarta-feira (17), admitir que um réu condenado na segunda instância da Justiça comece a cumprir pena de prisão, ainda que esteja recorrendo aos tribunais superiores.
Assim, bastará a sentença condenatória de um tribunal de Justiça estadual (TJ) ou de um tribunal regional federal (TRF) para a execução da pena. Até então, réus podiam recorrer em liberdade ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao próprio Supremo Tribunal Federal (STF).
Desde 2009, o STF entendia que o condenado poderia continuar livre até que se esgotassem todos os recursos no Judiciário. Naquele ano, a Corte decidiu que a prisão só era definitiva após o chamado "trânsito em julgado" do processo, por respeito ao princípio da presunção de inocência.
O julgamento desta quarta representa uma mudança nesse entendimento. Até então, a pessoa só começava a cumprir pena quando acabassem os recursos. Enquanto isso, só era mantida encarcerada por prisão preventiva (quando o juiz entende que ela poderia fugir, atrapalhar investigação ou continuar cometendo crimes).

Nos votos, os ministros favoráveis à prisão após a segunda instância argumentaram que basta uma decisão colegiada (por um grupo de juízes, como ocorre nos TJs e TRFs) para aferir a culpa de alguém por determinado crime.
Em regra, os recursos aos tribunais superiores (STJ e STF) não servem para contestar os fatos e provas já analisadas nas instâncias inferiores, mas somente para discutir uma controvérsia jurídica sobre o modo como os juízes e desembargadores decidiram.
Fonte G1

quarta-feira, fevereiro 17, 2016

Ipu - OPOSIÇÃO SE REÚNE EM FORTALEZA COM SERGIO AGUIAR

Aconteceu na manhã de ontem, terça (16), no Gabinete do Deputado Estadual Sergio Aguiar (PDT) na Assembleia Legislativa em Fortaleza, uma concorrida reunião com os  vereadores de oposição de Ipu liderados pelos ex-prefeitos Sávio Pontes e Toinha Carlos. Em pauta foi colocada várias demandas do grupo em relação ao Governo do Estado. A Sucessão municipal, embora não fosse prioridade na ocasião, também foi colocada em discussão e foi reafirmado o interesse de Diego Carlos, representado por sua mãe pois o mesmo estava em um outro compromisso, e de Sávio Pontes em encabeçarem a chapa à prefeito como candidatos.

Outro ponto debatido foi o aumento da pressão feita pelo Prefeito de Ipu Sergio Rufino, via Deputada Augusta Brito que foi a mais bem votada na cidade na última eleição, em retirar do comando d Ematerce o atual presidente do PDT Chagas Peres e colocar um membro da Família Rufino para comandar aquela instituição.Tradicionalmente, o comando da Ematerce tem a chancela feita pelo Deputado governista mais bem votado na cidade.

terça-feira, fevereiro 16, 2016

CID E CAMILO SÃO ABSOLVIDOS NO TRE EM AÇÃO DE ABUSO DE PODER POLÍTICO

A Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, na sessão desta segunda-feira, 15/2, presidida pelo desembargador Abelardo Benevides Moraes, julgou improcedente a Ação de Investigação Judicial Eleitoral nº 2554-43, absolvendo, por unanimidade, o ex-governador Cid Gomes e o atual governador Camilo Santana da acusação de abuso de poder político e conduta vedada a agente público nas eleições de 2014.

A relatora do processo, desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, considerou que o Ministério Público Eleitoral, autor da ação, não teve como provar o abuso de poder político, já que os convênios celebrados com 50 municípios observaram a legislação vigente, sendo todos atrelados ao plano de trabalho elaborado pelo Executivo. Além disso, o repasse dos recursos foi feito antes de 5 de julho de 2014, ou seja, fora do período vedado pela legislação eleitoral, de três meses antes das eleições, o que também não caracterizaria conduta vedada a agente público.

A relatora destacou ainda em seu voto que os convênios foram celebrados pelo Governo do Estado tanto com os municípios administrados por prefeitos apoiadores como de oposição aos candidatos Camilo Santana e Izolda Cela, eleitos governador e vice-governadora do Ceará, também promovidos na ação impetrada pelo Ministério Público Eleitoral. Veja o inteiro teor do Acórdão (arquivo PDF), com o voto da desembargadora Nailde Pinheiro Nogueira.
Fonte:CearaAgora.com

segunda-feira, fevereiro 15, 2016

Repasse do Fundeb - SINDICATO PRESSIONA PREFEITO EM DEFESA DOS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO

 
Aconteceu neste sábado (13-02-2016) no Auditório da Bio Extratus importante Audiência Pública com os servidores municipais da educação e o Sindicato dos Servidores Municipais de Ipu - SINDSERVI, na ocasião a presidente do sindicato, Sra. Ivna Carneiro Mororó fez um relato do recurso devido pela União e nunca repassado aos profissionais do magistério dos 60% do antigo FUNDEF - Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental, e que hoje o Governo Federal está sendo obrigado a pagar essa dívida. Cientes de que alguns municípios não tinham intenção de destinar, totalmente ou parcialmente, o percentual de 60% dos recursos do antigo FUNDEF aos servidores do magistério, como uma garantia de Lei, e visando assegurar essa verba para a educação, a Federação dos Trabalhadores (as) no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará - FETAMCE convocou os dirigentes dos sindicatos filiados para orientar a entrarem com ações na Justiça pleiteando o repasse das diferenças do antigo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF), no período de 2003 a 2006. 
Convocado para o dia 9 de dezembro, o encontro reuniu representantes de 47 sindicatos das dez Regiões do Estado onde a entidade está organizada. A Justiça já acatou esses processo e no dia 29 de janeiro de 2016, aconteceu o bloqueio de 60% do valor Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) de Fortaleza e cidades da Região Metropolitana. A decisão atende ao pedido do Sindicato dos Professores e Servidores do Estado, que pede que a verba seja destinada ao magistério.

Em Ipu - O Sindicato ao tomar conhecimento que a Prefeitura Municipal de Ipu entrou na Justiça para receber o precatório do FUNDEF em dezembro de 2014, valor estimado em R$ 11.294.127,72, processo que se encontra no Tribunal Regional Federal, em Recife, aguardando apenas o despacho decisivo do desembargador. Cientes deste dinheiro, o SINDSERVE, através dos seus advogados, está entrando na Justiça para que esses recursos sejam bloqueados antes que sejam depositados nos cofres da Prefeitura Municipal de Ipu, e posteriormente rateados com os servidores do Magistério na conformidade da Lei, visando atender caso a caso.
Essa medida, segundo a presidenta do SINDSERV, Ivna Mororó visa assegurar todas as garantias dos servidores municipais de Ipu.
Em entrevista ao nosso redator do Portal de Notícias Aconteceu Ipu, Afrânio Soares, Ivna Mororó falou também da luta do SINDSERV junto a atual gestão para que a Lei seja cumprida, neste último caso,  todo trabalhador que executa suas funções em atividades insalubres ou perigosas, de forma a amenizar o impacto destas atividades na saúde destes servidores. Segundo ela, deverá em breve entrar na Justiça do Trabalho com esse periciamento para que a Lei seja cumprida.
Assista ao vídeo completo da entrevista "bombástica" com a presidenta do SINDSERV, Ivna Mororó.
*** Dados obtidos do Informativo APEOC e site FETAMCE.
Fonte: Aconteceu Ipu/Afrânio Soares