quinta-feira, setembro 30, 2021

TRE-CE CASSA MANDATO DE VEREADOR E DE SUPLENTES DE SANTANA DO ACARAÚ POR FRAUDE NA CONTA DE GÊNERO

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE) manteve, nessa quarta-feira, a cassação do diploma de candidatos e candidatas por fraude ao percentual de cota de gênero nas Eleições 2020 no município de Santana do Acaraú e Nova Russas. 
No julgamento sobre as denúncias de fraudes na eleição à Câmara Municipal de Santana do Acaraú, o voto do relator, o juiz David Sombra Peixoto, foi acompanhado por todos os membros do Pleno. O relator seguiu o parecer da Procuradoria Regional Eleitoral e declarou a inelegibilidade por oito anos e a cassação de diplomas, a partir das eleições de 2020, de Antônio Arthur Silva Tomás (vereador eleito pelo PTB), das candidatas Ana Paula Carneiro, Maria da Conceição Carneiro; e dos candidatos Francisco Cleiton Carneiro e Francisco Jonathan dos Santos Vale.

Da leitura dos autos, segundo o juiz David Sombra Peixoto, constata-se que a candidata Ana Paula Carneiro, na prestação de contas apresentada à Justiça Eleitoral não declarou nenhuma despesa referente a atos de campanha. Já a candidata Maria da Conceição Carneiro, nos autos da prestação de contas, realizou gastos simplórios em relação ao total de receitas supostamente obtidas pela candidata (R$ 81,25, correspondente a menos de 5% dos mais de R$ 2.000,00 (dois mil reais) obtidos como receita pela candidata)”. Segundo, ainda, o relator, “as provas produzidas são robustas e contundentes a comprovarem a fraude ao sistema de quota de gênero, bem como a demonstrarem a candidatura formal de Ana Paula Carneiro e Maria da Conceição Carneiro, de sorte a simulá-las para fins de registro de candidatura”.

Quem assume?

Com a queda da votação dos candidatos do PTB, partido que foi oposição ao prefeito eleito Meu Deus (PL), uma nova recontagem de votos deve acontecer e abrirá vaga para a suplente Betânia Andrade (PT). 

Arthur Silva pode recorrer ao TSE em Brasília e, caso queira, pode também entrar com um pedido de liminar para tentar permanecer no cargo até a instância jurídica maior dar a sentença final. 

NOMEADO O NOVO JUIZ DA COMARCA DE IPU

Os juízes Isaac de Medeiros Santos, titular da 1ª Vara de Santa Quitéria, e Francisco Eduardo Girão Braga, titular da Vara Única da Comarca de Aiuaba, foram promovidos, pelo critério de antiguidade, para atuarem, respectivamente, na 2ª Vara Criminal de Quixadá e Vara Única de Ipu. A escolha ocorreu na tarde desta quinta-feira (30/09), durante sessão virtual do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), conduzida pela presidente da Corte, desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira.

Com a promoção, os magistrados escolhidos deixarão de atuar em unidades de Entrância Intermediária e Inicial e passarão a prestar serviços em varas de Entrância Final e Intermediária, respectivamente. De acordo com a Organização Judiciária do TJCE, Entrância é a divisão das comarcas conforme o tamanho. No Ceará, existem três: Inicial (pequeno porte), Intermediária (médio porte) e Final (grande porte).

As promoções, que podem ser pelos critérios de antiguidade e merecimento, orientam-se na Lei Orgânica da Magistratura nº 35, de 1979, que utiliza os conhecimentos jurídicos e a experiência dos juízes indicados.

Fonte: Blog do Francisco José

BLOG DO KT COMENTA: O período de "trevas" do Poder Judiciário de Ipu no tocante a existência de Juiz titular que atenda as demandas em meio a inúmeros processos travados no Fórum local, está caminhando para um fim. Desde o início de 2018 com o afastamento do Dr. Lúcio Alves Cavalcante por baixa produtividade, o Poder Judiciário de Ipu se encontra sem um Juiz titular na comarca. Advogados já haviam se manifestado que tem ações paralisadas desde 2016. 

FUTSAL - JIJOCA SERÁ O ÚNICO REPRESENTANTE CEARENSE NA COPA DO NORDESTE

Com a desistência de Ceará e Fortaleza por questões financeiras e de logística, a seleção de futsal de Jijoca de Jericoacoara será a única representante cearense no tradicional certame da bola pesada nordestino. A equipe folga na primeira rodada e estreia diante do Una City no dia 29 de outubro, no Ginásio Santos Dumont. Jijoca de Jericoacoara está no Grupo1 ao lado São Francisco-SE, Macau-RN, Una City-PE e ATLEF-MA.

Por causa da pandemia causada pelo Corona Vírus, a ‘Lampions’ não foi disputada em 2020 e foi anunciada para 2021 com a sede sendo o Ginásio do Vozão, sede do Ceará Sporting Club. Os representantes cearenses na competição seriam: Ceará, campeão da Copa do Estado, Jijoca de Jericoacoara, vice, e Fortaleza, terceiro colocado. 

Nos últimos dias, a Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS) divulgou o documento oficial da competição e a sede já não era mais Fortaleza e sim Recife, além das notáveis ausências de Ceará e Fortaleza na tabela. Em contato com os clubes e a Federação Cearense, o motivo foi praticamente unânime: gastos elevados e problemas de logística. 

Por fim, Jijoca tem pela frente esse grande desafio, mas é sabido da qualidade que a equipe da cidade praiana têm e que a mesma recebe o pertinente apoio do prefeito Lindbergh Martins.


quarta-feira, setembro 29, 2021

CÂMARA IRÁ PAUTAR PROJETO QUE UNIFICA ICMS SOBRE COMBUSTÍVEIS

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou ontem,  terça-feira, 28, que vai pautar a discussão em torno de um projeto de lei complementar que altera a forma de cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis. A proposta, de autoria do governo, foi apresentada em fevereiro deste ano e prevê que seja estabelecido um valor fixo de cobrança. 

O ICMS é um tributo estadual e incide, no caso dos combustíveis, sobre gasolina, diesel, etanol, gás natural, gás de cozinha (GLP), entre outros. A declaração foi feita durante uma agenda, ao lado do presidente Jair Bolsonaro, para entrega de moradias populares no interior de Alagoas. O deputado pediu compreensão dos governadores e atribuiu ao ICMS o aumento do preço dos combustíveis.

“Sabe o que é que faz o combustível ficar caro? São os impostos estaduais. Os governadores têm que se sensibilizar. E o Congresso Nacional vai debater um projeto que trata do imposto do ICMS ad rem [fixo por quantidade], para que ele tenha um valor fixo, que ele não fique vulnerável aos aumentos do dólar, porque esse a gente não controla”, disse Lira.

