quarta-feira, fevereiro 18, 2015

"GUERRA PARTIDÁRIA" ENTRA EM PAUTA NA POLÍTICA IPUENSE

Terminado o Carnaval, como assim é tradicional no jogo de poder do Brasil, a política ipuense terá na ordem do dia as filiações partidárias. Partidos e líderes políticos tem até o final do mês de setembro para realizarem suas filiações e composições de diretórios locais, pois assim estarão eleitoralmente habilitados para a sucessão em 2016.

Além da já tão esperada cruzada do Prefeito Sergio Rufino (PCdoB) ladeado pela Deputada Augusta Brito (PCdoB) em busca de tomar o Pros para seu grupo político, um fato que será imprescindível em uma demostração sua de força política para cima da oposição que liderada pelo Deputado Estadual Sergio Aguiar controla a sigla na cidade, o gestor também deverá compor novos nomes para o PCdoB e PSL que são as agremiações em que ele controla. O gestor sabe que precisa fortalecer seu grupo para o embate de 2016, sobretudo por causa do desgaste natural que é inerente a quem está no poder, mas os Rufinos, excetuante flertes com a Família Carlos, não tem abertura com lideranças de oposição. 

Também dentro do grupo político situacionista o Vereador Manoel Palácios (PR) e o ex-vereador Nonato Martins (PRP), pai do Vice Prefeito Carlos Eduardo (SD), controlam siglas na cidade e estão fora do raio de dominação do prefeito e habilitados, mais uma vez, para negociarem até com a oposição.

O PT de Ipu, forte em nível nacional e estadual, segue de forma modesta em Ipu comandado pelo Coronel Faníco Martins e por seu irmão o ex-prefeito Simão. Os petistas de Ipu devem indicar o Vice de Sergio Rufino, caso esse não consiga "arrancar" um nome ou dissidência da oposição. 

O PMDB de Ipu, até segunda ordem segue controlado por Dr. Luiz de Gonzaga e por membros do primeiro escalão da Prefeitura, mas a sigla pretende lançar candidato à Prefeito em todos os municípios do interior. Nós próximos dias o Partido de Eunício Oliveira será alvo de uma intensa movimentação em Ipu, haja vista que o ilustre médico Dr. Luiz tem dado sinais que não quer mais militar na política. Uma empresária da cidade ao lado de seu pai estão pleiteando o comando do PMDB.

O PDT do suplente de Deputado Balacó é o único que já tem pré-candidato a Prefeito definido. 

O Casal Pica Pau, enfraquecidos após o fraco desempenho nas urnas ipuenses com seus deputados no último pleito, comandam o PSDB e o PSD. O passar do relógio não consegue apagar o carisma da ex-prefeita Corrinha, mas consegue enfraquecê-la com sua já caracterizada equidistância da política local desde quando saiu do poder em 2008. 

O PPS estará sendo organizado pelo empresário Demontier Camelo. Adriano Melo segue no comando do PV. Essas siglas estão fazendo um trabalho de bastidores para apresentarem uma terceira via ao executivo local.
O ex-prefeito Sávio Pontes deverá disputar o comando do PHS  de Ipu com Ivonaldo Mendes.
A ex-prefeita Toinha Carlos segue com o PRB, mas sem muitas pretensões de buscar novos filiados. 

Os times se preparam para entrarem em campo!!!

8 comentários:

Josiel Dias disse...

Olá Kleber Bom Dia.

A fim de uma parceria? Sou do Rio de Janeiro, e também tenho um blog voltado ao gospel. Caso aceite, basta seguir-nos, e adicionar o nosso banner em seu blog. Faremos o mesmo.

Atenciosamente

Josiel Dias
http://josiel-dias.blogspot.com
Rio de Janeiro

Anônimo disse...

A bem verdade, que o Sr. Prefeito só tem em seu partido político, um único Vereador, que é o seu irmão, atual presidente da Câmara Municipal.
Dois de seus vereadores, tem há tempos seu próprio partido, que pra se organizar um Partido Político, requer muita organização e obedecer no pé da letras os prazos de filiação, ter em dias toda documentação. É por isto que muitos vereadores são caroneiros, não querem ter esta preocupação de manter um Partido Todo em Dia, e ficam mesmo só como filiados, ficando a mercê do Presidente ou do Diretório do Partido.

Por isso aviso a todos os que pretendem disputar uma vaga no Poder Legislativo de Ipu, ou ocupar a cadeira de Prefeito no Poder Executivo, estar mesmo chegando o momento de ir atrás de quem entende pra valer, de toda a burocracia, pois é algo sério, primeiro é preciso estar todo dentro da Lei Eleitoral, pra depois ir a corrida de votos. E votos em 2016, vai ser coisa difícil pra se conquistar, e como vai?

Pois o primeiro obstáculo de conquistar votos, estar dentro do próprio grupo, uns não respeitam os outros, fingem que respeitam, mas é só disfarce. Agora imaginem como vai ser a disputa dentro do próprio grupo do Prefeito , pois tem um leque de vereadores atuais, suplentes, secretários, assessores, que estão só esperando o momento exato de dar a rasteira no Prefeito, ou vocês acham que quando chegar próximo as eleições de 2016, o Sr. Prefeito ainda vai conseguir segurar este grupo que ele vem trazendo aos trancos e barrancos, não vai mesmo! Os seus aliados de hoje, pra conseguir ganhar um voto aqui e acolá, vão colocar toda a culpa no Prefeito, dizendo que ele mesmo não quis, e só quem podia fazer alguma coisa, era o Líder do Prefeito e o Irmão do Prefeito, estes dois vereadores, serão o alvo de defesa própria dos colegas de bancada hoje.

Podem Anotar!!!

Antonia de Maria

Anônimo disse...

Uma coisa em concordo. O casal de pica-pau já era! Foi uma negação a votação de seus deputados. A Corrinha e o Torrim perderam uma grande oportunidade de retornar pelos braços do povo nas eleições de 2012 aqui em IPU, mas não quiseram! Agora é o ipuense que não quer mais eles. Podem voltar para o Pires Ferreira mesmo, quem sabe o povo de lá ainda querem.

Anônimo disse...

KT a análise tá ok, mas vc esqueceu de citar o Alberto que controla o PTB e a Efigênia que tem o Dr. Silvio como trunfo no DEM. E outra faça uma matéria sobre um amigo do Camilo em Ipu que pode controlar o PT.
Zé Urbano.

Anônimo disse...

VAMOS UM POUCO ALÉM.UM ACORDO ENTRE SÉRGIO RUFINO E TOINHA CARLOS,PODERÁ BENEFICIAR O RADIALISTA ROGÉRIO PALHANO,ESSE ACORDO ENVOLVE ATÉ A RADIO REGIONAL OU SERÁ QUE POLITICA NÃO É DINÂMICA?
ANALISE ESSA CONJUNTURA E MATE A XARADA KLEBER.

Anônimo disse...

KT, com a impopulariade da Dilma e a crise no PT, não vai ser difícil se o fim da reeleição vier. Aí vai ser um Deus nos acuda pros prefeitinhos que estão querendo ir pra reeleição.

Anônimo disse...

o prefeito sergiorufino disse recentemente que so quem botava medo nele era a ex-prefeita corrinha. se ela for candidata, o bicho vai pegar. ela eh muito querida.

Anônimo disse...

A VOTAÇÃO DE DEPUTADO NÃO TEM QUASE NADA A VER COM A ELEIÇÃO DE PREFEITO. PODE ANALISAR PELA HISTÓRIA RECENTE DE IPU, DE DOIS EM DOIS ANOS. PODE PUXAR NA MEMÓRIA.