sexta-feira, dezembro 31, 2010

FLÁVIO PEREIRA É O NOVO SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DO IPU


O conceituado Professor Flávio Pereira irá assumir em janeiro de 2011 o comando da Secretaria de Educação de Ipu. A escolha do Prefeito Sávio Pontes  não foi  feita apenas pela capacidade técnica,  e sim foi mais uma de suas manobras políticas para  fragmentar  o grupo político de oposição. Flávio é suplente de vereador e outrora, pelo visto já não mais, pertencia ao grupo político Pica Pau.
A indicação do novo secretário pelo ponto de vista administrativo é incontestável e plausível, mas não foi bem recebida no meio político tanto pelos seus ex-correligionários e eleitores como também pelos educadores ligados a facção Cururú que apoiou Sávio Pontes em sua chegada ao poder.
Profissional em ascensão, Flávio Pereira deixa a direção da Escola Profissionalizante Tarcísio Aragão. O educador  teve, após sondagem do Prefeito Sávio Pontes, o aval da diretoria do CREDE-5. 
O nome de Flávio Pereira para dirigir a educação municipal ganhou força há vários dias após a negativa da sub-secretária Regina Martins em assumir a pasta. O educador fez algumas exigências ao novo gestor como a não ordenação das finanças da Secretaria de Educação  e a indicação de um novo quadro técnico de sua confiança. A ultima exigência foi negociada com o Prefeito e Flávio terá que manter praticamente todo o corpo técnico que já atua desde o início da gestão Novo Tempo.

quarta-feira, dezembro 29, 2010

CAMPANHA MUNICIPAL DE 2012 ANTECIPADA: CONFIRAM OS PRÉ-CANDIDATOS

(Pré-candidata Adriana Torquato e seu esposo Deputado Vanderlei Pedrosa)
Faltando quase dois anos para a sucessão municipal, o meio político ipuense já discute quem poderá ser o candidato da oposição no pleito de 2012. São vários os nomes que despontam nesse cenário especulativo. Até reuniões já estão sendo feitas. Qual a razão para essa antecipação da pré-campanha eleitoral?
São vários fatores que explicam esse cenário precoce de conchaves e lançamento prematuro de possíveis candidatos ao paço municipal. Primeiro de todos; o enfraquecimento político do Prefeito Sávio Pontes (PMDB) em meio as suas complicações domésticas que lhe causam danos praticamente irreparáveis. Essa situação de impopularidade do Prefeito tem levado consigo, ladeira abaixo (até segunda ordem), a ex-Prefeita Toinha Carlos(PRB).

Mas existe um outro fato preponderante observado pelo ângulo da oposição: a ausência de uma liderança agregadora no grupo oposicionista ao Novo Tempo, o qual ainda está em processo de formação. O hiato na direção da oposição foi criado pela posição arredia e inconsistente da ex-Prefeita Corrinha do Torrim(PSDB), pois esta após ser derrotada em 2008 se mostrou incompetente em manter um grupo coeso de oposição.

Nomes não faltam, inclusive membros de famílias tradicionais como Júnior Pereira e Elisafran Mororó, ambos sobrinhos de ex-Prefeitos. Outros nomes, inclusive ligados a área da saúde já que o Vice-Prefeito Dr.Luiz de Gonzaga não empunhou a espada da luta política e aparentemente se acomodou, tem despontado nesse cenário como o do imaculado médico Sílvio Aragão, cunhado da Vereadora Efigênia Mororó. Latifundiários e capitalistas da cidade liderados pelos comerciantes Gonçalo Lopes e Chico Lopes, já chegaram até a convidar um conceituado dentista da cidade para “peitar” Sávio Pontes na próxima eleição para Prefeito.

O coronel Francisco Martins-Fanico (PP), irmão do ex-Prefeito Simão Martins e sempre lembrado pelo sua operacionalidade quando esteve a frente da Secretaria de Obras em várias gestões, tem sido instigado por seus fiéis correligionários constantemente. O raquítico PT de Ipu também se articula para lançar o sindicalista Leni de Sousa. Até o ex-vice Prefeito de Ipu da gestão Zezé Carlos (1993-96), Maurício Xerez, andou dando o ar da graça e concedendo entrevista em emissora de rádio local.

E para fecharmos a nossa avalanche (ou seria sarapatel?) de pré-candidatos citamos a pedagoga Adriana Torquato, esposa do Deputado Vanderlei Pedrosa. Inclusive a filha do ex-vereador Jessy Torquato já teria um Vice para sua chapa, o qual seria o empresário de sucesso e também Presidente do Bloco Papalalau, Flávio Melo (foto ao lado).

Mesmo que Sávio Pontes não seja candidato a reeleição, ele prentederá entregar o poder a alguém do seu grupo político. Esse cenário, até agora, agrada em muito ao prefeito ipuense, pois o mesmo vem torcendo para que surjam mais de dois candidatos oposicionistas e consequentemente enfraquecendo assim a oposição com divisões políticas na sucessão municipal. E não duvidem se o astuto Prefeito de Ipu fomente,ou seja, articule e até banque nos bastidores, para que esse cenário de fragmentação eleitoral com mais de um candidato de fato aconteça em 2012.

terça-feira, dezembro 28, 2010

IPU E TODA A REGIÃO NORTE NÃO SENTIRÃO SAUDADES DE ROBERTO MONTEIRO

                      
                     (Roberto Monteiro deixará o cargo dia 31 de dezembro)
Cid Gomes faz uma gestão irregular na segurança pública cearense. O ainda secretário Roberto Monteiro foi à chaga da administração Cid Gomes em seus primeiros quatro anos. Nem a boa receptividade do programa Ronda do Quarteirão foi suficiente para dar algum brilho ao setor de segurança.
Monteiro se mostrou inoperante. Deixou a bandidagem tomar de conta das estradas do interior e um mar de assaltos a bancos, correios e casas lotéricas – inclusive em Ipu- aconteceu em vários municípios. Os assaltos nas estradas da Varjota, Santa Quitéria e adjacências não cessaram. O Secretário enfrentou (e ainda enfrenta) crises internas de desconfiança e falta de comando sobre os delegados. A imprensa também sofreu com Roberto Monteiro, pois houve a proibição para que os jornalísticos televisivos mostrassem os meliantes presos.
A sociedade da Região Norte do Ceará não sentirá saudade alguma de Roberto Monteiro, pois o mesmo em nada resolveu nossos problemas de segurança.O contigente policial civil e militar de Ipu, por exemplo, é deficiente. O que ganhamos de Cid Gomes? Apenas as viaturas da CPRV (agora chamada de Polícia Rodoviária Estaduasl) que não prendem bandido e nem desarticulam as quadrilhas que atuam no sopé da Ibiapaba. Não esquecendo que a CPRV só atua até as 18Hs e deixa o restante do dia para a bandidagem agir. Nós não confiamos na CPRV, pois ela ao invés dar preocupações ao bandido faz é asociedade perder tempo com sua blitz  sem logística e não tanto necessárias a luz do dia.
O novo secretário que assumirá dia 1o no lugar de Roberto Monteiro será o Coronel PM Bezerra, pessoa de confiança do Cid Gomes. Dessa forma o governador assume para si a responsabilidade de conduzir diretamente a secretária que tem lhe rendido uma relativa impopularidade.