Atualmente, a política de preços é definida pela Petrobras com base na variação internacional do preço do barril de petróleo e do dólar. Na prática, os valores aplicados pela estatal brasileira, que domina o mercado de combustíveis no país, estão atrelados a esses dois indicadores. 

Cobrança do ICMS

O deputado também afirmou que o modelo atual de cobrança do ICMS, que se atrela à variação do preço dos combustíveis, está aumentando a receita arrecadada pelos estados, o que ele o que ele considera injusto, já que o próprio governo federal abriu mão de receitas. 

Fonte: Veja.com

terça-feira, setembro 28, 2021

PREFEITO DE IPU PARTICIPA DO LANÇAMENTO DO PACTO PELO FORTALECIMENTO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL DO ESTADO

Governador do Ceará, Camilo Santana (PT), lançou, em evento realizado na manhã desta segunda-feira, 27, o Pacto pelo Fortalecimento das Políticas da Assistência Social do Estado (Suas), que busca reforçar medidas desse porte em todos os 184 municípios. Projeto terá o investimento de R$ 72 milhões em ações como a construção de novos Centro de Referência de Assistência Social (Cras).

O gestor estadual destacou que "o Cras é a porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS)", pois nele são oferecidos serviços como o de suporte psicológico. Além disso, destacou que o Governo já investiu mais de R$ 900 milhões em ações sociais no Estado, aplicando agora mais R$ 72 milhões para beneficiar principalmente os equipamentos desse porte.

A primeira ação do pacote divulgada é o Prêmio Referência Social, que busca premiar anualmente 30 Cras, por meio de suporte financeiro. O primeiro ao quinto colocado, por exemplo, vão ganhar R$ 150 mil. O município que ficar na primeira colocação ganha ainda uma brinquedopraça com academia livre.

Camilo destacou que o prêmio é uma "forma de reconhecer o trabalho social" dos municípios, não sendo apenas uma questão financeira. Para os critérios de avaliação serão utilizados indicadores anteriores, assim como também dados sobre atendimentos realizados no serviço de convivência, entre outros. 

Além disso, serão construídos mais 24 Cras em todo Estado, e o Governo vai expandir o cofinanciamento para todos os 396 equipamentos desse porte. Cada instituição deve ainda ganhar um computador. O município terá direito a um veículo e um ponto de Wi-fi gratuito para facilitar os serviços.

DUAS DOSES - MAIS DE 40% DA POPULAÇÃO BRASILEIRA JÁ ESTÁ TOTALMENTE IMUNIZADA

Quase 41% dos brasileiros completaram o esquema vacinal ao tomar as duas doses ou a dose única de vacinas contra a Covid e estão totalmente imunizados. Os dados também reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa mostram que foram aplicadas 87.436.784 doses, o que corresponde a 40,99% da população do país. 
Entre os que estão parcialmente imunizados com a primeira dose de vacinas são 145.005.445 pessoas, o que corresponde a 67,98% da população. A dose de reforço foi aplicada em 669.515 pessoas (0,31% da população).

Menor número de mortes por Covid em 24 horas em mais de 10 meses; 

Somando a primeira dose, a segunda, a única e a de reforço, são 233.111.744 doses aplicadas desde o começo da vacinação.O Brasil registrou nesta segunda-feira (27) 218 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, com o total de óbitos chegando a 594.702 desde o início da pandemia. É o menor registro de vítimas em um dia desde 22 de novembro (quando tivemos 181 mortes), pouco mais de 10 meses atrás. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 524. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +1% e aponta estabilidade. Estamos há duas semanas seguidas com essa média acima da marca de 500.

Em 31 de julho, o Brasil voltou a registrar média móvel de mortes abaixo de 1 mil, após um período de 191 dias seguidos com valores superiores. De 17 de março até 10 de maio, foram 55 dias seguidos com essa média móvel acima de 2 mil. No pior momento desse período, a média chegou ao recorde de 3.125, no dia 12 de abril.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia, 21.364.489 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 15.092 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 18.588 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de +23% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica alta nos diagnósticos. Em seu pior momento a curva da média móvel nacional chegou à marca de 77.295 novos casos diários, no dia 23 de junho deste ano.

Fonte: G1

segunda-feira, setembro 27, 2021

SÉRGIO AGUIAR E O DESAFIO DE MANTER UMA BOA VOTAÇÃO EM IPU

A virtual candidatura do ex-prefeito Sérgio Rufino (PCdoB) para Deputado Estadual e a de Bruno Pedrosa (PP), o qual está cooptando vários nomes da oposição ao seu apoio, não esquecendo a também candidatura de Gabriella Aguiar (PSD) - esta apoiada pelo ex-prefeito Sávio Pontes, trazem um cenário de alerta para o Deputado Estadual Sérgio Aguiar (PDT). Os mais atentos ao cotidiano político da cidade sabem que o pleito de 2022 será uma dos mais disputados, pois já será, tanto para oposição e situação, um termômetro para 2024.

Experiente, o deputado do Camocim sabe que sua votação vem diminuindo ano a ano em Ipu. Em 2018, Aguiar apoiado, em especial pelo Clã dos Carlos (Diego e Toinha), obteve 4.267 o que lhe deu a segunda colocação nas urnas locais. Em 2014, o sobrinho-neto do Dr. Rocha Aguiar, teve 5.302 votos em uma disputa acirrada nas urnas ipuenses com a situacionista Augusta Brito (PCdoB) que teve 5.711. 

Na prática, líder de uma ala da oposição a qual em muito se esvaziou nos últimos anos, Sérgio Aguiar sabe que tem que buscar ampliar o seu leque de alianças para não ver sua votação cair mais ainda em um dos seus históricos redutos eleitorais. 

Voto se teve, voto não se tem. Uma nova e boa votação será resultado de um bom trabalho que envolve manutenção do grupo, agregações e parcerias com nomes de penetração no eleitor ipuense. 

WAGNER JÁ DEFINIU "TENENTES" PARA 2022

Principal nome da oposição já lançado para a disputa pelo Governo do Ceará, o deputado federal Capitão Wagner (Pros) já definiu os nomes que coordenarão sua campanha eleitoral em 2022. Em Fortaleza, ficará à frente do comitê do candidato o vereador Márcio Martins (Pros), líder da oposição a José Sarto (PDT) na Câmara Municipal. Já na Região Metropolitana de Fortaleza, foi escolhido como coordenador o atual vice-prefeito de Caucaia, Deuzinho Filho (Republicanos). Definição dos nomes ocorreu no último sábado, em reunião com lideranças do Pros, Republicanos, PSC, Podemos e Avante.