Veja o que destaca o Diário do Nordeste em sua edição de hoje:

Nem delegado da Polícia Federal, nem tampouco general de Exército. O novo secretário da Segurança Pública do Ceará é um policial militar da ativa. Trata-se do coronel da PM cearense Francisco José Bezerra Rodrigues, 45, que, até o próximo dia 31, ocupa o cargo de chefe da Casa Militar do Governo.
Esta é a primeira vez na história do Ceará que um oficial da PM assume o cargo de secretário da Segurança do Estado. Bezerra chegará ao comando da Pasta com a difícil missão de buscar reduzir os estratosféricos índices da criminalidade, principalmente os homicídios. Somente na Capital cearense e sua região metropolitana, foram registrados nos últimos quatro anos cerca de 5.230 assassinatos. Em 2009, foram 1.417 crimes. Neste ano, já são mais de 1.800 casos registrados, conforme aponta levantamento feito pelo Diário do Nordeste.
"A decisão de convidar o coronel Bezerra para o cargo é porque a Segurança Pública sempre foi um dos principais desafios do meu primeiro governo. Bezerra é da minha absoluta confiança, trabalha comigo há 14 anos e sei da sua disposição", disse o governador Cid Gomes, ontem à tarde, ao anunciar oficialmente o seu secretariado.


       (Coronel Bezerra - terá a missão de recuperar a imagem do governo em  meio ao caos em que se encontra a segurança pública do Ceará)

quarta-feira, dezembro 22, 2010

PROCURA-SE UM SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO

Há quase dois meses a educação de Ipu se encontra sem Secretário, vitimada pela demissão abrupta e coletiva de membros do primeiro escalão feita pelo prefeito Sávio Pontes no início de novembro. Após a dispensa da professora Aldânia Lima o quadro técnico de educadores, que assumiu o comando da pasta temporariamente para que a mesma não ficasse acéfala, aguarda para os primeiros dias de janeiro a nomeação do seu novo comandante.
Depois da saída da Professora Danielle Taumaturgo o Prefeito Sávio Pontes ainda busca um educador que assuma a altura da ex-dirigente. O Prefeito sempre confessa a pessoas próximas que, por ele, a secretaria teria ficado até os dias atuais com a competente Professora Argentina Castro.

ESPECULAÇÕES

O suplente de vereador e renomado Professor, Flávio Pereira, foi cogitado para o cargo, mas o mesmo traria consigo sua equipe (repleta de Pica Paus, embora muitos deles reconhecidamente competentes como a Professora Clédina Paulino) para a pasta o que causaria um mal estar terrível no já desgastado paço municipal junto ao seu eleitorado Cururú. Conceição Guilherme, ex-diretora do CRED-5 e também ex-secretária do município, foi também cogitada . A professora Regina Martins, ex-subsecretária de Aldânia, é uma forte candidata para o cargo, pois é de confiança do Prefeito e se encaixa assim no perfil buscado pelo mesmo para novas indicações do seu novo secretariado. A pedagoga Ivaneide Fernades, atual coordenadora do PAIC (Programa de Alfabetização na Idade Certa), é no momento também cotada para a pasta, pois além do perfil técnico satisfatório é pessoa próxima a ex-prefeita Toinha Carlos a qual Sávio não quer perder ligação.

ERRO NA GESTÃO ANTERIOR

A educação municipal é um campo minado e que não pode ser entregue a qualquer pessoa. Na gestão anterior da Prefeita Corrinha do Torrim, em uma atitude despótica e nepótica, entregou a secretária para sua cunhada Lúcia Torres. O resultado final foi terrível, pois ficamos com números qualitativos medíocres e entre as piores colocações dos indicadores escolares do Estado do Ceará.

PERFIL DO PRÓXIMO SECRETÁRIO

O próximo, ou próxima, secretário(a) de educação deve ter os seguintes atributos:

1. Ter amplo conhecimento e experiência do funcionamento da educação pública, sobretudo da educação municipal, com suas rigorosas avaliações, seus projetos em andamento, dificuldades e nuances funcionais;

2. Ser respeitado e admirado por seus colegas da área de trabalho e agregador em suas ações corporativas;

3. Conhecer bem o município com suas barreiras geográficas e as dificuldades em executar as ações e projetos;

4. Ter respaldo junto ao Prefeito para lutar por questões salariais e força para barrar indicações políticas que implicam em incompetência técnica;

5. Ter o dom da oratória, pois não serão poucos os eventos em que o(a) mesmo(a) terá que se expressar mostrando inteligência emocional;

6. Ter moral e boa conduta junto à vigilante e exigente sociedade ipuense.

RECUPERAÇÃO DE POPULARIDADE


O prefeito Sávio Pontes anda preocupado com a sua popularidade que está em baixa, e se ainda pretender ter vida política no Ipu terá que ser engenhoso e agregador em seus próximos e delicados passos políticos. Deve saber ele que o ano de 2011 será decisivo, pois o que se plantar politicamente nele certamente se colherá eleitoralmente em 2012. A pessoa da secretária de educação sempre ocupará um papel de coadjuvante de luxo nos processos eleitorais, pois os números da sua pasta e as suas ações políticas terão um peso decisivo no projeto de reeleição de qualquer prefeito.  Basta observamos o “peso morto” que teve que carregar a ex-prefeita de Ipu no seu último ano de mandato.
A margem de erro do Prefeito terá que ser mínima daqui para frente.

sexta-feira, dezembro 17, 2010

A IMPORTÂNCIA DO ENEM PARA A EDUCAÇÃO IPUENSE

                        ( Alunos prejudicados fizeram prova no "Murilão")
O Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM, o qual é promovido pelo Ministério da Educação através do INEP, estará divulgando na primeira quinzena de janeiro de 2011 o resultado da pontuação por alunos. O SISU, sistema de preenchimento das vagas das universidades que aderiram ao ENEM, estará disponível a partir do dia 17 de Janeiro para o cadastramento dos alunos que realizaram o exame nacional. Mais de 700 jovens ipuenses participaram da prova nacional que ocorreu no início de novembro. Na última quarta-feira, dia 15 de Dezembro, alunos ipuenses que foram prejudicados devido à falha no gabarito na prova do 1º dia em novembro, voltaram a realizar uma nova prova na Escola Murilo Aguiar (foto acima).
Além de servir de critério para o ingresso na Universidade Federal do Ceará, o ENEM também servirá como um raio X da qualidade de ensino das Escolas de Ensino Médio, tanto pública como particulares. No ano de 2009 apenas as Escolas Estaduais de Ensino Médio de Ipu foram avaliadas, pois as duas particulares da cidade, Patronato e Colégio Ipunese, não participaram com mais dez alunos, portanto com quantidade insuficiente para avaliação segundo os técnicos do Ministério da Educação. A Escola Murilo Aguiar foi a melhor colocada entre as Escolas ipuenses (ver tabela abaixo) no ENEM do ano passado, inclusive atingindo a média exigida pelo MEC de 500 pontos.
Existiu ao longo desse ano uma preocupação dos Colégios particulares da região da Ibiapaba em melhorar sua qualidade de ensino, sobretudo para os alunos do Terceiro ano do Ensino Médio que foram alvo de avaliação.
A direção dos colégios particulares sabem que é até admissível perder em pontuação para um outro colégio particular. Será perfeitamente normal em termos técnicos, por exemplo, o Patronato perder para o Colégio Ipuense. Mas sabem eles também que uma perda para qualquer escola pública de Ipu, colocaria em dúvida a credibilidade junto aos pais que pagam as mensalidades dos seus filhos acreditando na superioridade do ensino privado.
Apesar dos atropelos na aplicação das provas, o ENEM servirá de bússola para os pais escolherem qual a melhor instituição de ensino para o seu filho. Isso pode causar sérios danos as escolas ipuenses com desempenho inferior as demais instituições de ensino.
(OBS- Vejam matéria relacionada a esse assunto já postada em nosso blog em julho de 2010 - http://ipuemdebate.blogspot.com/2010_07_01_archive.html)
                    