A escolha dos nomes reflete também interesse da oposição no Ceará de ampliar sua atuação para além da Capital, buscando principalmente setores que disputaram contra a base de Camilo Santana (PT) nas eleições de 2018 e 2020. Nas últimas semanas, Wagner tem intensificado a agenda de reuniões pelo Interior com lideranças de partidos aliados. No mês passado, o próprio candidato já tinha admitido a possibilidade de atrair inclusive gente de dentro do bloco governista para seu arco de alianças.

Ferreira Gomes

Segundo Márcio Martins, a intenção do grupo é seguir na busca por lideranças de oposição aos irmãos Cid e Ciro Gomes (PDT) no Interior do Estado. "Temos aberto inúmeros diálogos com ex-prefeitos, prefeitos que almejam voltar às cadeiras em 2024, vereadores que não lograram êxito também. Citar alguns nomes agora é prematuro, mas nós temos uma estratégia muito clara de se apresentar às lideranças no Interior que não aguentam mais os Ferreira Gomes. Esse é o nosso principal 'card'", afirma.

Mayra Pinheiro

Completa a "trinca" de articuladores da campanha da oposição o militante Jesus, que ficará responsável pela organização de comitês no Interior do Ceará. Segundo opositores, Jesus possui relação muito boa com diversos grupos políticos do Estado e já realizou a coordenação política da campanha da médica bolsonarista Mayra Pinheiro - atual secretária de Gestão do Trabalho do Ministério da Saúde - ao Senado na eleição de 2018.

Reação

Não é só Capitão Wagner que já se movimenta de olho em 2022 no Ceará. Quebrando a tradição de deixar articulações eleitorais para as vésperas das convenções partidárias, o PDT do Estado também acelerou processo de debate interno de olho na escolha de seu candidato à sucessão de Camilo Santana. Nas últimas semanas, o partido iniciou agenda de debates com quatro pré-candidatos ao posto - Roberto Cláudio, Evandro Leitão, Izolda Cela e Mauro Filho. "Sumido" das redes sociais até o mês passado, o ex-prefeito de Fortaleza e principal nome do partido para a disputa, Roberto Cláudio, também tem aumentado a presença online.

Sucessão na Câmara

Já começaram a ficar "animados" os bastidores para a sucessão de Antônio Henrique (PDT) na presidência da Câmara Municipal de Fortaleza. A disputa, que costuma ser resolvida de dentro do Paço Municipal, ainda está longe, mas já tem atraído concorrentes principalmente por conta de um pequeno "racha" em curso dentro do próprio PDT, partido do prefeito José Sarto.

Segundo cálculos de alguns vereadores interessados na vaga, pelo menos três pedetistas são vistos hoje como "menos ligados" (para não falar independentes) a Sarto, principalmente a vereadora Enfermeira Ana Paula, que tem atuado inclusive contra o governo em votações recentes da Casa. Diante do impasse, outros parlamentares têm crescido o olho para cima da vaga, que só deve ser definida ao final de 2022.

Fonte: O Povo

domingo, setembro 26, 2021

TIÃO RUFINO É ALVO DE DURAS CRÍTICAS APÓS TUMULTO EM VACINAÇÃO DE ADOLESCENTES

A falta de organização e o desrespeito aos protocolos de segurança sanitária na campanha de vacinação contra a Covid-19 em Ipu, ocorrida na manhã de ontem, 25.09 (sábado), foram motivo de duras críticas ao Secretário de Saúde de Ipu, Sebastião Rufino, por parte dos jovens de 15 e 16 anos presentes e chegando também as redes sociais. Mais uma vez, com a dupla estratégia de contenção de gastos (para o não pagamento de horas extras) e de concentração do público para um oportuno registro fotográfico do Secretário de Saúde, a vacinação aconteceu somente na Escola Monsenhor Gonçalo Lima e em um horário reduzido de 8h às 12h. 

Antes de 5h das manhã, já havia uma fila em busca de uma senha para ter direito ao imunizante. Por volta das 9h, houve um tumulto em meio a desorganização das filas o que levou a guarda municipal a usar spray de pimenta para dispersar os jovens. O secretário em diálogo com uma pessoa de nome Ivan, fez uma declaração que foi postada em grupos de WhatsApp: "Não comungo com ação como essa. Não deveria ter agido dessa forma, porque ali não tinha vagabundo, só adolescentes. Falei com o secretário de segurança que tomará as providências, podendo até punir"!

INSENSATEZ

Podendo descentralizar a vacinação usando até mesmo a rede educacional pública e privada da cidade, Tião Rufino segue preferindo agir de maneira, nesse sentido, irresponsável em suas ações de aplicação da vacinação. 

SECRETÁRIO É CRITICADO POR OPOSITORES E APOIADORES

Embora muito arredio em críticas a gestão dos Rufinos, o candidato não vitorioso a prefeito em 2020, Diego Carlos, usou sua rede social para contestar a atitude desorganizada da gestão municipal e repudiar as ações de repressão dos agentes de segurança. Outro que usou seu blog para criticar foi o suplente de vereador Rogério Palhano, o qual disse se referindo a falta de logística do Secretário que muitos problemas seriam evitados pois existem locais públicos que caberiam até 500 jovens sentados. 

____________________________________

leia matéria relacionada abaixo


ANUÁRIO DO CEARÁ TRAZ ÍNDICE QUE AVALIA GESTÕES MUNICIPAIS - CONFIRA:

O primeiro capítulo do Anuário do Ceará 2021-2022, publicação que será lançada na próxima segunda-feira, 27, esmiúça o desempenho das administrações públicas dos municípios cearenses. Trata-se do Índice Comparativo de Gestão Municipal (ICGM). Elaborado a partir de uma parceria entre o Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), a Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag) e o Anuário do Ceará - publicação mais antiga em circulação no Estado, com cerca de 150 anos -, o ICGM foi aprimorado nesta quarta edição. 

Neste ano, os indicadores, referentes ao exercício de 2019, foram agrupados em quatro dimensões: Planejamento, Recursos Financeiros, Serviços e Transparência. Foi criado ainda um filtro que separa os municípios por “grupo populacional” e em quatro rankings e não mais apenas um. A classificação é importante, pois serve como baliza para os governos municipais e estadual aperfeiçoarem políticas e planejamentos de gestão para as cidades.

O primeiro grupo populacional considera municípios com mais de 100 mil habitantes (nove cidades). O grupo dois é composto por comarcas com população acima de 50 mil pessoas e menor que 100 mil (27 municípios). O grupo três traz locais com mais de 20 mil habitantes e menos de 50 mil (são 65 cidades). Por fim, o quarto grupo tem municípios com população de até 20 mil habitantes (83 no total).

Dentre as dimensões analisadas, a do Planejamento avalia a capacidade das gestões de pagar despesas dentro do próprio ano-exercício, obedecendo ao planejamento orçamentário. Bem como a capacidade de obter recursos de transferências por meio de convênios com outros entes. Na dimensão de Recursos Financeiros são monitorados fatores como a rigidez das despesas e o esforço dos municípios para ampliar as fontes de recursos próprios. Em Serviços, é analisada a qualidade dos serviços prestados em pontos-chave como: educação, saúde e meio ambiente. Por fim, a dimensão da Transparência avalia a interação com a sociedade, e principalmente, a prestação de contas, a partir da lisura e do bom uso do dinheiro público. O diretor-geral do Ipece, João Mário de França, aponta que desde a criação do ICGM, todos os anos são feitas mudanças pontuais na metodologia para aperfeiçoar os indicadores. 

Embora pareçam isoladas, as quatro dimensões integram-se umas com as outras. Por exemplo, a obtenção de recursos financeiros pouco adianta se não houver a boa execução do planejamento. Da mesma forma, serviços com qualidade precisam caminhar junto à transparência. Para os gestores municipais, o ICGM se propõe a subsidiar a administração pública na elaboração de políticas com o intuito de estimular uma maior integração entre os governos e a sociedade.

Fonte: O Povo

sábado, setembro 25, 2021

DE MAIO À SETEMBRO, MAIS DE 200 MOTOS FORAM TOMADAS DE ASSALTO EM SOBRAL

Segundo dados do repórter Gegê Romão(Rádio Paraíso FM), Sobral já teria sido registrado pelo menos 214 roubos de motos, sendo a grande maioria praticadas com assalto a mão armado, quando a vítima é parada e obrigada a entregar a moto aos bandidos. Os dados contabilizados é somente do mês de Maio a Setembro deste ano, veja abaixo:

Maio – 20 motos tomadas de assalto;

Junho – 53 motos tomadas de assalto;

Julho – 64 motos tomadas de assalto;

Agosto – 54 motos tomadas de assalto;

Setembro(até 22/09) – 23 motos foram levadas pela bandidagem que operam em Sobral.

Destas 214 motos levadas de assalto neste período citado acima, pouco mais de 15% foram resgatadas e entregue aos proprietários. 

Infelizmente, ainda não se sabe onde são levadas tantas MOTOS tomadas de assalto em Sobral, principalmente quem está lucrando com esse crime. O que se sabe é que muitas motos são “depenadas” e tem suas peças supostamente vendidas em algum estabelecimento comercial.

Agradecer ao trabalho do grande repórter Gegê Romão, que tem trabalhado de forma incansável para nos dar essas informações de forma precisa.

Fonte: Sobral Agora

BUSCANDO POPULARIDADE, CIRO GOMES DANÇA CAPOEIRA NO RIO; VEJA VÍDEO

Em visita à cidade de Japeri, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira, 25, o ex-ministro e presidenciável Ciro Gomes (PDT) esteve reunido com a prefeita da cidade Drª Fernanda Ontiveros (PDT), e o presidente do partido, Carlos Lupi. No encontro, o pedetista arriscou decidiu se reunir a moradores para dançar capoeira. O momento aconteceu quando a prefeita da cidade levou os líderes pedetistas para conhecer o Núcleo de Educação Ambiental Vale do Ipê, no bairro Santa Inês. 

As últimas pesquisas mostram que Ciro Gomes está muito atrás dos principais concorrentes: o ex-presidente Lula (PT) e o atual chefe do Executivo, Jair Bolsonaro. Ciro tem em média nas pesquisas um total de 8% de preferência eleitoral.

ÁUDIO - CONFIRA AS ÚLTIMAS DA POLÍTICA IPUENSE, CEARENSE E NACIONAL NESSE FINAL DE SETEMBRO

As insatisfações sobre a desorganizada vacinação de jovens de 15 e 16 anos contra a Covid-19, ocorrida em Ipu na manhã deste sábado, 25/09, foram colocadas em pauta na edição do Política em Debate. Rárisson Ramon e Kléber Teixeira também atualizam as movimentações da política local, bem como as últimas da sucessão presidencial e governamental. Confira o Podcast abaixo.  

sexta-feira, setembro 24, 2021

ME CHAMA QUE EU VOU - LINDBERGH MARTINS ESTEVE NO IPU NA MANHÃ DESTA SEXTA

O líder político e prefeito de Jijoca de Jericoacoara, Lindbergh Martins (PSD), esteve em rápida visita em Ipu na manhã desta sexta (24/09). Motivo: reunião com uma grande liderança política da cidade e a sua possível adesão à pré-candidatura de Lindbergh Filho para Deputado Federal em 2022.

Fontes ouvidas pelo blog disseram que somente na "noite de amanhã", o resultado satisfatório (para ambas partes) desse acordo político será oficializado.  

Coincidência ou não, quem estará também na "noite de amanhã", sábado (25/09), pelo Ipu e Pires Ferreira será o Deputado Estadual Sérgio Aguiar (PDT).

TERCEIRA VIA - SÉRGIO MORO RETORNA AO BRASIL E DISCUTE O SEU FUTURO POLÍTICO

Os bastidores políticos ganham uma nova movimentação com a chegada do ex-juiz da Lava-Jato, Sergio Moro, que desembarcou no Brasil para reuniões e discussões sobre o seu futuro político. Moro se insere no debate com aliados e simpatizantes que gostariam de vê-lo como candidato à Presidência da República em 2022.

O então juiz federal ganhou projeção nos anos de 2017 e 2018 ao investigar as denúncias de corrupção nos Governos Lula e Dilma e, em 2019, assumiu o Ministério da Justiça na gestão do presidente Jair Bolsonaro. As divergências e os conflitos com os bolsonaristas o levaram a pedir para deixar o Governo.

Moro saiu dos holofotes, aceitou convite para trabalhar nos Estados Unidos, mas continua sendo estimulado a concorrer às eleições de 2022. Para muitos, o ex-juiz poderia se enquadrar no perfil de terceira via, capitaneando o apoio dos eleitores que querem um País com menos tensão político e que rejeitam a volta do ex-presidente Lula ou a reeleição do presidente Bolsonaro.

Embora entre no radar de lideranças políticas que o convidam para pensar na candidatura presidencial, Sérgio Moro é citado, ao mesmo tempo, como um nome ao Senado, tendo como opções os Estados do Paraná, sua terra natal, e São Paulo. Uma das conversas de Sérgio Moro é com o senador Álvaro Dias (Podemos-PR). O ex-juiz, ao tomar medidas duras contra atores políticos do País, é vista com restrições pela classe política, mas, entre os eleitores, a imagem continua em alta.