terça-feira, dezembro 14, 2010

1988-MILTON PEREIRA DERROTA ZEZÉ CARLOS E RETORNA AO PODER

           
                  (Milton Pereira - reeleito Prefeito em 1988)
Em meados de 1988, depois de seis anos de gestão do prefeito Flávio Mororó, o povo ipuense voltaria às urnas para escolher um novo gestor municipal. Enquanto isso, o Brasil retornava a democracia com a promulgação da Carta Constitucional de 1988, bem como com os preparativos para o pleito presidencial de 1989, que depois de 29 anos voltaria a ser pelo voto direto. No Ceará, o governador Tasso Jereissati impunha uma gestão mudancista, combatendo a   sonegação fiscal, a criminalidade dos pistoleiros de aluguel e afastando os funcionários fantasmas. Era certo também que o próximo prefeito ipuense, de acordo com a nova Constituição, teria um mandato de quatro anos e não mais de seis, como fora as administrações de Milton Pereira e Flávio Mororó.
Três candidatos surgiram para a disputa. A facção Morais lançara o nome de Milton Pereira pela coligação PMB-PFL-PDS, enquanto os Rochistas lançaram o nome do empresário Zezé Carlos pelo PTB. O professor da UFC (universidade Federal do Ceará), Luciano Paiva, representaria uma terceira via em meio ao tradicional bipartidarismo ipuense se lançando candidato pelo ainda radical PT.
A cidade ainda não possuía emissoras de rádio, e desta forma os boatos eram entoados pelas ruas, praças, calçadas e principalmente nos bares da cidade. Diversas concentrações políticas, adesões e traições partidárias aconteciam a quase todo momento. Na história Ipuense esta foi uma das primeiras eleições que serviram para rotular a cidade, como proporcionalmente possuidora de uma das eleições mais caras do interior do Estado. Ambas facções abusaram do poder econômico em 1988. Outro fato atípico é que os caminhões e as C-10 já não seriam os únicos meios de transporte para o eleitorado pois os ônibus da empresa de transporte VIPU, de propriedade do candidato oposicionista, faziam oportunamente o deslocamento do eleitorado petebista. Antônio Carlos, irmão do candidato Zezé e surpreendentemente rompido politicamente com o mesmo, disponibilizara os ônibus da sua empresa Ipu-Brasília para vários comícios da facção Morais.
A ambigüidade foi marcante nos caracteres de 1988. Para isso, basta lembrarmos que o candidato a vice-prefeito na chapa de Zezé Carlos era o agrônomo Simão Martins, filho do ex-prefeito Abdias Martins e, portanto, membro de uma família tradicionalmente inimiga do Rochismo. Outro paradoxo estava no fato de Magela Aragão Ximenes, filho do histórico rochista Antônio Ximenes Veras, compôs a chapa de Milton Pereira, como candidato a vice-prefeito. Não podemos esquecer que o candidato petista Luciano Paiva, era genro do ex-prefeito  Dr. Rocha Aguiar.
O situacionista Milton Pereira contava com fortes trunfos políticos, sendo um deles o patrocínio do prefeito Flávio Mororó com a força da máquina pública municipal, e por outro lado, o apoio equivocado do governador Tasso Jereissati através do descaracterizado PMDB local e do PMB de Magela Ximenes. Não esquecendo que o “Véi Miltu” com sua experiência e carisma contrastava com o estilo lacônico de Zezé Carlos.
Usamos aqui o termo equivocado para classificar o posicionamento do governador cearense, pelo fato de Milton Pereira e Flávio Mororó terem combatido a campanha tassista de 1986, e terem inclusive votado e trabalhado para o candidato governamental Adauto Bezerra. Mesmo com Milton Pereira sendo candidato pelo PMB, partido criado por Tasso no Ceará para acomodar adesistas de última hora, os rochistas de Zezé Carlos não acreditavam que Tasso Jereissati os traísse. Mas o “galeguinho dos zói azul” marcou presença em um comício de Milton e Magela, realizado em um final de tarde na Rua Cel. José Lourenço, nas proximidades da agência dos correios e telégrafos. Faltavam apenas duas semanas para as eleições e este fato foi decisivo para o resultado final daquele pleito.
O comício final dos candidatos foi marcado por uma grande expectativa. O candidato do PT, Luciano Paiva, encerrou sua campanha um dia anteriormente aos outros dos candidatos, onde ao som da Banda Shock finalizou sua proposta de governo, com um eloquente discurso de esquerda para todos os presentes na Praça Delmiro Gouveia. O candidato da coligação  PMB-PFL-PDS, Milton Pereira, fez o seu comício de encerramento no largo da Igreja Matriz, enquanto o candidato do PTB, Zezé Carlos, fez sua manifestação final na Praça de Iracema, tendo sido o palco montado na calçada da residência do Senhor Raimundo Salú onde funcionava a agência da Rápido Crateús.
O dia da eleição (15 de novembro) e a apuração dos votos foram marcadas por uma forte tensão, ocorrendo vários incidentes políticos resolvidos somente com intervenção policial. O Juiz Eleitoral, Paulo Timbó, iniciou a contagem pela cidade de Pires Ferreira. Foi rápida a contabilização dos sufrágios, e o antigo distrito de Ipu elegeu o jovem Meton Júnior para ser o seu primeiro prefeito. Enquanto isso, por questões de tempo e também de segurança, as autoridades judiciárias resolveram adiar o início da contagem eleitoral de Ipu para o dia seguinte. A contagem foi reiniciada as 9Hs, mas volta das 17Hs o juiz, mais uma vez por questão de segurança, suspendeu a contagem dos votos. Faltavam apenas 15% das urnas para serem apuradas e a maioria de Milton sobre Zezé era de apenas 600 votos. Enquanto os correligionários do empresário ainda guardavam esperanças de um revés os eleitores situacionistas já comemoravam pelas ruas de Ipu com fogos e o tradicional grito de “olha o fumo!”. Na manhã do dia 18 o veredicto das urnas sentenciou: Os Rochistas sofriam sua terceira derrota consecutiva.
Milton Pereira e Magela Aragão tiveram 7.009 votos enquanto Zezé e Simão conquistaram 6.507 votos. Luciano Paiva e Cleide Damasceno conquistaram 376 sufrágios. A eleição, com todos esses ingredientes, acabou sendo disputadíssima assim como fora também as anteriores, onde o candidato vencedor obtinha uma margem diferencial de menos de 5% dos votos válidos em relação ao candidato derrotado. Registramos que o pleito de 1988, foi o último verdadeiramente competitivo do final do século XX.
Flávio Mororó, embora sua família (e ele próprio) tivesse tentado inicialmente lançar como candidato o seu cunhado e médico Eduardo Bezerra, foi o grande vencedor. O prefeito elegera a maioria dos vereadores da Câmara e ainda conseguira eleger sua sobrinha Ivna Mororó como a vereadora mais bem votada com 678 votos.
(vejam matéria sobre o assunto já publicada em nosso blog:http://ipuemdebate.blogspot.com/2010_09_01_archive.tml)

sábado, dezembro 11, 2010

A CARREATA COMEMORATIVA DO PREFEITO REEMPOSSADO.


Faltando alguns meses para a eleição municipal de 2008 a Prefeita Corrinha do Torrim(PSDB) foi afastada pela Câmara dos Vereadores. O Vice-Prefeito Eduardo Bezerra, fiel a prefeita afastada, assumiu. No dia seguinte o poder judiciário determinou a volta da gestora ao cargo. Os Pica Paus, que andavam cabisbaixos, foram inflamados e promoveram uma apoteótica festa para Corrinha, deixando o então candidato Sávio Pontes com a impressão que havia dado um “tiro no pé”.
Passados dois anos, algo muito semelhante aconteceu em Ipu. O agora Prefeito Sávio Pontes(PMDB) fora afastado pelo Poder Judiciário local e horas depois foi reempossado no cargo por ordem do Tribunal de Justiça do Ceará. Mas o desfecho foi diferente do que vimos em 2004?

Sávio Pontes chegou de Fortaleza no início da noite e... (MARQUE A ALTERNATIVA CORRETA e COMENTE)

1.( )“ Milhares de ipuenses, solidários e fiéis correligionários, foram receber o Prefeito na entrada da cidade. Na Barrinha houve uma mega concentração de funcionários da Prefeitura concursados e principalmente contratados. O carro de som da Vipu estava lá. Pessoas chegavam a toda hora de moto, bicicleta e até a pé. Os donos de D-20, sobretudo aquelas que prestam serviço à Prefeitura, chegavam abarrotados de cururus e jacarés com suas bandeiras. O vice Dr. Luiz, ladeado pelos funcionários do Hospital Dr. Fco. Araújo, preparava as faixas que diziam “Sávio, a saúde de Ipu precisa de você” e “ Os funcionários da saúde saúdam o Prefeito do Novo Tempo”. A secretária de Educação colocava faixas na cabeça das suas comandadas que diziam : “Até debaixo d`gua”. Um caminhão do Breguedó e um outro da Várzea do Jiló capitaneado pelo ex-vereador Carlinhos ficaram presos no congestionamento no Bairro da Boa Vista. Toinha Carlos, embora atrasada por questões familiares, conseguiu uma vaga no concorrido carro aberto que levava o Prefeito e a maioria dos Vereadores. A turma do Bar do Dragão ficara encarregada dos fogos, mas o Raimundo Diogo acabou tomando a frente. O carro aberto de Sávio Pontes por onde passava era recebido com aplausos e gritos de “Já era!”. O Prefeito fora aconselhado para concluir a carreata num Bairro afastado da cidade mas não concordou, preferiu ele ficar com seu povo no centro da cidade em meio aos paredões que tocavam suas músicas da campanha de 2008. Fora uma demonstração ímpar que o povo do Ipu apoia incondicionalmente a administração Novo Tempo.”

2. ( ) Menos de trinta pessoas foram receber o Prefeito. Dentre os presentes apenas aqueles que de forma direta ou indireta estão ali em defesa de interesses pessoais. Os “voluntários”, alguns motoqueiros- na esperança de serem vistos pelo questionado Prefeito e terem alguma recompensa material- ficavam a buzinar. Menos de quinze carros terminariam a melancólica carreata em um Bairro afastado num bar escondido no Sítio Cajueiro (na estrada do antigo Parque de Exposição), ficando assim no local semi-ermo onde a popularidade de um líder público dificilmente o encontraria.

QUAL A RESPOSTA CORRRETA?

quarta-feira, dezembro 08, 2010

JOÃO BEM BEM - O CAMPEÃO DAS PREVISÕES POLÍTICAS.

João Bem Bem é um homem do povo. Mais admirado, conhecido e respeitado que muitos doutores de plantão. Sertanejo, simpático e desconfiado, Seu João carrega um currículo invejável aos palpiteiros a apostadores da política ipuense. Desde 2004 ganhou o título de campeão de apostas políticas no Ipu. Na última eleição desbancou todos os prognósticos do Paço Municipal nas eleições legislativas e governamentais.
Querem saber quem será o próximo vencedor das eleições ipuenses? Então marquem uma consulta –aliás- uma Consultoria Eleitroal com o astuto sertanejo em sua residência no Bairro da Caixa D´agua.
O nosso herói cearense, sempre visto pelas ruas do Ipu com seu Chapéu de Palha “a lá Napoleão/Lampião”, anda com o braço na tipóia já há um bom tempo. Mas nada que o impeça de continuar fazendo previsões certeiras e mais confiáveis que as pesquisas eleitorais das nossas lideranças políticas.

quinta-feira, dezembro 02, 2010

TRADUZINDO A ENTREVISTA DO PREFEITO


    Na entrevista concedida ao Programa Fatos em Debate (FD) da Rádio Regional de Ipu e apresentada por Hélio Lopes e Equipe na última quarta-feira, Sávio Pontes buscou amenizar a crise política em que passa sua administração. Sem perder a calma o Prefeito tratou de mostrar seus projetos no início da entrevista, tentando passar uma imagem positiva sobre seus dois primeiros anos à frente da gestão municipal. Foram lidas mensagens dos ouvintes em formato de agradecimento, de apoio político e de elogios ao Prefeito. No meio da entrevista, infelizmente, o Prefeito não reconheceu o empenho da sociedade na recuperação da Igrejinha. Também disse que suspendeu o pró-cidadania por que o convênio encerrou, enquanto toda sociedade sabe que foi por embirra política.
A entrevista aconteceu de forma satisfatória para Sávio Pontes, pois o mesmo não foi devidamente desafiado e disse tudo que quis para quatro emissoras de rádio que estavam em cadeia. Mas nas entrelinhas muita coisa foi dita, vejamos a nossa interpretação de algumas das falas do Prefeito de Ipu.


1. SOBRE SUA RELAÇÃO COM TOINHA CARLOS: “Tenho duas mães em minha vida, uma que é familiar e outra é minha mãe na política. Toinha Carlos é minha Mãe na Política”.. ISSO SIGNIFICA QUE: O Prefeito está percebendo que uma ruptura de Toinha Carlos com o seu Novo Tempo já é um fato possível, pois a ex-Prefeita não está satisfeita com suas atitudes e já demonstrou isso para o mesmo e para pessoas próximas.


2. “Hoje tenho um relacionamento muito bom com o grupo de vereadores”. QUE ISSO SIGNIFICA : O Prefeito sabe que a estabilidade e até mesmo a conclusão do seu mandato dependerá dos humores dos vereadores tanto da oposição que se fortaleceu, como dos vereadores de situação que não lhe inspiram confiança.

3. “Hoje não é hora de falar em eleição, o momento é de todos darem as mãos...Estão querendo antecipar as eleições [ municipal de 2012]”. ISSO SIGNIFICA QUE: O Prefeito teme que o quadro de agitação política se avolume e venha a criar um clima de convulsão social parecido com o do final das administrações de Simão Martins em 2000 e a de Toinha Carlos em 2004.

4. SOBRE AS DEMISSÕES E OS VOLUNTÁRIOS: “Depois da tempestade vem a bonança” ISSO SIGNIFICA QUE: Se o demitido espernear e colocar a boca no trombone, vai ficar mesmo no olho da rua.

5. SOBRE A MANIFESTAÇÃO PÚBLICA NO FORUM (“Movimento em Prol da Moralidade do Serviço Público”): “Baderneiros... Palhaços... não vou admitir extorsão ou qualquer tipo de baderna......... quando me sentir ameaçado chamarei a força tática(Polícia Militar) para manter a ordem”... “uma coisa é o problema da saúde municipal, outra coisa é a politização, os aproveitadores estão se aproveitando da miséria e da desgraça do povo”. ISSO SIGNIFICA QUE: O Prefeito está sem apoio do povão e tenta desqualificar a oposição,não tolerando manifestações contra a sua pessoa. Sem massa humana que saia às ruas para defendê-lo, só resta o trabalho ostensivo da PM com seus cordões de isolamento e cassetetes.