Fonte: Ceará Agora

IZOLDA DIZ TER A RESPONSABILIDADE DE ASSUMIR SE CAMILO SAIR PARA DISPUTAR O SENADO

A vice-governadora do Ceará, Izolda Cela (PDT), sinalizou ontem estar preparada para assumir o governo caso Camilo Santana (PT) confirme renúncia para disputar vaga ao Senado em 2022. Nesse sentido, ela destaca sobretudo a própria experiência e a importância das "equipes" na condução dos trabalhos na gestão.

"Esse não era exatamente o meu plano", disse Izolda. "A minha ideia era concluirmos a gestão assim, nesse formato, nesse time. Mas, se realizando esse afastamento do governador Camilo, é uma responsabilidade minha, nesse lugar de vice-governadora, assumir a condução dos trabalhos pelo próximo ano", continua.

As declarações foram feitas na tarde de ontem, durante reinauguração da loja da CeArt na Praça Luiza Távora, na Aldeota. "É algo que a gente sente a responsabilidade, mas a gente também, e minha experiência é de que as equipes são muito importantes, o governador Camilo não está só, acha que isso dá uma grande força nesse sentido", disse.

A vice-governadora também respondeu recentes críticas do deputado federal Capitão Wagner (Pros), hoje principal liderança da oposição, sobre recentes casos de violência envolvendo facções criminosas no Ceará. "A população constata o grande esforço do governador Camilo ao longo desses anos para o enfrentamento dessa problemática", diz Izolda.

Izolda destaca, no entanto, que o tema é "extremamente complexo e com múltiplas causas". "O trabalho é permanente, tanto nas ações ligadas à repressão, como na melhoria da inteligência, das estruturas, das condições de trabalho, dos efetivos, mas também dos trabalhos na área de prevenção, com políticas que não resolvem hoje o problema, mas abrem a possibilidade de nós deixarmos de enxugar gelo", disse.

Nesse sentido, Izolda Cela destaca principalmente iniciativas do governo Camilo Santana em áreas como educação e infância. "São áreas sociais que vão dar esse suporte necessário para evitar que os jovens se descaminhem", afirma.

Nas últimas semanas, Capitão Wagner subiu o tom das críticas contra atual administração do Estado no combate ao crime organizado. Em uma transmissão ao vivo nas redes sociais, o deputado chegou a insinuar que o governo teria feito "aliança" com facções criminosas de olho em vencer disputas eleitorais no Estado.

Desde o início da semana, diversas autoridades do governo saíram em defesa da gestão. "Lamento que um deputado cearense, como Capitão Wagner, leve a vida a torcer e trabalhar contra a segurança do Estado. Ele enaltece as facções, em vez de enaltecer o grande trabalho da Polícia", disse o secretário da Segurança Pública, Sandro Caron.

O secretário da Administração Penitenciária do Estado, Luís Mauro Albuquerque, também rebateu Wagner. "Luto diariamente para combater o crime, controlar os presídios, e vejo algumas pessoas trabalhando no sentido contrário, inclusive muitas delas nunca estiveram ariscando a vida para prender um bandido sequer e ficam jogando pra plateia, além de enaltecendo as facções ao invés de valorizar e incentivar os nossos policiais".

Com informações de Luciano Cesário via O POVO

quinta-feira, setembro 23, 2021

PODCAST - CONFIRA A EDIÇÃO DESTA QUINTA (23) DO QUADRO NOS BASTIDORES DA POLÍTICA

COLIGAÇÕES PARTIDÁRIAS SEGUEM PROIBIDAS; CONFIRA MUDANÇAS APROVADAS PELO SENADO

O Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (22) a proposta de emenda à Constituição da reforma eleitoral (PEC 28/2021), mas rejeitou a volta das coligações nas eleições proporcionais. Entre os trechos aprovados está um dispositivo para incentivar candidaturas de mulheres e pessoas negras. Aprovada em agosto pela Câmara dos Deputados, a proposta segue agora para promulgação. O texto precisa ser promulgado até 2 de outubro para que as regras tenham validade nas eleições de 2022. Foram 70 votos contra 3 na votação em primeiro turno, e 66 a 3 na votação em segundo turno.

Segundo a relatora, a senadora Simone Tebet (MDB-MS), as coligações distorcem a vontade do eleitor, ao eleger candidatos com orientações políticas diferentes daqueles escolhidos, além de aumentar a fragmentação partidária e dificultar a governabilidade. As coligações em eleições proporcionais estão proibidas desde a promulgação da Emenda Constitucional 97, de 2017, e já não valeram nas eleições municipais de 2020.

FIDELIDADE PARTIDÁRIA

O texto aprovado mantém mudança na regra de fidelidade partidária encaminhada pela Câmara, constitucionalizando a fidelidade partidária. Pela nova regra, deputados federais, estaduais e distritais e vereadores que saírem do partido pelo qual tenham sido eleitos não perderão o mandato se a legenda concordar com a saída. 

Hoje, ao trocar de partido, esses parlamentares mantêm o mandato apenas em caso de “justa causa”, que inclui, segundo a Lei 9.096, de 1995, “mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário; grave discriminação política pessoal; e durante o período de 30 dias que antecede o prazo de filiação exigido em lei para concorrer à eleição”.

POSSES EM JANEIRO

Simone Tebet manteve no texto a mudança do dia da posse do presidente da República para 5 de janeiro e da posse dos governadores para o dia 6, a partir das eleições de 2026. Hoje, as posses do presidente e dos governadores ocorrem no dia 1º de janeiro. 

Os candidatos eleitos para a Presidência da República e para os governos estaduais em 2022 tomarão posse normalmente em 1º de janeiro de 2023, entretanto, seus mandatos durarão até a posse de seus sucessores, em 5 e 6 de janeiro de 2027.

Fonte: Agência Senado

PATRONATO SOUSA CARVALHO PROMOVE PREMIAÇÃO DO G-10 E EXAP 2021

Na noite de ontem, quarta-feira (22/09), em meio as comemorações dos Setenta Anos do Patronato Sousa Carvalho, tive a honra de conduzir o cerimonial da premiação do Projeto G-10 e do Exame Avaliativo do Patronato (EXAP) dos alunos do Fundamental II dos turnos Manhã e Tarde.

Agradeço aos Diretores (José Mario e Elaine Timbó) e as coordenações (Juraci Miranda, Rosa Alice e Francisca Vieira) pelo convite e a confiança em apresentar esse momento tão significativo para a comunidade escolar no Patronato. 

Aproveito também para registrar a honra que tenho de fazer parte desse grupo docente desde 2009 (embora também tenha trabalhado de 1997 a 1999). Hoje, sigo firme e forte colaborando com o Ensino Médio da histórica instituição de ensino. 


terça-feira, setembro 21, 2021

FALTA DE PLANEJAMENTO COMBINADO COM OS EFEITOS DA PANDEMIA, TEM DEIXADO O IPU SEM O SEU PRINCIPAL PONTO TURÍSTICO

A épica foto acima é de 1975 e faz parte do histórico acervo de fotografias do ilustre professor Francisco Mello. Percebam que o registro é de outubro, ou seja, em pleno verão e a Bica estava ainda com um bom volume de água. Certamente a foto comprova o hoje tão perceptível dano causado ao percurso do riacho Ipuçaba feito pelos plantadores de verduras na parte serrana do município. 

O ex-prefeito Sávio Pontes (2009-2012) teve a salutar ousadia de dar ao principal ponto turístico do Ipu, uma estrutura mais apropriada e condizente com o bioma em torno dela. Infelizmente, apenas 10% do projeto original foi realizado, mas ganhamos uma estrutura bem melhor com um restaurante mais aconchegante e uma melhor preservação da área onde o "véu de noiva do Ipuçaba" cai. 

Infelizmente a atual gestão estabelecida no Ipu desde 2013 e controlada pela Família Rufino, não tem como prioridade projetos que promovam a geração de empregos e a potencialização do nosso turismo. Porém, nos últimos anos foi anunciado que haveria um conjunto de ações que dariam ao "Parque da Bica do Ipu" uma reestruturação e até com um ousado projeto de barramento e perenização da nascente e curso do riacho Ipuaçaba.

Mas a falta de planejamento apropriado e a tão conhecida morosidade da gestão na execução de suas obras, tem deixado o principal cartão postal da Terra de Iracema fechado desde o início da pandemia. O restaurante, por exemplo, está praticamente com sua madeira quase toda deteriorada o que vai exigir mais dinheiro dos nossos impostos para sua recuperação. E o pior de tudo: não vem um agente público municipal dá uma satisfação a sociedade ipuense. 

Mas a esperança tem que ser renovada, afinal vem aí 2022 que é ano de eleição. Fica, portanto, a expectativa que logo no início da próxima quadra invernosa tenhamos uma abertura ao menos parcial.  

LEIAM MATÉRIAS RELACIONADAS ABAIXO



NOVA RUSSAS - STF DERRUBA LEI QUE PREVIA PENSÃO PARA POLÍTICOS E DEPENDENTES

O Supremo Tribunal Federal atendeu pedidos da Procuradoria-Geral da República e derrubou normas de dois municípios do Ceará, Nova Russas e de Campos Sales, que estabeleciam pensão a prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e dependentes. O entendimento que prevaleceu no julgamento foi o de que as leis municipais não são compatíveis com os princípios republicano e da igualdade.

Uma das ações apresentadas ao Supremo pela PGR questionava lei de Campos Sales, que instituiu pensão por morte e por invalidez para os ex-prefeitos, ex-vice-prefeitos e ex-vereadores, seus cônjuges ou companheiros sobreviventes e seus descendentes consanguíneos de primeiro grau. A cidade de 27 mil habitantes fica a 290 quilômetros de Fortaleza.

Já a outra, questionava normas de Nova Russas que concediam pensão vitalícia a dependentes de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores falecidos no exercício do mandato. O município tem 32 mil habitantes e fica localizada a 300 quilômetros da capital cearense.

Ao analisar o caso, o Plenário seguiu o voto do relator, ministro Gilmar Mendes, no sentido de que as normas locais não foram recepcionadas pela Constituição Federal. As informações foram divulgadas pelo Supremo Tribunal Federal.

O relator explicou que, como os cargos políticos do Legislativo e do Executivo municipal têm caráter temporário e transitório, não se justifica a concessão de qualquer benefício permanente a seus ex-ocupantes, sob pena de afronta aos princípios da igualdade, da impessoalidade, da moralidade pública e da responsabilidade com gastos públicos.

Segundo o ministro, o tratamento diferenciado a determinado indivíduo, quando não houver fator de diferenciação para justificar sua concessão é incompatível com os princípios republicano e da igualdade.

segunda-feira, setembro 20, 2021

FALTANDO POUCO MAIS DE UM ANO, SUCESSÃO DE CAMILO MOVIMENTA A POLÍTICA CEARENSE

Num ritmo próprio, que contrasta com o frenesi da política nacional, a sucessão do governador Camilo Santana (PT) vai começando a se desenhar e seus potenciais interessados, se mostrando aos poucos. Foi assim que o PDT apresentou não um, mas quatro nomes cotados para o Governo em 2022, entre eles o do ex-prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, que deu largada nos últimos dias a um périplo pelo Interior caso se lance ano que vem e vença.

Para tanto, terá pela frente um adversário conhecido: Capitão Wagner (Pros), que ganhou uma declaração de apoio de Eunício Oliveira (MDB), outro nome na pista do Abolição, na hipótese de o emedebista não lograr avanço ao segundo turno. Eunício já indicou que deve preferir a candidatura ao Executivo a arriscar-se numa queda de braço com Camilo pela única vaga no Senado. Por outro lado, admitiu também que, até março, "tudo é possível", o que, no tabuleiro eleitoral, carrega um sentido mais amplo.

Outro cearense que estuda não entrar nessa bola dividida é o hoje senador Tasso Jereissati (PSDB), cujo futuro se define a partir desta segunda-feira, 20, com a data-limite para inscrições nas prévias do PSDB – Tasso participará? Se sim, seguirá até a disputa contra João Doria e Eduardo Leite?

Como se vê, a pouco mais de um ano das eleições, há mais perguntas do que respostas. De certo mesmo, apenas o fato de que a corrida pelo Governo se tornou mais concorrida com a entrada de novos jogadores, enquanto a do Senado vai ganhando contornos de uma briga de Camilo contra ele mesmo, o que é bom e ruim para o petista. Bom porque é um problema a menos com que se preocupar; ruim porque nenhuma unanimidade é saudável, sobretudo em política.

Noves fora isso, o governador (a quem cabe conduzir os termos da própria sucessão, como enfatizou Ciro Gomes) terá, mais uma vez, de se equilibrar entre os palanques cirista e lulista – tarefa que, se foi complexa três anos atrás, em 2022 dependerá de mais jogo de cintura.

Fonte: O Povo

LULA 2022 - O CÁLCULO POLÍTICO DO PT DESCONSIDERA A MEMÓRIA DA CORRUPÇÃO

O PT tem uma difícil equação para resolver os próximos meses. Nas contas do partido, é preciso manter os votos da última eleição presidencial e conquistar 6 milhões de eleitores arrependidos que votaram em Jair Bolsonaro em 2018 para vencer o pleito de 2022. 

A legenda considera que vai ser difícil, senão impossível, vencer na região Sul, a mais bolsonarista do país. Por outro lado, o PT aposta na vitória no Nordeste e em parte do Sudeste. 