6. SOBRE A CRISE HOSPITALAR DE IPU: “realmente a prefeitura não está repassando porque não recebe os recursos o suficientemente do Estado e o Estado não está recebendo o suficiente do Governo Federal”. ISSO SIGNIFICA QUE: Para Sávio Pontes, O Governo Federal e o Governo Estadual, os quais ele pediu votos nas últimas eleições, não são competentes na manutenção da saúde pública.
                            Sávio e a equipe do FD

terça-feira, novembro 30, 2010

OS ACERTOS DE SÁVIO PONTES NA MACROPOLÍTICA

                                             (Agência do INSS de Ipu)
A recuperação e estruturação da Avenida José Carvalho de Aragão e a Agência do INSS, obras diretamente relacionadas a Administração Novo Tempo, estão em fase de conclusão. A ampliação da rodovia que liga o Ipu à Ipueiras a qual teve na sua realização a intervenção direta dos Prefeitos Sávio Pontes e Nenen do Cazuza, das respectivas cidades, junto ao Governo Cid Gomes, também está em fase final. São obras que ficarão marcadas na história como grandes realizações.

 

Sempre temos assumido em nosso Blog uma posição independente, embora minha imparcialidade esteja há anos luz da política ipuense. Nossa posição sobre a Administração Novo Tempo continua a mesma: Sávio Pontes tem tudo para ser o maior Prefeito de Ipu em termos de MACROPOLÍTICA. É esse Sávio que  se articula grande, que pensa em infra-estrutura e está realizando grandes obras – as quais são pessimamente divulgadas pelos seus veículos de comunicação - que poderá ser lembrado nos anais da história como um grande realizador.

Mas existe o Sávio Pontes que perde para si próprio. Em termos de POLÍTICA DOMÉSTICA: saúde, educação e assistência social e adesãoes políticas.O  Prefeito de Ipu tem promovido erros primários.
A eleição para Prefeito em Ipu é um campo minado e cheio de areia movediça, não se permanece no poder se não for engenhoso na seara política. Política se faz ouvindo as lideranças, fazendo planejamento e principalmente mantendo a base que o colocou no poder.

Temos percebido que nos últimos atos políticos de Ipu o Prefeito está sem ninguém do povão que o defenda. Sávio Pontes no dia 19 de Março desse ano, em uma conversa amistosa com o Bloggeiro aqui, quando falávamos sobre as dificuldades para um Prefeito se reeleger em Ipu, me disse ele que “Pereira nunca perdeu eleição no Ipu”, dando assim a entender que teria sucesso em uma possível reeleição sua em 2012. Esse pensamento pode até ser concretizado, é verdade. Mas também é perceptível que atos políticos equivocados, sobretudo na impetuosa e agitada política ipuense, são comprovadamente irreversíveis. Por coisas menores Simão Martins, Toinha e Corrinha do Torrim, foram derrotados nas urnas ao final dos seus mandatos.
 Poderá Sávio dá um revés junto a comunidade carente  e voltar a ter o apoio daqueles que o colocaram no poder? O Prefeito e pessoas próximas a ele acreditam que sim.
Em política o leite derramado não volta para a vasilha. Impopularidade não se reverte, embora se possa amenizá-la.

(Avenida José Carvalho de Aragão - Alto dos 14)

domingo, novembro 28, 2010

TOINHA CARLOS: RUPTURA OU OSTRACISMO?

                         
A ex-Prefeita de Ipu e apontada por muitos como a maior liderança política da cidade, Toinha Carlos, passa por um momento delicado e decisivo em seu futuro político.
No início de 2008 a Toinha do Zezé, que pertence ao PRP, liderava as intenções de voto dos ipuenses em meio a desastrosa e desagregadora administração do casal Pica Pau (Corrinha e Torrim). Havia ela perdido a reeleição em 2004, mas mantivera unida um forte grupo de fiéis Vereadores, a versátil Rádio Regional com programas jornalísticos de oposição e o que fora mais importante: não se distanciou do seu eleitorado, sobretudo os mais carentes.
Toinha deixou seus correligionários surpresos quando em Março daquele ano, comunicou que abdicara de sua candidatura e passaria a apoiar a do também oposicionista Sávio Pontes (PMDB). A “Mãe da Pobreza” nunca deixou claro o porquê de sua desistência, embora fosse compreensível problemas de saúde em sua família sendo esta a razão oficial da sua desistência. Passado o susto os correligionários da ex-Prefeita abraçaram “até debaixo d’agua” a candidatura do Deputado Sávio Pontes ao Paço Municipal.
Foi difícil para muitos ver um membro da família Pereira ser votado pelos eleitores oriundos da facção Rocha Aguiar(Cururús). Mas por Toinha, milhares beijaram o altar.
Passados dois anos encontra-se agora a popular ex-prefeita, mola mestra dos últimos triunfos eleitorais de Sávio Pontes, pressionada por seu povo para que levante a voz contra o desamparo feito aos mesmos. Muitos destes Cururús perderam seus empregos e vêem a chefia do poder público cada vez mais eqüidistante e valorizando muitos dos adversários de outrora.
“Eu só votei no Sávio por causa da Toinha” – esse é dos murmúrios mais ouvidos nos quatro cantos do Ipu. Enquanto isso, a ex-Prefeita vê novos atores serem aplaudidos nessa encruzilhada política que se encontra o Ipu. Dois caminhos se apresentam para a ilustre LÍDER DA NAÇÃO CURURÚ: Assumir uma posição forte e explícita em defesa da comunidade e de cobrança nas ações do Prefeito que ela ajudou decisivamente a se eleger, saindo assim do casulo que se encontra e da sombra dos filhos do Zezé (Marcelo, Maninho e Petrônio). A outra posição é menos dolorosa: acomodação e complacência política em relação à questionada política doméstica do Novo Tempo, a qual poderá levá-la a uma simples posição coadjuvante nos novos capítulos da história política do Ipu.

FAIXAS DE PROTESTO DENUNCIAM CRISE HOSPITALAR EM IPU


A novela a qual tem como enredo a crise na saúde municipal ganhou mais um fato novo. Desde ontem à noite, sábado 27 de Novembro, faixas foram colocadas no Hospital e Maternidade Dr. Francisco Araújo. As mensagens inseridas estão relacionadas ao fechamento da instituição em virtude do não repasse de verbas por parte da Prefeitura.
Essa atitude tomada por parte da direção e funcionários do Hospital do Dr. Thomaz, coloca mais lenha na cisão política entre o Prefeito Sávio Pontes e seu Vice Dr. Luiz de Gonzaga. De tabela essas faixas, somadas ao não atendimento da população carente no Hospital do Povão, jogam a sociedade ipuense contra o Prefeito.
Essa crise está trazendo consequências irreversíveis para Sávio Pontes, pois a mesma se relaciona a um setor extremamente delicado do serviço público que a saúde municipal.
O Prefeito de Ipu, com sua maneira draconiana de agir, dificilmente buscará uma conciliação com Dr. Luiz de Gonzaga, e tentará colocar em prática nos próximos dias uma força tarefa colossal para que o Hospital Regional atenda as necessidades básicas da comunidade. Esse hospital só terá chances de atender satisfatoriamente aos ipuenses quando todos os profissionais de saúde, aprovados no último concurso público municipal, forem convocados para comporem a linha de frente de atendimento emergencial e ambulatorial. Não esquecendo que o Hospital Regional não possui centro cirúrgico e equipamentos médicos que tragam confiança a comunidade.
Enquanto isso o povo, sobretudo os mais carentes, paga a conta dessa situação delicada e que nunca fora vista antes à dimensão que chegou.
                   

sábado, novembro 27, 2010

ESCOLA AUTON ARAGÃO PODERÁ SER FECHADA


        Uma das tradicionais Escolas Públicas Estaduais de Ipu poderá ser fechada ao final desse ano. Apesar de não ser assumida oficialmente pela direção do CRED-5, essa medida está relacionada com o  esvaziamento das escolas com sede na área urbana do município. A construção de uma Escola na Várzea do Jiló, de um anexo à Escola Delmiro Gouveia no Distrito de Flores e da Escola Profissionalizante no Bairro Pereiros, fará com que muitos alunos sejam remanejados.
A Escola Auton Aragão, dirigida pelo Professor Iramar Miranda, detém uma clientela de alunos dos quais a maioria vem da região serrana. Acredita-se que devido a essa conjuntura seu fechamento será inevitável, ocorrendo assim o remanejamento da maioria do seu corpo docente para a nova escola do distrito de Várzea do Jiló.
 Especulou-se que a Escola a ser fechada poderia ser o Murilo Aguiar, pois a mesma funciona em um prédio do município. Porém o “Murilão”, que leva o nome do avô do Deputado Sergio Aguiar, tem um alunado oriundo da área urbana e o seu remanejamento poderia gerar um sério quadro de manifestações contra a CRED. Alunos da área urbana têm, juntamente com seus pais, uma maior capacidade de articulação e de arregimentação na reivindicação dos seus direitos.
  Nos anos anteriores duas escolas tradicionais do Estado, Monsenhor Gonçalo Lima e José Lourenço, foram fechadas.

sexta-feira, novembro 26, 2010

VEREADORES DE OPOSIÇÃO E DR.LUIZ PROMOVEM MANIFESTAÇÃO

  
Os Vereadores da oposição solicitaram a Mesa Diretora da Câmara Municipal à realização de uma sessão extraordinária na qual seria ouvido hoje, sexta-feira 26 de Novembro, em caráter de audiência pública, o Vice- Prefeito de Ipu Dr. Luiz de Gonzaga, na qual seriam debatidos os problemas na saúde pública do município. O Presidente Nilson Rufino, baseado nas normas legais na Casa Legislativa, alegou que a solicitação foi feita fora do prazo, levando a não realização da sessão.
Havia toda uma expectativa, pois no dia anterior carros de som convidaram os cidadãos ipuenses para o evento. A negativa da Presidência da Câmara acabou desencadeando uma manifestação favorável aos oposicionistas ao Prefeito Sávio Pontes.
A oposição liderada pela Vereadora Efigênia Mororó, aproveitando a presença de dezenas de munícipes em frente ao prédio do Poder Legislativo, resolveu com os demais edis de oposição improvisarem um palanque e fazerem uma espécie de mini-comício. No evento, além dos vereadores presentes, também discursaram Robson Miranda(PT) e o Major Euci de Castro. Mas o chamativo do ato público foi a presença do Vice-Prefeito Dr. Luiz de Gonzaga que usou os microfones dos paredões de som presente para relatar os problemas em que passa o Hospital e Maternidade Dr. Francisco Araújo.
A crise na saúde pública de Ipu e a reorganização de um grupo de oposição se entrelaçam. ocorreu mais uma ato público e de coesão política organizado pelo grupo de oposição que se projeta para 2012.
Em meio ao não acesso as quatro emissoras de rádio de Ipu a oposição encontrou uma forma improvisada de arregimentação pra se se manifestar. Segundo lideranças presentes no evento, o qual foi apresentado pelo radialista Adauto Pontes, novas manifestações no formato da ocorrida hoje deverão acontecer nos próximos dias.

       
        
                     

quinta-feira, novembro 25, 2010

BIZURANDO PROMOVERÁ SIMULADO UVA NO DOMINGO


Domingo, dia 28 de novembro, o curso pré-vestibular Bizurando estará promovendo um simulado no estilo do exame de seleção da UVA, na qual as provas serão aplicadas em dois turnos, assim como acontecerá na universidade sobralense. Alunos não matriculados no Cursinho também podem paticipar do simulado e testar o seu grau de conhecimento, para isso devem fazer sua inscrição até sexta-feira no Patronato de Ipu no turno da noite.
Os simulados agregam valores aos alunos, pois os mesmos setem  um pouco do clima do dia da prova , ao mesmo tempo em que aprendem com os acertos e erros das questões abordadas.
O vestibular 2011.1 da UVA acontecerá no Domingo sai 12 de Dezembro. Mais de 400 alunos ipuenses deverão pleitear uma das mais de mil vagas ofertadas pela Universidade, sendo que 80 destes vestibulandos estão tendo aulas no Cursinho Bizurando desde 9 de agosto.

segunda-feira, novembro 22, 2010

SÁVIO PONTES X AGENTES DA CIDADANIA: OS DEMITIDOS ESTÃO EM BUSCA DOS SEUS DIREITOS

                                
                                (fotomontagem: afraniosoares.blogspot.com)
O Pró-Cidadania, um dos programas mais badalados do Governo Cid Gomes, foi suspenso pelo Prefeito Sávio Pontes desde o último dia 12 de Novembro. Essa situação gerou provisoriamente o desemprego de 96 agentes da cidadania, causando transtornos nas famílias dos mesmos e aumentando a crise de credibilidade institucional da administração Novo Tempo.
Os agentes passaram por um rigoroso processo de seleção e treinamento iniciado no final de 2009 e concluído oficialmente no dia 11 de fevereiro de 2010. Muitos dos familiares dos agentes se emocionaram, para regozijo das autoridades municipais, na pomposa solenidade de formatura dos mesmos. 
  Originalmente haveriam 80 vagas para o Ipu, mas o Prefeito chamou mais 16 classificáveis levando assim a um total de 96 agentes. Os salários dos guardas seriam pagos pelo governo do Estado e complementado pela Prefeitura dos diversos municípios cearenses com mais de 50.00 mil habitantes que aderiram ao programa.Tudo transcorria normalmente até o mês de setembro, quando os agentes passaram a ficar com seus salários atrasados. Os agentes da cidadania, muitos destes pais de família, foram em busca dos seus direitos e apelaram para os vereadores de oposição, causando a insatisfação dos seus superiores.
Uma comissão de guardas foi recebida pelo Comandante da Guarda Municipal, Jean Vidal, na Prefeitura no último dia 12 de Novembro. Daí veio à ordem abrupta do Prefeito,o qual suspendeu irregularmente o programa que por Lei deveria vigorar durante um ano, podendo até ser prorrogado por mais um ano.
Foram exigidos que os mesmos entregassem a farda e que o programa retornaria em 2011.Orientados pelo Sub-Tenente Cunha, monitor do processo de treinamento e formação, os funcionários públicos demitidos não entregarem a farda pois isso poderia ser interpretado como deserção do emprego.
  O problema é que as contas dos agentes (e as bocas dos seus filhinhos) não podem esperar pela sorte de uma possível e pouco provável reconvocação no ano que vem.
Daí surgiram heróicos 11 “voluntários” guardas, que por “amor ao Novo Tempo”, “apreço a segurança patrimonial do município” e desrespeito aos demais colegas de farda marginalizados, estão a trabalhar desde a última segunda-feira.
A Segurança do Estado vive um caos, sendo esta comanda por um incompetentíssimo Secretário de Segurança chamado de Roberto Monteiro, o qual anda há muito tempo “queimando o filme” do Governo Cearense com suas barbeiragens e inoperâncias que só tem agradado a bandidagem. Suspender o Pró-Cidadania é contribuir para o agravamento desse quadro de insegurança.
Já que a Defensoria Pública da nossa comarca está parecendo a internet sem fio de Ipu, não restou outra alternativa aos nossos irmãos ipuenses a procurarem seus direitos junto a Secretária de Segurança Pública do Estado. Hoje, terça feira dia 23 de Novembro, uma comitiva com mais de dez agentes liderada pelos agentes Acácio e Tomaz (foto abaixo) estarão na capital cearense para protestarem junto ao poder público e aos órgãos de imprensa.