Já as regiões Centro-Oeste e Norte são locais onde a legenda pretende investir para reduzir a diferença de votos por meio de alianças com políticos regionais. A fusão entre DEM e PSL, partidos fortes nessas áreas, não será um problema para a formação de palanques, dizem petistas. A última pesquisa Datafolha mostrou a queda no apoio e aumento à rejeição a Bolsonaro nessas regiões. O presidente também perdeu força entre evangélicos, importante massa de seu eleitorado. 

Segundo uma liderança petista, “não tem como 2022 ser pior que 2018”. Naquele ano, o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, estava preso e condenado, não conseguiu concorrer e, ainda assim, transferiu 45 milhões de votos para Fernando Haddad. Agora, com Lula na urna e Bolsonaro derretendo nas pesquisas eleitorais, as chances aumentam, dizem petistas. Diferentemente de 2018, Bolsonaro não será um candidato “novato” e ambos terão dados de governos anteriores para apresentar. 

Aliados do petista apostam que o combate à corrupção não será tema central na próxima eleição, como foi na última, e que Lula firmará o discurso na melhora da qualidade de vida da população durante seus oito anos de governo. Essa é uma variável que o PT, por conveniência, desconsidera. 

Cético quanto ao arrefecimento da pauta de corrupção, o cientista político Paulo Kramer diz que a debacle da Lava Jato é uma boa notícia para a classe política,  mas que o tema seguirá como questão importante para setores grandes da opinião pública. “Lula está irremediavelmente marcado pela corrupção do período do lulopetismo. O antipetismo ainda é muito forte. Acredito que o Lula é página virada da história política do Brasil, por isso até que não excluo a possibilidade de, na hora H, colocar outro ‘boi de piranha’ para concorrer pelo PT. Poderia ser Haddad, nome mais palatável para os petistas. Como o PT tem organização interna forte, é preciso que seja alguém capaz de articular com o aparelho partidário”, diz ele. 

De acordo com uma pesquisa encomendada pelo Podemos e divulgada por VEJA , os brasileiros não querem um presidente corrupto, desosnesto ou ignorante. Até outubro de 2022 tudo pode mudar, mas  mas dificilmente o PT conseguirá se livrar do selo da corrupção que marcou o partido nos últimos anos. 

Fonte: Veja

domingo, setembro 19, 2021

PATRONATO SOUSA CARVALHO INICIA A PROGRAMAÇÃO DOS SEUS 70 ANOS

Na próxima quinta-feira, 23, o Patronato Sousa Carvalho - instituição educacional reconhecida como "a escola mãe de Ipu", estará completando sete décadas de história com relevantes serviços prestados a comunidade ipuense e das cidades circunvizinhas.

A semana festiva teve início na noite de ontem com um show comemorativo com apresentações dos alunos e, em especial, uma homenagem à todos os seus ex-professores (as), diretoras e colaboradores (confira o vídeo clicando AQUI). 

BRASIL REGISTRA MENOR NÚMERO DE MORTES POR COVID EM 24 HORAS DESDE O NOVEMBRO DE 2020

O Brasil registrou neste domingo (19) 239 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, com o total de óbitos chegando a 590.786 desde o início da pandemia. É o menor número de mortes registradas em um dia desde 22 de novembro de 2020 (quando tivemos 181 vítimas). Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 558 - acima da marca de 500 pelo sexto dia seguido. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -8% e aponta tendência de estabilidade pelo quinto dia, após 22 dias seguidos em queda.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h deste domingo. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

De 17 de março até 10 de maio, foram 55 dias seguidos com essa média móvel acima de 2 mil. No pior momento desse período, a média chegou ao recorde de 3.125, no dia 12 de abril.

Apenas um estado aparece com tendência de alta nas mortes: Roraima. O estado do Rio Grande do Norte não divulgou novos dados até a noite deste domingo. Acre, Amapá, Ceará, Maranhão, Piauí, Rondônia e Roraima não registraram mortes em seus boletins do último dia.Fonte: G1

sábado, setembro 18, 2021

CEARÁ LIBERA AULAS COM CAPACIDADE TOTAL DE ALUNOS

A partir da próxima segunda-feira, 20, as salas de aula poderão funcionar com 100% da capacidade no Ceará. A liberação total foi anunciada na tarde de ontem, 17, pelo governador Camilo Santana (PT). As escolas, entretanto, deverão manter a opção de ensino remoto aos estudantes que assim quiserem.

Apesar da ampliação na flexibilização, o governador frisou que o funcionamento deve respeitar distanciamento e demais protocolos de segurança para evitar contágio por Covid-19. As instituições particulares devem aderir prontamente à ampliação do funcionamento. O retorno das atividades com capacidade total é uma pauta defendida pelas escolas privadas ao longo do período de restrições em razão da pandemia. 

Durante o anúncio, a secretária-executiva de Vigilância e Regulação da Sesa, Ricristhi Gonçalves, apontou queda da positividade dos exames nas últimas semanas no Estado. Ela também mostrou número de casos sob controle, sem aumentos relevantes. E destacou a queda dos óbitos como um dos melhores resultados. A secretária-executiva alertou, todavia, para o risco que corre quem não está com esquema completo de vacinação, com duas doses, ou dose única da vacina Janssen.

Com informações de O Povo

EUNÍCIO DIZ QUE APOIARÁ WAGNER CASO NÃO VÁ PARA O 2° TURNO

A pouco mais de um ano das eleições, o ex-senador Eunício Oliveira (MDB) ainda estuda o cenário para 2022 no Ceará. Entre as possibilidades, está a de concorrer ao Governo do Estado pela segunda vez, como já havia admitido ao colunista do O POVO Eliomar de Lima. À reportagem, o emedebista reafirmou ontem a disposição de entrar na briga pelo Abolição. 

"Até março, tudo será possível. Não por ninguém, e sim pelo Ceará, gostaria de um debate com Roberto Cláudio", disse, referindo-se ao ex-prefeito e possível candidato ao Governo pelo PDT. RC participa de prévias dentro do partido que definirão o representante da legenda na corrida. Os demais cotados são Evandro Leitão, presidente da Assembleia Legislativa; Izolda Cela, vice-governadora; e Mauro Filho, secretário do Planejamento e Gestão do Governo.

Eunício ainda não bateu o martelo sobre os próximos passos, mas já sinalizou que não deve entrar numa queda de braço direta com o governador Camilo Santana (PT) pela única vaga em disputa para o Senado no ano que vem. Desse modo, restariam campanhas para deputado federal ou estadual e para o Executivo local, hipótese que tem ganhado mais força nas análises do ex-presidente do Congresso.