                                           (foto: http://www.ipunotícias.net/)

domingo, novembro 21, 2010

IGREJINHA: SOCIEDADE IPUENSE REAGE CONTRA A BUROCRACIA E A DESCONFIANÇA


A novela da restauração da histórica igrejinha de Ipu ganhou novos desdobramentos, em meio à queda de parte do teto devido a uma pesada chuva que aconteceu nos últimos dias. O temor do inverno que se aproxima levar ao desabamento total do teto da Igreja e consigo as paredes, levou uma parcela da sociedade ipuense a uma grande mobilização.
Liderada pela funcionária pública Ana Maria Melo Aragão (foto acima em entrevista a TV Verdes Mares) foi deflagrada uma campanha pela restauração do teto e evitar danos maiores.
A campanha ganhou repercussão em todo Estado devido a presença da equipe da TV Verdes Mares. A reportagem, exibida no noticiário CETV no início da semana passada, destaca o caos que se encontra o secular templo religioso e dá ênfase ao descaso do poder público. A repórter global Clarissa Capistrano chegou a destacar na matéria que “tentou entrar em contato com Secretário de Obras do Município Sebastião Rufino, mas um funcionário disse que não tinha o número do celular do secretário e que a secretaria não tinha telefone fixo”.
Apesar de ser uma atribuição legal da Igreja Católica a restauração do prédio histórico virou uma novela mexicana. Nos anos 90 a Renovação Carismática, responsável à época pela manutenção do local, fez o desfavor de construir um banheiro dentro do templo religioso. No início do século XX, sobretudo durante a gestão da Prefeita Corrinha do Torrim, o prédio foi abandonado pelo meio religioso e teve sua estrutura comprometida. A então Prefeita, através do Secretário de Obras e seu esposo Torrim, chegaram até a anunciar aquisição de uma verba para a sua recuperação, mas não passou de mais uma de suas promessas não cumpridas.
  Daí veio a administração Novo Tempo e a esperança de uma solução para o problema. Em uma reunião realizada no Gabinete do Prefeito em maio de 2009(foto abaixo) e contando com a presença do Padre Nonato Timbó, pároco de Ipu e representante da diocese de Sobral, ficou determinado que a Prefeitura e a AFAI (Associação dos Filhos e Amigos de Ipu) encabeçariam a aquisição de verbas para a recuperação da Igrejinha. Nesse ínterim, a P.M.I. gastou incrivelmente mais de R$ 50.000 para cercar a Igrejinha. E só. Segundo Ana Aragão " o que a Prefeitura gastou com a cerca dava para ter restaurado o teto e "amarrado" as colunas, evitando  assim o problema atual."
Somente em 2010 apareceu uma luz. A AFAI, através da articulação do seu presidente Guto Pontes, conseguiu com o Deputado Manoel de Castro uma dotação de verba parlamentar de R$560.000,00 para a obra, sendo a homologação da mesma feita através do ofício 37/2010 da Assembléia Legislativa do Ceará. Porém a verba veio em ano eleitoral e a mesma está travada nos tramites da burocracia.
    A questão-mor é que a Igrejinha não pode esperar por essa verba. S.O.S é a melhor definição para essa situação em que a mesma se encontra. Somado a esse quadro, vem a desconfiança que a sociedade tem em relação a Prefeitura de Ipu na realização dessa obra quando a verba chegar, pois a mesma passa por uma séria crise de credibilidade junto a sociedade. É público também que a Estação Ferroviária ficou muito aquem do que se esperava, embora o caos que se encontrara ficou para trás. Não esquecendo que a AFAI tem uma diretoria que, em sua maioria, é arredia dos verdadeiros problemas socioeconômicos em que se encontra o município, onde seus ilustres membros tem afazeres na capital e em outras urbs, o que os distanciam de vários segmentos da comunidade ipuense.
Não é hora de apontarmos os culpados e sim de apoiarmos a idéia de Ana Aragão  e das demais mulheres ipuenses de fibra que se engajaram nessa causa altruísta.
                                   

quinta-feira, novembro 18, 2010

DR. LUIZ PODERÁ SER O CANDIDATO DA OPOSIÇÃO EM 2012

                       (Vice Prefeito Luiz de Gonzaga e Prefeito Sávio Pontes)
A relação do médico e Vice - Prefeito de Ipu Luiz de Gonzaga(PP) com Sávio Pontes(PMDB) entrou num quadro de animosidade irreversível. Insatisfações e querelas entre o médico e o Prefeito já existiam desde o início do ano quando Dr. Luiz deixou a Secretaria de Saúde, utilizando a desculpa que iria cuidar da Maternidade Francisco Araújo também conhecida como o Hospital do Dr. Tomás Correa ou “hospital do povão”, o qual é administrado por sua família há várias décadas. Apesar do seu sucessor na secretaria, o sanitarista Luis Carlos, ter sido oficialmente indicado pelo ex-secretário, ficou claro que havia uma insatisfação explicita do mesmo com a atual administração da Terra de Iracema.

A situação ficou mais crítica quando a há vários meses a Prefeitura deixou de fazer o repasse dos atendimentos realizados pelo Hospital do Povão pelo SUS. A inadimplência da atual gestão gerou sérios danos ao Hospital, a qual se encontra com dificuldades para o pagamento da folha de funcionários desde agosto, telefones bloqueados e ameaça de corte de luz. Médicos estão deixando a instituição hospitalar devido a crise que se encontra.

Dr. Luiz de Gonzaga foi até o paço municipal tentar conversar com membros da Prefeitura. O médico foi mal recebido e até ultrajado na ocasião por um funcionário. O Prefeito Sávio Pontes ordenou que o chefe do Hospital do Povão suspendesse os atendimentos ambulatoriais. O Vice se sentiu politicamente só e nenhum Vereador da situação se solidarizou com o mesmo, pois apenas a oposicionista Vereadora Arlete Mauricéia lhe prestou apoio.

A situação só não ficou mais grave por que o Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Saúde, tomou conhecimento da situação e está pressionando para que os atendimentos voltem a acontecer.

Com o Vice Dr. Luiz Gonzaga Timbó Correa em virtual ruptura política com Sávio Pontes e o fortalecimento da oposição com a adesão da Vereadora Efigênia e do Vereador Fabuloso, não estão faltando pedidos para que o médico assuma a liderança da oposição e se projete como candidato a Prefeito em 2012.
Respaldo junto à sociedade ipuense não lhe falta e condições financeiras sua família latifundiária tem de sobra. O médico ipuense teria sim plenas condições de agregar setores estratégicos das facções Rochista e Morais, mas resta saber se o mesmo estaria disposto a colocar parte do patrimônio familiar numa cara eleição municipal como a do Ipu. Caso essa idéia evolua, resta saber nesse possível contexto eleitoral de 2012, se a família Correa de Dr. Luiz terá coragem de se apegar mais a Terra e menos a terra.

quarta-feira, novembro 17, 2010

O MINADO TERRENO DA CASA LEGISLATIVA.

  
(Efigênia,agora na oposição, e os Vereadores do grupo da ex-prefeita Toinha Carlos: Ivo Sousa, Nilson Rufino e Carmem Pinto - fonte:www.ipunoticias.net)
A mudança política da Vereadora Efigênia Mororó para o lado oposicionista não tem nada de incoerência ideológica. É perfeitamente compreensível sua nova postura, pois a mesma não guarda relação com nenhum tipo de aliciamento em meio a vantagens políticas, tão comuns na política ipuense. Feio mesmo é trair seus eleitores mudando de lado para atender interesses não ideológicos e sim pessoais, como assim percebemos com alguns edis ipuenses.
Os Vereadores Nilson Rufino, Ivo Sousa e Carmem Pinto sempre mantiveram uma postura admirável em seus posicionamentos políticos no tocante ao grupo político que fazem parte há mais de duas décadas. Esses edis são fidelíssimos a ex-prefeita Toinha Carlos, e certamente a apoiarão em qualquer decisão política quer queira de apoio ao atual Prefeito ou até mesmo de ruptura.
Arlete Mauricéia e Alberto Martins são os verdadeiros legisladores de oposição ao Prefeito Sávio Pontes. Estes estão desde o início resistindo a política de adesões feitas pelo atual Prefeito Ipuense ao seu grupo.
Raimundo Mororó, Chagas Peres são relativamente confiáveis ao Prefeito. Fabuloso e Palácios são imprevisíveis. O Vereador licenciado Nonato Martins é uma incógnita, mas enquanto jacaré for toco de madeira para quem está se afogando, este atenderá a um pedido do chefe do Executivo em uma possível necessidade de retorno para votações polêmicas no Legislativo Municipal.
Indiscutivelmente a Câmara Municipal de Ipu, fundamental para a estabilidade dos próximos dois anos de administração municipal, se tornou um campo minado para o Prefeito Sávio Pontes.



                              (Vereadores de oposição: Alberto e Arlete-fonte:www.ipunoticias.net)

segunda-feira, novembro 15, 2010

ELEIÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA: OPOSIÇÃO SAI FORTALECIDA.

(Vereadora eleita presidente Carmem Pinto - fotomontagem Afrânio Soares)
Em uma sessão tumultuada a Vereadora Carmem Pinto foi eleita Presidenta da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Ipu para o biênio 2011-2012, derrotando a candidata de oposição Efigênia Mororó. Já haviamos postado sobre esse fato já definido em nosso blog  Acessem :http://ipuemdebate.blogspot.com/2010_07_01_archive.html
As tensões políticas em torno da sucessão do atual presidente Nilson Rufino iniciaram dias antes com a antecipação das eleições, assim como o retorno do Vereador licenciado Fábio Borges que fora contestado pela maioria dos vereadores. A edil Efigênia lançou sua candidatura a revelia do Prefeito Sávio Pontes, o qual tinha um acordo com Marcelo Carlos para a eleição de Carmem Pinto.
A vitória da candidata do Prefeito será contestada na justiça, pois em meio a ausência de microfones, segundo as afirmações da edil agora oposicionista, para o uso dos vereadores da oposição e o "sumiço" do Vereador Manoel Palácios (o mesmo foi curtir as Praias Alencarianas), os edis de oposição se retiraram da sessão alegando decoro da atual mesa para a realização da votação. Alberto Martins, apesar dos boatos que este tinha sido cooptado pelo Prefeito em meio a um possível pagamento de uma gorda indenização aos seus familiares que controlavam o já demolido balneário da Bica do Ipu, manteve a coerência ideológica e apoiou a candidata da oposição. Arlete Mauricéia fez o mesmo, e também continua em alta com seus eleitores. O Vereador Fábio Borges, o qual teve que entrar na justiça para poder voltar ao legislativo a tempo e irritado com a mão de Sávio Pontes que operava por trás desse barramento, também apoiou a candidata da oposição, se retirando da casa legislativa.
Podemos até afirmar que os  Vereadores de oposição exageraram em meio a virtual vitória de Carmem Pinto, mas é inegável que nada mais será como antes para a (até então) bucólica oposição.
Sávio Pontes venceu mais não levou. A nova Presidente da Câmara não lhe deve nenhuma fidelidade. E em uma eventual ruptura de Toinha e Marcelo com o Prefeito, esta se prontificará com seus líderes Cururús. Efigênia Morroró passa a ser oficialmente oposição ao lado de Fábio Borges. Os rebelados improvisaram um palanque do lado de fora da Câmara após a sessão e assistidos por mais de mil pessoas, se prontificaram a bater de frente com a administração Novo Tempo.
O cenário da sucessão municipal começa a ser desenhado. O Prefeito que continua a provocar seu próprio sepultamento político com decisões abruptas e impensadas, está cada vez mais isolado e sem apoio popular. Sávio, cercado de pessoas  de competência duvidosa e desprezando os populares que o colocaram no poder, acha que pode resolver tudo em poucos meses antes da eleição de 2012. A dministração Novo Tempo vive uma era de incertezas com dispensas de secretários e inoperância administrativa.
Efigênia Mororó sai fortalecida e a oposição em construção também, agora agregando alguns Cururús e a maioria dos Pica Paus. Sávio Pontes só tem três cartas para jogar na política ipuense: o apoio de  Marcelo Carlos /Toinha (estes infelizmente condicionados as concessões de linhas de Ônibus arquitetado por Sávio com seu amigo Cid Gomes desde 2008): O apoio do Governador Cid Gomes e por último o controle do meio radiofônico da cidade. O chefe do Executivo tem até um bom blefe final: o desgastado e apático casal pica pau liderando a oposição, seria uma presa fácil. Mas o coringa desse jogo é o ímpeto oposicionista do povo ipuense, o qual está apenas precisando de umas mãos habilidosas e sem máculas político-eleitorais para colocá-lo em ação. Façam suas apostas, pois o Ipu está voltando a ser uma "Terra de Cenas Fortes".
         (munícipes ouvem o discurso da Vereadora Efigênia em um palanque improvisado - foto: www.ipunoticias.net)

sexta-feira, novembro 05, 2010

COLÉGIO IPUENSE - 26 DE AGOSTO DE 1990

O Colégio Ipuense em 1990 era capitaneado pelo menestrel Francisco De Assis Martins - o nosso patrimônio cultural ipuense Prof. Chico Mello. O Colégio se consolidava como uma referência na região recebendo em suas salas de aula dezenas de alunos de Ipueiras, Guaraciaba do Norte, Pires Ferreira e Croatá.

O prof. Mello inovava ao trazer professores da capital cearense para preparar seu alunado para os concorridos vestibulares da UFC, UECE e UVA. Dentre os grandes professores que passaram pelo Colégio Ipuense nos anos 80 e 90 se destacam : Hélio Piava (Matemática), Paulo Danúbio(Biologia),Evaristo (Língua Portuguesa), Joel(Química), Militão (Física), Ramos Pontes( Literatura), Raimundo Augusto(Geografia), Fábio Costa (O.S.P.B) e muitos outros que ainda hoje são referência no meio educacional.
A foto acima foi batida pelo fotógrafo Antonio Paulino após o desfile de 26 de agosto de 1990. Naquela ocasião, éramos alunos do 1º ano do Científico e havíamos participado da Banda Marcial que tinha o comando do maestro Araújo Lima. Vamos fazer um esforço para identificarmos os presentes na foto, mas pedimos a ajuda dos contemporâneos para os equívocos.
Foi uma geração marcante que ainda se dividia entre as noitadas no Pantico, nos bailes da A.A.B.B. e nas feijoadas do Papalau . Frequentavamos escondidamente as festas e o cinema do Clube Artista Ipuense. Nos orgulhávamos de namorar com as normalistas do Patronato e de flertarmos com a debutantes do Pavilhão.
FOTO: EM PÉ - Carlinhos da Siça, Klerton, Regina Andrade, Kléber Teixeira ( Tirando onda com os óculos do “Rambo”), Lêda Damasceno,Ricardo Ney (Dragão),[....],Carlos Antônio Paulino, Márcia Benjamim, [....],Adriana Paiva, Ronaldo Dantas, Cristiano Robson, Telma Martins, Tobias Neto, Romney, Chico cuzcuzeira, Carlinhos Gabriel ( O maniquim), Alexandre Herculano ( de Ipueiras), Francisco Tácito, Luis Timbó, Francisco Antônio, Manuel do Deusdete ( Agente do “ FBI”)[...],Germâno Passos, Marcelo Caetano, Ciro Aragão (Croatá), Terezinha , Professor Mello e [....]. SENTADOS: Conceição de Maria (Nenen do Mello), Valfrido Dantas, Adênio+, Márcia, Júnior Melo, Carlinhos da Mundica, Hélio Louro+ e Marcos Vinícius Fonteles.