Um dos atrativos de pleitear o cargo de governador, segundo ele, seria exatamente medir forças com RC, ex-aliado e hoje desafeto político de Eunício, rompido com o grupo depois das eleições de 2018, quando não se reelegeu senador. O emedebista atribui a derrota naquele ano a articulações de RC e do setor dentro do PDT ligado a Ciro Gomes, outro com quem Eunício trava uma batalha quase pessoal - num episódio mais recente, arrematou apartamento de Ciro num leilão judicial.

Para 2022, o ex-senador tem calculado cada gesto e avaliado decisões. Caso se lance mesmo ao Governo, como tem ponderado, não descarta apoiar até outro nome num eventual segundo turno em que não esteja presente. "Quem for para o segundo turno contra os Ferreira Gomes, um apoia o outro", cogitou Eunício, citando expressamente o deputado federal e pré-candidato Capitão Wagner (Pros), mas também quadros do PT.

Principal nome da oposição, Wagner já contou com apoio de Eunício noutra eleição. Em 2020, os dois estiveram perto de selar uma composição, que acabou não se confirmando, para a Prefeitura de Fortaleza. "Tenho conversado com Wagner, Zé Airton, Luizianne", frisou o emedebista. Uma das reuniões com a ex-prefeita de Fortaleza se realizou na esteira da passagem do ex-presidente Lula pela capital cearense, no mês anterior.

Deputados federais, Luizianne Lins e José Airton Cirilo são defensores de uma candidatura própria do PT ao Governo do Estado em 2022. Têm enfrentado, porém, resistência de setores majoritários da sigla, que postulam uma reedição da aliança entre PT e PDT, agora com a cabeça de chapa ocupada por um trabalhista. Aos petistas, caberia a vaga aberta para o Senado, cujo concorrente deve ser Camilo, que se dividiria, como fez em 2018, entre o palanque petista e o pedetista na eleição presidencial.

Se se confirmar, a entrada de Eunício na corrida pelo Abolição removeria mais um obstáculo do caminho de Camilo rumo à vaga no Congresso. Hoje senador, Tasso Jereissati (PSDB) já sugeriu, em entrevista ao jornal "Metrópoles" nesta semana, que pode não tentar renovar o mandato no ano que vem. 

Fonte: O Povo

"A DESCONHECIDA" - CANDIDATA DO PT EM IPU ENCONTRA RESISTÊNCIAS NO GRUPO DE OPOSIÇÃO

Assim começa um clássico do brega A Desconhecida cantado por Fernando Mendes: "Numa tarde tão linda de sol  ... Ela me apareceu .....Com um sorriso tão triste e olhar tão profundo .... Já sofreu..". A música cai bem para a pré-candidata à Deputada Federal, Janaína Farias (PT), a qual foi apontada, há seis meses atrás, como a provável parceira em termos de dobradinha eleitoral com o Deputado Estadual Sérgio Aguiar (PDT) nas urnas ipuenses.   

A assessora do governador Camilo Santana que ainda não colocou os pés na Terra de Iracema (e olhem que só falta praticamente um ano para as eleições!), não está sendo um nome fácil de ser digerido pelas lideranças próximas a Sérgio Aguiar, ou seja, a turma do PDT de Ipu que tem como referência Diego Carlos. Em meio as resistências internas, Sérgio Aguiar buscar adiar a tomada de uma decisão definitiva somente para o ano que vem.

SEM IDENTIDADE COM O IPU

"A Desconhecida" Janaína é também vista com desconfiança pelos eleitores de oposição de uma maneira geral, pois seria mais um daqueles que surgem aqui de 4 em 4 anos sem um vínculo efetivo e afetivo com os munícipes e as lideranças locais. 

Uma vez votada e eleita, a possível Deputada Federal do PT seria uma liderança em que bater na porta do seu gabinete em Brasília, seria uma tarefa impensável pelas lideranças ipuenses de oposição. Algo bem diferente de outros nomes como Dênis Bezerra (apoiado pelos Rufinos) e Lindbergh Martins Filho (esse com raízes ipuenses). 

"UMA NOVA" TOTONHO LOPES

É bom lembrar que Janaína, teoricamente através da aliança com Sérgio Aguiar, queira levar minimamente do Ipu os mesmos 2.474 votos que foram desperdiçados ao serem dados ao "rufinista" Totonho Lopes em 2018. 

sexta-feira, setembro 17, 2021

POLÍCIA FEDERAL INVESTIGA PREFEITO E VICE DE COREAÚ POR CORRUPÇÃO ELEITORAL

Além de processo de cassação de mandatos do atual prefeito Edézio Sitonio, sua vice, a ex-prefeita Érika Frota, bem como o vereador Chico Antonio Cristino, que é irmão do deputado federal Leônidas Cristino, existem dois inquéritos na PF apurando atos generalizados de corrupção eleitoral.

O juiz da 64ª zona eleitoral, Guido de Freitas Bezerra, determinou que a Policia Federal investigue o esquema de corrupção eleitoral montado nas eleições de 2020 na cidade de Coreaú. Na presente data, o processo de cassação está no Tribunal Regional Eleitoral com parecer da Procuradoria Regional Eleitoral pelas cassações. Existem provas fortes dos crimes eleitorais, tais como dinheiro apreendido, lista com nomes e valores, conversas de WhatsApp com tabela de valor do voto, passagem de ônibus, troca de voto por notebook, entre outros.

Vale ressaltar que o TRE-CE tem mostrado à sociedade que seus julgamentos são isentos e corretos, à luz do bom direito e da jurisprudência atualizado do TSE.

A investigação está sob segredo de justiça por determinação da Justiça Eleitoral, a cargo do TRE devido o prefeito ter foro privilegiado.

Veja documento

Fonte: Cearanews7.com

"VELHA POLÍTICA" - SUPLENTES DE VEREADOR GANHAM INDICAÇÕES DE CARGOS TEMPORÁRIOS NA GESTÃO

Já olhando para o pleito de 2022, o qual se desenha como um dos mais disputados nas urnas ipuenses em termos de votação para deputado, o grupo Liberdade - como assim é ainda intitulado a ala política liderada pelo "prefeito" Sérgio Rufino (PCdoB) que comanda a prefeitura de Ipu desde 2013, promoveu uma reunião com os suplentes de vereadores na última quarta-feira (15/09). Embora o convite tenha "vazado" em grupos de whatsap, os convidados eram apenas àqueles que fazem parte da base de apoio político do clã Rufino.  

Qual a pauta? A distribuição de cargos para estagiários, monitor de esportes, professores temporários e funções no EJA. 

Nitidamente essa ação administrativa é um ato de fidelização político-eleitoral dos suplentes do PCdoB e PSB da base do gestor Robério Rufino. Muitos destes há muito demonstravam insatisfeitos com a falta de espaço na gestão e a indiferença nos contatos telefônicos com seus líderes que não eram sequer atendidos.